Simpósios temáticos

Conheça, a seguir, a ordem de Comunicações Orais nos simpósios temáticos.

ST 01 | A questão urbana: reflexões e perspectivas etnográficas e históricas sobre os índios e cidades
3 de julho | 14h às 16h

Entre aldeias e cidades: a dinâmica de deslocamento de uma família Jaminawa no estado do Acre, Brasil | Luana Machado de Almeida

Indígenas urbanos em Minas Gerais: características populacionais segundo dados do censo demográfico | Marden Barbosa de Campos e Marcos Damasceno

Migración indígena urbana. Una aproximación desde la Antropología | Carolina Sánchez García

Relações Mbya Guarani com a cidade, a partir da etnografia da aldeia de Camboinhas (Niterói, RJ) | Vicente Cretton Pereira

3 de julho | 16h às 18h

Povo indígena Pankararu: deslocamentos e pertencimento étnico no sertão de Pernambuco | Elizângela Cardoso de Araújo Silva (Pankararu) e Codjo Olivier Sossa

Dinâmicas de circulação e permanência Guarani e Kaingang em Florianópolis (SC), Brasil: recriando identidades e territórios | Sandra Carolina Portela Garcia

Geografias indígenas migrantes en Crônicas de São Paulo, de Daniel Munduruku | Christian Elguera Olortegui

Mulheres indígenas na cidade de São Paulo: Lutas, (re)existências e ressignificações culturais | Silmara de Fatima Cardoso

O movimento mẽbêngôkre entres as aldeias e as cidades | João Lucas Moraes Passos

4 de julho | 14h às 16h

Liberdade, propriedade e urbanização em Almofala: a mobilização do povo Tremembé | Janaína Ferreira Fernandes

“O Santuário Sagrado dos Pajés Não Se Move!” – Insurgência étnica e Identidades territoriais indígenas e o Estado brasileiro: conflitos interétnicos e territoriais no contexto de expansão de empreendimentos urbanos no Plano Piloto de Brasília | Comunidade Indígena Santuário Sagrado dos Pajés – Pajé Santxiê Tapuya | Awamirim Tupinambá, Fetxchá Wewe Tapuya Guajajara e Márcia Guajajara

Da retomada a invenção do território: a criação da aldeia Naô Xohã | Thiago Barbosa de Campos, Frederico Canuto e Letícia Nunes

“Lugar de índio é onde ele quiser”. A cidade como território de resistência, agência e descolonização de processos fixadores da identidade indígena | Gabriela de Freitas Figueiredo Rocha

4 de julho | 16h às 18h

Marĩ mahsĩa, Marĩ da’raá, Marĩ dua’a (Nosso conhecimento, Nosso trabalho, Nossa venda): atividades econômicas dos grupos indígenas na zona urbana de São Gabriel da Cachoeira – AM | Flávio Pereira Ferraz

O corpo dos Xucuru-Kariri e de seus ancestrais no mato, na aldeia e na cidade | João Roberto Bort Júnior

Corpo dissidente: autodemarcação em contexto urbano | Narciso Faustino Mendes

Os Huni Kuin na política da cidade | Miranda Zoppi

Indígenas em âmbitos urbanos: articulações sociais, políticas e jurídicas de grupos Tukano para garantia de direitos à saúde associativa na cidade de Manaus | Camila Gouvêa de Araújo e e Caroline Barbosa Contente Nogueira

5 de julho | 8h às 10h

Pensando, hablando y haciendo territorio indígena en un espacio urbano transfronterizo de la Amazonia | Angela Patricia López Urrego

De onde nos falam e o que nos contam as narrativas comunicacionais Kaingang | Carmem Rejane Antunes Pereira

Para que outra etnografia sobre maias em uma cidade mexicana? | Marcos B. Ferreira

“Na minha casa nós nunca come sozinho”: notas sobre os modos sateré-mawé de habitar cidades | José Agnello Alves Dias de Andrade

5 de julho | 10h às 12h

Pajelança urbana e valoração em Oiapoque e circunvizinhança (Amapá, Brasil) | Ugo Maia Andrade

Novas configurações do xamanismo em São Gabriel da Cachoeira | Samir Ricardo Figalli de Angelo

A questão indígena na cidade de Parintins/AM: reflexões a partir de perspectivas etnográficas e históricas | Mírian de Araújo Mafra Castro e Heloísa Helena Corrêa da Silva

A multiplicidade: imagens urbanas na socialidade hup | Bruno Ribeiro Marques

O que é ser índio no meio urbano? História, memórias e desafios comuns de povos indígenas na Região Metropolitana de Fortaleza | Joaquim Teixeira Pinto de Mesquita

ST 03 | Andanzas territoriales indígenas en América Latina: trayectorias y recomposiciones contemporáneas
4 de julho | 8 às 10h

O setor sucroenergético e os Guarani e Kaiowá no Brasil: um levantamento de conflitos e relações territoriais | Roberta Carvalho Arruzzo

Territórios e resistências: os Guarani e Kaiowá e as ressignificações da terra | Liziane Neves dos Santos

Espaço subjetivado e conflito territorial: o lugar da reza nas retomadas Guarani e Kaiowa | Lívia Domiciano Cunha

A geografia da questão indígena no Rio Grande do Sul: os processos de retomada e a territorialidade Mbyá-Guarani | Andrei Ferreira da Luz e Dilermando Cattaneo da Silveira

4 de julho | 10 às 12h

Los sionas del Ecuador y la relación con su saiye bai airo (territorio): una exploración sobre sus ensamblajes múltiples | María Fernanda Solórzano Granada

Resistencia en Wallmapu: el turismo mapuche como agenciamiento político-territorial | Eugenia Alicia Huisca Cheuquefilo

La ciudad: un espacio clave en las geografías indígenas contemporáneas. El caso mapuche en Chile | Bastien Sepulveda

Conflictos territoriales e interétnicos en Buenos Aires, Costa Rica: Aportes interdisciplinarios para su resolución | Alejandra Boza Villareal, Roberto Castillo Vásquez, Luis Mariano Sáenz Vega, Ali García Segura, Xinia Zúñiga Muñoz, Maria Paula Berrantes, Marcos Guevara Berger e Denia Román Solano

4 de julho | 14 às 16h

Direitos territoriais indígenas na bacia do vale do Juruá/AC, Brasil: o caso dos Kuntanawa | Tarik Argentim e Málika Simis Pilnik

O Movimento Indígena contemporâneo | Gilberto Vieira dos Santos

Territórios, fronteras y migraciones de pueblos indígenas en el este sudamericano: subsidio cartográfico a la geografía de los refugios bioculturales | Rodrigo Martins dos Santos

Pelos Caminhos do Opará: a importância do rio São Francisco para a luta dos povos indígenas no Sertão de Pernambuco | Beatriz Barbosa e Claudio Ubiratan Gonçalves

4 de julho | 16 às 18h

Tabas, roças e lugares de encanto: remoções e reconstruções Anacé em Caucaia, Ceará | Rute Morais Souza

A territorialidade dos Ka’apor da terra indígena Alto Turiaçu na Amazônia Oriental: resistência indígena frente à exploração ilegal de madeira | Evilania Bento da Cunha

Produção geográfica sobre Povos Indígenas no Brasil | Emerson Guerra

5 de julho | 8 às 10h

Trilhas dos imaginários sobre os povos indígenas e demografia antiautoritária: um experimento de antropologia anarquista | Carolina Ramos Sobreiro

A saída do Brasil do Pacto Internacional de Migração face à migração forçada de povos indígenas das regiões fronteiriças da América Latina | Matheus Athírson Rocha Correia e Sarah Dayanna Lacerda Martins Lima

O contato descrito por Laklãnõ/Xokleng e os descendentes de Kaingang do vale do Rio Tibagi p.r na terra indígena Laklãnõ e as trocas de costumes e saberes na vida Laklãnõ/Xokleng | Osiel Kuita Paté

Caminhológicas: história das andanças indígenas pela Amazônia | Daniel Belik

Emergências indígenas e autonomias territoriais na Pan-Amazônia: um panorama etnoterritorial | Fábio Márcio Alkmin

ST 05 | Artes indígenas e patrimônio na América Latina – México, Venezuela e Brasil
3 de julho | 14 às 16h

Artes indígenas no Brasil: principais estudos e pressupostos teóricos | Larissa Menendez

Imágenes Tejidas: textiles tradicionales indígenas Ayuuk (Mixes) de San Juan Cotzocón, Estado de Oaxaca y su inserción en el México contemporáneo | Cesar Transito

Wö’wa: cesteria Ye’kwana | Nalúa Rosa Silva Monterrey

La paradiplomacia del arte textil: una estrategia para el reconocimiento internacional del Huipil Tradicional de el Jicaral, Coicoyán De Las Flores, Oaxaca | Ofelia Pineda Ortiz

3 de julho | 16 às 18h

A arte oral Paiter Suruí de Rondônia e seu processo de organização junto aos professores da Associação Gabgirey | Magda Dourado Pucci

Literatura indígena de autoria coletiva: o território como espaço sagrado em narrativas Kambiwá | Randra Kevelyn Barbosa Barros e Elizabeth Gonzaga de Lima

Os Tubos Sonoros Ameríndios: o que nos revelam as intencionalidades complexas ameríndias | Gabriel Garcêz Bertolin

A música indígena: uma escuta na Escola Estadual Indígena Wakõmẽkwa – Povo Xerente, Tocantins-Brasil | Adriana dos Reis Martins

4 de julho | 8 às 10h

Xavantes e Kuikuros na mediação artística do olhar estrangeiro | Silvia Maria do Espírito Santo

Arte indígena y patrimonialismo en el sur de México | Jorge Hernández-Díaz

Arte Indígena Contemporânea: inovações, capturas e resistências na arte brasileira | Nina Vicent Lannes

Estética indígena: cultura e identidade | Fabiane Vasconcelos da Silva, Carlos Maycon Almeida Santos e Larissa Menendez

4 de julho | 10 às 12h

As conexões entre performace e a pintura corporal Kurâ-Bakairi | Isabel Teresa Cristina Taukane e Ludmila de Lima Brandão

Artes Indígenas Brasileiras Contemporâneas: os artistas Arissana Pataxó e Jaider Esbell | Daiane Marques

Cinema de mulheres indígenas: trajetórias coletivas e agência feminina | Joana Brandão

Duas aldeias, uma caminhada: análise do processo de passagem da representação da imagem indígena para a autorrepresentação na produção de vídeos | Maria Claudia Gorges e Marilda Lopes Pinheiro Queluz

4 de julho | 14 às 16h

O Imaginário Indígena na Dança do Toré: construções simbólicas | Márcia Medeiros Figueiredo e Lusival Antonio Barcellos

Plumária Ka’apor | Lourdes Maria da Silva Carvalho

A casa tradicional Mebêngôkre: da escola a aldeia | Moipati Kayapó e Thomas R. A. Teixeira

El arte de la miniatura ritual entre los zapotecos sureños de Oaxaca, México | Elvia Francisca González Martínez

4 de julho | 16 às 18h

Um olhar sobre a arte indígena nas comunidades Samburá e Paiol de Barro na T. I. Xapecó | Cristiane Norberto, Márcia de Souza e Suzana Néres

Arte e estética indígena: Canela Ramkokamekrá no Maranhão | Ana Raquel da Silva Farias

Grafismo na Cestaria Kaingang: memória e educação indígena | Elaine Daniel Sales

O ensino das artes e a construção do currículo intercultural na perspectiva decolonial na Escola Estadual Indígena Wakõmẽkwa | Raquel Castilho Souza e Karyleilla Santos dos Andrade

ST 07 | Construcción del discurso narrativo contra-hegemónico, diálogo intercultural y epistemologías diversas

* El orden de presentación de los trabajos se acordará con cada uno de los ponentes en las respectivas sesiones.

3 de julho | 14 às 18h

Feminismo decolonial e a luta por direitos numa perspectiva intercultural | Lívia Gimenes Dias da Fonseca

Procesos de descolonización a partir de la “Experiencia de la Extrañeza” como una epistemología contra-hegemónica para transformaciones globales | Cornelia Giebeler

Descolonizando saberes: Um despertar com a terra no estudo de outras epistemologias | Aida Brandão Leal, Rafaela Werneck Arenari e Janaína Mariano César

A radical alteridade indígena com relação ao ocidente adulto e prosaico | Patrick Pardini

Indigeneidade e raciocínio geográfico: Uma sequência didática de resgate ancestral a partir do Corpo – Território | Nathalia Vieira da Silva

Gnosecidização e resistência dos Saberes Akrãtikatêjê no Vale do Tocantins-Araguaia: A experiência de um povo entre a violência e a autodeterminação | Ronnielle de Azevedo-Lopes e William Bruno Silva Araújo

Os saberes indígenas como complementares e fundamentais para a humanidade | Mirim Ju Yan Guarani

4 de julho | 8 às 12h

Novos olhares: produções fílmicas Guarani e oficinas extensionistas de audiovisual | Isabel Idiarte Bernardes, Isabel Idiarte Dargelio e Luísa Tombini Wittmann

Diálogos interculturais em “Todas as vezes que dissemos adeus” | Silvely Brandes

O discurso imperialista norte-americano em narrativa sobre a conversão de um povo indígena da Amazônia | Raimundo Nonato de Pádua Câncio

El discurso contra-hegemónico y el diálogo intercultural en el cine documental en América Latina (1960 – 1979) | Vicente Castellanos Cerda

Resistir e organizar: uma perspectiva xamânica | Stephanie Daher e Rene Eugenio Seifert

Colonialidade no cinema brasileiro da virada do século XX-XXI | Narciso Faustino Mendes

Videojuegos para la interculturalidad: una lectura decolonial de la representación del indígena en los videojuegos | Wilson Alberto Martinez Penagos

4 de julho | 14 às 18h

Povos indígenas e descolonização da psicologia | Brisana Índio do Brasil de Macêdo Silva e João Paulo Macedo

Ainda precisamos reivindicar o protagonismo indígena na Universidade | Maíra de Mello Silva

A política de austeridade do governo Temer aos povos indígenas | Maíra de Mello Silva e Julio Augusto Jesus Lopez

Diálogo Intercultural en el habitar la escuela | Tatiana Aguayo Vidal

Hurtos, robos y estafas. Las representaciones de la criminalidad en Manizales, Colombia. 1930-1936 | Mauricio López Noreña

5 de julho | 8 às 12h

El regreso del sujeto: los desafíos epistemológicos y metodológicos de las emociones | Victoria Isabela Corduneanu

El diálogo de ‘sordos’ investigadores y actores sociales. Códigos diversos encuentros y desencuentros | Haydee Quiroz Malca

Los procesos de adaptación de la mujer indígena Oaxaqueña que migra a la Ciudad de México, desde la Interculturalidad | Viridiana Lara Martínez

Diálogo entre “cristianos” subalternos y católicos hegemónicos en el México contemporáneo | Patricia Fortuny Loret de Mola

La horizontalidad, el dialogismo y la colaboración en la investigación social en el estudio de las dinámicas culturales y los procesos de identificación, con la niñez indígena | Kathia Núñez Patiño

Quién es el prójimo: indígena, subalterno, oprimido, pobre | Inés María de los Angeles Cornejo Portugal

Diálogos sobre el racismo: Narrativas de jóvenes afromexicanos de la Costa Chica de Oaxaca, México frente a una práctica invisibilizada | Maritza Urteaga Castro Pozo e Alejandra Ramírez López

ST 09 | Diálogos interdisciplinares de temas transversais à educação formal e informal nos espaços escolares e não escolares da Educação Indígena
4 de julho | 8 às 10h

Espaços de circulação e circunstâncias de comunicação entre os povos indígenas Wai-Wai da Aldeia Mapuera | Raimundo Nonato de Pádua Câncio e Anderson Carlos Elias Barbosa

A educação escolar indígena e a surdez: análise de uma realidade à luz da teoria histórico-cultural | Bárbara Almeida da Cunha e Eleny Brandão Cavalcante

Cultura e emoção: o papel da escola em um contexto multicultural | Riquelme Mella Enrique Hernan

A música e a Educação do povo Magüta | Jeane Colares da Silva Machado

4 de julho | 10 às 12h

Habilidades sociais em contextos educacionais dos povos indígenas da Amazônia brasileira | Irani Lauer Lellis

Possibilidade de formação de leitores no Rio Arapiuns: quais os efeitos de “levar a ler” em uma aldeia com pouca circulação literária e científica? | Luanna Cardoso Oliveira e Zair Henrique dos Santos

Saberes Tradicionais e Técnicas de Desenhos no processo de elaboração de material didático indígena | Altaci Corrêa Rubim e Célia Cristina Rossi

Repensando tendências educacionais: a produção de material educativo indígena e a construção de atribuição de sentidos | Lucilene Julia da Silva e Jovina Mafra dos Santos

4 de julho | 14 às 16h

La infancia que trabaja: reflexiones en torno a la escolarización de niñas y niños p’urhepecha | Ana María Méndez Puga, Irma Leticia Castro Valdovinos, Maria de Lourdes Vargas Garduño e Nelva Denise Flores Manzano

Educação, cultura e aprendizagem: contributos para a construção da etnopsicología matshiguenga de Mazokiato, Cuzco, Perú | Cástor Saldaña Sousa e Deny Kennedy Borda Pérez

Diálogos entre a educação e saberes indígenas: processos pedagógicos étnicos da cultura Sateré-Mawé na perspectiva da relação intercultural | Thelma Lima da Cunha Ramos

Otros conocimientos, otras prácticas y un mismo problema: algunos retos para una educación indígena y comunitária | Yolanda Jiménez Naranjo

4 de julho | 16 às 18h

Diálogo intercultural: organização escolar indígena e não indígena | Evanir Gomes dos Santos

A escola que queremos: resultados da prática de campo em uma comunidade indígena Tikuna da tríplice fronteira amazônica (Brasil, Peru e Colômbia) | Jarliane da Silva Ferreira, Gilse Elisa Rodrigues, Ismael da Silva Negreiros e Ismael Carlos Pereira

Educação diferenciada dos imigrantes indígenas Warao: uma proposta transterritorial em pedagogia de projetos | Marcos Vinícius da Costa Lima, Bárbara Andressa de Souza Balieiro, Jesus Desiderio Nunez Paredes, maria do Socorro da Silva, Núlcia Odeleia Costa Azevedo e Omar Jose Rodriguez Sinfontes

Educação escolar indígena no Amazonas e o direito ao currículo específico: um olhar sobre a política curricular da SEDUC/AM para as escolas indígenas do estado | Ana Paula Diniz e Jonise Nunes Santos

5 de julho | 8 às 10h

Cognições dos professores indígenas nas Escolas Parakanã sobre habilidades sociais e desempenho acadêmico | Antonia Lemos Braga Moraes

Professores e professoras indígenas e a sala de aula: a ênfase na cultura, língua materna e conhecimentos tradicionais | Andréia Maria Pereira

Formación inicial docente en La Araucanía: desafíos para su pertinencia social y cultural en contexto indígena | Gerardo Muñoz Troncoso, Ekaterina Legaz e Flavio Muñoz

O protagonismo dos Mbya Guarani professores nas escolas indígenas do território do litoral norte do Rio Grande do Sul | Josieli e Silva e Simone Valdete dos Santos

5 de julho | 10 às 12h

Os índios e os outros: um olhar sobre os brancos e a branquidade na formação de estudantes indígenas | Cláudia Pereira Antunes

O interfaceamento entre alfabetização e letramento digital: um estudo a partir da perspectiva de um indígena universitário | Iata Anderson Ferreira de Araújo, Elisete Maria Siqueira Ferreira e Karen Jaqueline Bentes

Curso de pedagogia intercultural indígena: tecendo discussões sobre currículo como enunciação cultural | Célia Aparecida Bettiol e Adria Simone Duarte de Souza

Promovendo cidadania e direitos humanos: Projeto de Apoio aos Estudantes Indígenas e Quilombolas da Universidade Federal do Pará | Maria Eunice Figueiredo Guedes, Leone Azevedo Gomes da Rocha, Camila Rodrigues e Rodrigues, Dhully Gleyce Souza Xarneiro, Eloisa Mendes Ferreira Freitas, Silviane Couto de Carvalho, Queila Aiona Cardoso Costa e Daniela farias da Cruz

Avaliação de habilidades sociais com estudantes indígenas em uma universidade pública | Janderson Mendes Monteiro, Beatriz Galúcio dos Santos e Tatiana Franco Florenzano

Habilidades Sociais na Pós-Graduação: Trajetória de uma estudante indígena no interior da Amazônia | Ana Hilguen Marinho Pereira, Adriane Lima da Silva Oliveira, Milany Santos de Carvalho e Núbia dos Santos Oliveira

ST 11 | Direitos indígenas, pós-modernidade e epistemologias decoloniais
3 de julho | 14 às 16h

O pluralismo jurídico e a autodeterminação dos povos indígenas | Melissa Volpato Curi

A urgência da Ecologia de Saberes para o desafio da descolonização da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas do Brasil | Sara Emanuela de Carvalho Mota, Mônica de Oliveira Nunes de Torrenté e João Arriscado Nunes

A inaplicabilidade do Artigo 231 da Constituição Brasileira: A falta de proteção às terras indígenas e aculturação dos índios do Médio Xingu com a construção da UHE de Belo Monte | Luiz Fernando de Oliveira, Roberta Carolyne Pereira Alexandre e Tércia Tabosa Ferreira

O Epistemicídio Indígena: a arquitetura do ataque europeu aos saberes indígenas | Paula Roberta Taveira Camargo

3 de julho | 16 às 18h

A Interculturalidade como possibilidade para a efetivação da garantia à territorialidade aos povos indígenas no Sistema Interamericano de Direitos Humanos | Raysa Antônia Alves Alves e Bruna Marques da Silva

“Sangue indígena: nenhuma gota a mais” – a questão territorial e as violações de Direitos dos povos indígenas: discursos, representações e resistências no contexto neoconservador brasileiro | Sandra Regina Alves Teixeira, Benedito Emilio da Silva Ribeiro e Angelo Rodrigues de Carvalho

Educação Escolar e Direitos Indígenas: uma revisão integrativa de teses e dissertações a partir da BDTD | Lucas Antunes Furtado

A demarcação de terras indígenas nos limites fronteiriços do Brasil com outros países Sul-Americanos: Uma análise jurídica e social | Adriana Aparecida dos Santos, Jemima Feitosa Bemvindo e Laryssah Beatriz Rodrigues Viana

4 de julho | 8 às 10h

El Respeto por los derechos y la identidad cultural de los pueblos aborígenes reconocidos y aún no contactados una nececidad a gritos desde la conquista, la colonia y la actualidade en Colombia | Franklin Meneses Sáchica

Inclusão ou Integração dos povos originários na Constituição da Bolívia? Outras reflexões sobre o pluralismo jurídico a partir da Pachamama e Sumak Kawsay | Karina Almeida Guimarães Pinhão

Os limites da inimputabilidade indígena: Conflitos entre a liberdade cultural e o Direito Penal Brasileiro | Karen Cristine Saraiva de Sousa e Luiz Fernando de Oliveira

A Criminologia Decolonial: Abordagens históricas e problemas epistemológicos | Maria Ester Piva

4 de julho | 10 às 12h

Representação e auto-representação indígena na literatura brasileira | Tiago Hermano Breunig

A Teoria do Marco Temporal e seus reflexos nas decisões dos Tribunais Regionais Federais acerca da demarcação de terras indígenas | Sayuri Fujishima e Richelly de Nazaré Lima da Costa

Tutela estatal sobre os Direitos dos Povos Indígenas: Uma perspectiva a partir da Constituição Federal de 1988 | Tatiana dos Santos Gomes-Franca, Weverton Douglas Spineli e Brunno Fernando de Sousa Batista

Deserção cultural indígena no Brasil: Obstáculos e desafios a partir da égide constitucional | Guilherme Traesel e Vanderleia Matos Costa

4 de julho | 14 às 16h

Entre eras de ouro e ruínas perdidas: O racismo epistêmico e o discurso de degeneração nas raízes da periodização cronológica mesoamericana | Diogo de Lima Saraiva

Povos indígenas e direitos humanos: Luta por reconhecimento | Celiane Borges Cavalcante, Rosani Moreira Leitão, Roberta Caiado de Castro Oliveir e Fernando Antonio de Carvalho Dantas

Entre o ócio e o trabalho urbano: O Direito do Trabalho Indígena | Eva Cristina Franco Rosa dos Santos

Princípio Constitucional da Ecodignidade Pluralista: Breve Introdução aos Caracteres do processo de Etnodemocratização | Antonio Armando Ulian do Lago Albuquerque

4 de julho | 16 às 18h

Povos Indígenas e Ética em Pesquisa: (re) discutindo o poder tutelar | Eliene Rodrigues Putira Sacuena

Diálogos de saberes e elementos para a sustentabilidade: Planejamento participativo de Gestão das Paisagens em Território Indígena Potiguar | Jacqueline Cunha de Vasconcelos Martins e Edson Vicente da Silva

Direito Consuetudinário dos Povos Indígenas e Pluralismo Jurídico: a questão do direito à educação escolar indígena no Estado do Pará  | Eliete de Jesus Bararuá Solano

Pueblos Indígenas, DD.HH y Estado | Alzogaray Diana e Maciel Florencia

5 de julho | 8 às 10h

Estudo comparado de jurisprudências em conflitos entre povos indígenas e empreendimentos econômicos: dos conflitos com a Vale S/A no Maranhão às decisões no Sistema Interamericano de Direitos Humanos | Ruan Didier Bruzaca

Educação Superior Indígena na Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa): um olhar pedagógico Pós-Colonial a partir das perspectivas Inter e Multicultural | Terezinha do Socorro Lira Pereira e Tania Suely Azevedo Brasileiro

Direitos humanos, cidadania e a questão indígena | Débora Vogel da Silveira Dutra

Associativismo Indígena: A experiência dos Xakriabá de Minas Gerais | Suzana Alves Escobar e Ana Maria Rabelo Gomes

5 de julho | 10 às 12h

O laudo antropológico emancipatório como ferramenta jurídica na garantia da autonomia de povos indígenas: estudo de caso na Comarca de Alto Alegre, RR, Brasil | Sandra Rodrigues e Silva e Elionete de Castro Garzoni

A imagem do Índio no Brasi: o direito a uma Nova História | Luiz Filipi da Silva Galvão

Observação dos princípios da igualdade e da proteção legal na demarcação das terras indígenas | Graziele Galdino dos Santos e Martha Araújo Alencar Brandão do Vale

Políticas Públicas de Saúde Indígena no Brasil e suas garantias jurídicas | Karoliny Monteiro Lima Ferreiral e Matheus Santana

ST 13 | Educação, escola e crianças indígenas: apropriações, re-existências e contradições
3 de julho | 14 às 16h

Escola e Educação Escolar Indígena: um projeto pensado e elaborado por protagonistas indígenas | Jefferson Gabriel Domingues e Rosângela Célia Faustino

A escola autônoma dos Mbyá-Guarani no Litoral Norte do Rio Grande do Sul: um movimento de retomada de área e pela legitimação dos saberes tradicionais | Maria Cristina Schefer e José Carlos Venâncio

O povo Apyãwa (Tapirapé) e sua luta por uma Educação Bilíngue Intercultural | Gilson Ipaxi’awyga Tapirapé

A prática docente Guarani Mbya: liderança, engajamento e luta | Janaína Aline dos Santos e Souza

3 de julho | 16 às 18h

A escola como direito e estratégia de luta e de resistência do povo Apyãwa (Tapirapé) | Iranildo Arowaxeo’i Tapirapé

A educação escolar indígena no Brasil: desafios do programa saberes indígenas na escola | Josiane Gonçalves, Rita de Cassia Alves, Arieli Gonsalves dos Santos Knop e Rosângela Célia Faustino

Lutas na/para a Educação Escolar Indígena do Espírito Santo | Ozirlei Teresa Marcilino

Decorrências escolares nas aldeias dos Xikrin do Bacajá | Camila Boldrin Beltrame

4 de julho | 8 às 10h

Escola indígena e o reencantamento do mundo: pedagogias transversais entre os Tuxá de Rodelas – BA | Leandro Marques Durazzo e José Glebson Vieira

Escola Kaingang: será ela especifica e diferencia? | Bruno Ferreira

Myryky: casa de aprendizagem, apropriações e re-existências | Mário Ihamao, Antonio Penuta e Elani dos Anjos Lobato

Entre saberes, experiências educacionais e escolares dos povos indígenas em Alagoas | Angela Maria Araújo Leite

4 de julho | 10 às 12h

A educação escolar indígena Karitiana e sua participação no processo de licenciamento das hidrelétricas do Madeira | Adriana Francisca de medeiros, Adnilson de Almeida Silva e Simone Ferreira de Athayde

Niñas y niños indígenas: ideas en tensión en el marco de propuestas educativas propias que surgen en la ciudad | Olga Lucía Reyes Ramírez

Debates e desafios da educação escolar infantil kaingang | Josias Loureiro de Mello e Maria Aparecida Bargamaschi

I’ãwaegü na educação infantil: as contradições e imposições de “fora” em uma Escola Indígena Tikuna de Benjamin Constant, Amazonas | Paula Tomé Mendes, Ismael da Silva Negreiros e Maria Francisca Nunes de Souza

4 de julho | 14 às 16h

A escola na aldeia: narrativas orais de Mẽbêngôkre Gorotire | Leni Barbosa Feitosa e Idemar Vizolli

A criança Guarani e a educação escolar infantil indígena na aldeia Krukutu | Edna Ferreira

Discussão e construção de currículo nas escolas indígenas dos povos da Região do Tapajós-Arapiuns – Amazônia – Brasil | Claudio Emidio-Silva, Rita de Cassia Almeida-Silva e Maria Lucia Martins Pedrosa Marra

Transversalidade, interdisciplinaridade e multidimensionalidade na construção curricular indígena: reflexões com base em contribuições da Educação Ambiental | Beatriz Osorio Stumpf e Denise Rosa Wolf

4 de julho | 16 às 18h

Desafios da alfabetização da criança Xavante na educação intercultural: um estudo de caso da Escola Adão Toptiro, localizado na Aldeia Abelhinha/Terra Indígena Sangradouro/Mato Grosso | Isabel Teresa Cristina Taukane, januário Tseredzaro ‘Ruri’ô e Lucas ‘Ruri’ô

Oportunidades para la constitución subjetiva de la niñez indígena: investigación comprometida con la nueva territorialización del cuerpo-sujeto en un contexto urbano | Ebelyn Andrea González Vargas

Filiación Territorio – Escuela – Familia: Astrolabios en la educación de la primera infancia Achagua y Piapoco en el departamento del Meta – Colombia | Martha Janneth Ibáñez Pacheco e Leidy Paola Riveros Espinosa

O lúdico e a importância da educação escolar diferenciada no contexto das aldeias do litoral sul de São Paulo na atualidade | Debora Dionisio

5 de julho | 8 às 10h

Prácticas de crianza, costumbres y expresiones culturales de los pueblos indígenas de Colombia: un acercamiento desde los contenidos del Portal Maguaré | Diana Carolina Gamboa Gamba

Educação Indígena, Educação Escolar Indígena e tecnologias da informação | Lilian Patté dos Santos Lemos

Praticas e Aprendizagem da Língua Xoklegn/Laklano no contexto da criança indígena | Margarete Vaecome Patté

Ensino de língua na escola indígena: como lidar com os empréstimos e criações endógenas de crianças Kaingang | Fabiana Alencar da Silva e Gean Nunes Damulakis

5 de julho | 10 às 12h

Nemongaraí: princípios educativos de conexão espiritual na nomeação da criança guarani | Ana Luisa Teixeira de Menezes

Identidade e interculturalidade: das experiências da Tekoha Sombrerito à Licenciatura Intercultural Teko Arandu | Joselaine Dias de Lima, Dalila Tavares Garcia e Luiz Felipe Rodrigues

Kaakape Makuusipi: a formação de professores através da ação saberes indígenas na escola em Roraima | Catarina Janira Padilha, Denis Viana de Souza, Marilene Alves Fernandes e Roseli Bernardo Silva

Los retos de la etnoeducación universitaria en la formación de maestros indígenas | Cristina Simmonds

ST 15 | Epistemologías diversas: corporalidades, sanación y entornos sociales
4 de julho | 8 às 10h

Poblaciones indígenas amazónicas del Ecuador, su situación, cambios y derechos reflejados en su fecundidad | Rosa Victoria Salinas Castro e Laura Rodríguez Wong

Conhecimentos em contraste: obstetrícia, mulheres indígenas e o cuidado ao parto | Tamires Machado Moreira, Elizangela da Silva Costa, Danielle Ichickura e José Miguel Nieto Olivar

Plantas que facilitan el parto y recomponen el cuerpo en el sur peruano | Yeny Cereceda Espinoza

Visiones, saberes y prácticas curativas de las parteras tradicionales mayas-yucatecas. Un estudio de caso sobre la esterilidad femenina | Azalia Pintado González

4 de julho | 10 às 12h

Mapeo de las políticas de salud intercultural en Suramérica: “Todos somos diferentes. La igualdad se construye” | Juan Bacigalupo, Francisco Armada, Felix Rigoli e Isabel Iturria Caamaño

Desdobrar do mundo, plenitude do corpo: perspectiva e percepção Guarani-Mbya | Guilherme Augusto Gomes Martins

Uwach Uq’ij, Q’ij Alaxik: calendário maya, concepção de pessoa e “enfermidade cultural” na Guatemala contemporânea | Thiago José Bezerra Cavalcanti

La sanación del espíritu. Curanderos del Centro de Veracruz, México | Yuribia Velázquez Galindo

4 de julho | 14 às 16h

Saberes tradicionais ticuna: corpo, doenças e práticas de cura | José Fernandes Mendonça e Marília Lopes da Costa Facó Soares

Karuwaras, natureza e saúde: a fabricação do corpo na “festa da menina moça” entre os Tenetehar-Tembé | Uarley Iran Peixoto da Silva, Ana Victoria Santos da Costa e Vanderlúcia da Silva Ponte

El mal que a todos hace iguales y dhiman talab en comunidades de la Huasteca potosina | Minerva López Millán

Etnopercepcion y sistemas de clasificación indígenas en el uso medicinal de aguas y fangos medicinales en el Sur Andino: terapéutica comunitaria y potencialidades sanadoras de las aguas y barros del Desierto de Atacama | Angélica Cruz Concha e Bosco Gonzalez Jimenez

4 de julho | 16 às 18h

Quwimura: diagnóstico y curación con cuy en el Cuzco | Vicente Torres Lezama

Seguindo os fios de Ariadne: uma etnografia sobre as narrativas de indígenas Guarani e Kaiowá em seus itinerários pelas redes do SUS | Jéssica Camile Felipe Tivirolli e Esmael Alves de Oliveira

La epilepsia y la locura entre los Tsotsiles de Chenalhó, Chiapas: Un campo en disputa entre la religión y el Estado | Víctor Manuel Márquez Padreñan

Memórias de adoecimentos, curas e territorializações: um estudo do colonialismo vivido pelo Povo Fulni-ô no campo da saúde | Liliane Cunha de Souza

5 de julho | 8 às 10h

A desterritorialização do nascimento como estratégia de genocídio | Juliana Floriano Toledo Watson

As rodas de conversa sobre saúde dos povos indígenas: construção de universitários indígenas e docentes da UFSCAR | Cecilia Malvezzi, Karla Caroline Teixeira, Vandicley Pereira Bezerra e Willian Fernandes Luna

ST 17 | Gobierno de los recursos naturales y procesos de comunalización/descomunalización en los pueblos indígenas, siglos XIX-XXI
3 de julho | 14 às 16h

Sesión 1: Cambios legislativos y políticas de gobernanza de los recursos naturales: resistencias y lógicas de reapropiación por los pueblos

As consequências da Lei de Terras (1850) sobre o ordenamento jurídico/territorial indígena na Província de Minas (1850-1911) | Izabel Missagia

Transformaciones y tensiones en las concepciones liberales y comunalistas de la tierra del siglo XIX y sus ironías en la disputa por el control territorial en el neoliberalismo del siglo XXI | Salvador Aquino Centeno

A demarcação de terras indígenas e o Serviço Florestal no Rio Grande do Sul | Cíntia Régia Rodrigues

Formação de uma agenda indígena no Ministério do Meio Ambiente: A administração da diferença e os limites das políticas ambientais | Rodrigo Augusto Lima de Medeiros

Dispositivos para la expropiación territorial: a propósito del avance de la producción forestal en la Patagonia argentina | Valeria Iñigo Carrera

3 de julho | 16 às 18h

Sesión 2: Conflictos y mediaciones por el control de los recursos naturales de los pueblos

Aldeamento do Mutum (1859-1889): disputas e negociações em torno dos territórios e territorialidades indígenas no rio Doce | Tatiana Gonçalves de Oliveira

Pueblos indios en pos de los recursos naturales en el siglo XIX de Oaxaca. Los Valles centrales, 1856-1915 | Antonio Escobar Ohmstede

Território Kokjama: Luta, política es resistência indígena na fronteira Brasil/Perú | Elizângela Lopes, Ismael da Silva Negreiros e Márcia Ribeiro da Silva

Jujuy verde: extractivismo, pachamamismo y disputas territoriales en Jujuy, Argentina | Guillermina Espósito

4 de julho | 8 às 10h

Sesión 3: Pueblos y comunidades ante los mercados de tierras y de recursos naturales

Conflicto y mediación. Convenios por el bosque entre pueblos y particulares. La cuenca alta del río Magdalena, CDMX, México. 1850-1910 | Romana Falcón

La comercialización de la tierra en el suroeste tlaxcalteca, 1856-1880 | Leonardo Chávez Miranda

Formalización de los derechos agrarios y transferencias de la tierra: diversidad de las practicas formales e informales a más de 20 años del procede en ejidos del estado de Tlaxcala | Celine Boué, Emmanuelle Bouquet e Eric Léonard

Reforma legal, privatización de los derechos de propiedad y disolución de la organización ejidal en una zona de agricultura comercial. Calpulalpan, estado de Hidalgo, México, 1990-2018 | Eric Léonard e Mathilde Mitaut

ST 19 | Historia Indígena y Archivos: trayectorias, materialidades, debates
3 de julho | 14 às 16h

Glosas Croniquenses: El mundo andino en lenguas nativas y castellano | Lydia Fossa

Formação das famílias linguísticas no encontro colonial | Laísa Tossin

Registros de población coloniales: representación, interculturalidad y patrimonio | Xochitl Inostroza

“Por ser a mais guerreyra que há, e tão vallente que morrem com as armas na mão sem se entregar a prizão senão quazi mortos”: registros de Resistências Indígenas na Bahia do século XVIII | Libania da Silva Santos e Savio Queiroz Lima

3 de julho | 16 às 18h

Estudo comparativo da formação e resistência dos aldeamentos indígenas no Brasil e dos povoados originários nos Andes Meridionais (séculos XVIII e XIX) | Marcio Marchioro

Os Charruas na fronteira Brasil Uruguay e a resistência através do tempo: luta e invisibilidade | Carlos Alberto Xavier Garcia, Maria Luiza Garcez de Souza, Néstor Bohdan e Glécio dos Santos Rodrigues

Mujeres andinas y reproducción de labores domésticas en centros de madres en los pueblos del interior de Arica, a mediados del siglo XX | Shirley Samit Oroz e Cristhian Cerna

As marcas da colonização na América Latina: violência contra os povos nativos | Karolinne Krízia da Silva Ferreira

4 de julho | 8 às 10h

De fragmentos ditos e escritos: uma etnografia histórica do processo de (re)territorialização Tupi Guarani | Vladimir Bertapeli

Os povos indígenas da Baixada Maranhense: entre arquivos e memórias não arquivadas | Josinelma Ferreira Rolande Bogéa

Valores e memórias em documentos sobre índios Tapuia Paicu do RN ao longo de cinco séculos (de 1680 a 2018) | Maria Mônica de Freitas e Gilton Sampaio de Souza e Gilton Sampaio de Souza

A conquista do povo indígena Xakriabá no norte de Minas Gerais: a terra dos indígenas, do Sr. São João e da Princesa Santa Isabel | Suzana Alves Escobar e Ana Maria Rabelo Gomes

4 de julho | 10 às 12h

El arte rupestre histórico como soporte de memoria y fuente documental para el estudio del pasado prehispánico y colonial de los pueblos indígenas del Norte grande de Chile | Bosco Gonzalez Jimenez

Materialidades del pasado y resignificaciones actuales en la provincia de La Pampa, Argentina | Mónica Berón, Ana María Domínguez Rosas, Maria Inés Canuhé, Pedro Coria y Ayelén Di Biase

Imágenes como resguardo de la memoria, de la historia. Los Pueblos Originarios de Pampa Patagonia en archivo | Sonia Liliana Ivanoff e Verónica Silvia Peralta

Martín Chambi y su mirada a los mapuche | Teresa Vergara Ormeño e Xochitl Inostroza

4 de julho | 14 às 16h

Uma ponta de flecha em bico de pena: a construção da representação indígena a partir da revista do instituto histórico e geográfico brasileiro (1839-1843) | Túlio Botelho Moreira de Castro e Elaine Leonara de Vargas Sodre

Arquivos e acervos etnográficos Xetá: uma biografia institucional | Lilianny Rodriguez Barreto dos Passos

O acervo do CEDOC Antônio Brand e a História Indígena em Mato Grosso do Sul | Lenir Gomes Ximenes e Eva Maria Luiz Ferreira

Histórias ameríndias em microfilmes: o acervo do Serviço de Proteção aos Índios entre discursos, silêncios e r-existências na Amazônia (1910-1967) | Benedito Emílio da Silva Ribeiro, Maria Roseane Corrêa Pinto Lima e Vanderlúcia da Silva Ponte

4 de julho | 16 às 18h

Povos Indígenas, Ditadura e Arquivo – o Relatório Figueiredo como fonte para História Indígena | Jane Felipe Beltrão

Narrativas indígenas em três contextos históricos: Termos de Inquirição (1968), discursos na Constituinte (1987) e depoimentos na Comissão Nacional da Verdade (2014) | Manuella Sales Rodrigues e Cristiane de Assis Portela

De los archivos de los pueblos de Yucatán a las colecciones de bibliotecas nacionales e internacionales: itinerarios de los textos coloniales escritos en lengua maya | Caroline Cunill 

Las tramas de mi archivo: papeles, imágenes y personas anudadas a lo largo de un derrotero de investigación en torno a pueblos indígenas | Lorena Beatriz Rodríguez

5 de julho | 8 às 10h

A educação como ferramenta de conquista e dominação dos autóctones do Brasil | Elisangela Castedo Maria do Nascimento e Heitor de Queiroz Medeiros

Acervo histórico e pesquisas científicas sobre povos indígenas brasileiros: estudo de caso do Centro de Documentação Indígena (CDI) do Instituto Religioso Missionários da Consolata, Roraima, Brasil | Elionete de Castro Garzoni, Esther Tello Ferrer e Marcos Maciel Lima Cunha

Os Xavante e sua historia pelos olhares de Bartolomeu Giaccaria e Adalberto Heide | Luilton Sebastiao Lebre Pouso da Silva

Arquivos e memórias do indigenismo de fundo religioso no Brasil – dos anos 1960 a atualidade | Diego Omar da Silveira

ST 21 | Indígenas en contextos urbanos latinoamericanos y caribenhos
4 de julho | 10 às 12h

La facilidad compartida hacia el mixteco por sus hablantes y la transmisión de la lengua en colonias de la ciudad de Ensenada, Baja California | Eyder Gabriel Sima Lozano e Lilian Chantal Orozco Rodríguez

La producción de ngtram significativos en las ciudades de la costa y valle de la provincia de Chubut: contar la violencia, el despojo y la migración entre los mapuche-tehuelche urbanos | Valentina Stella

Migración, educación y prácticas alimenticias: entre la resistencia y la asimilación | Mercedes Araceli Ramírez Benítez

La migración forzada indígena y la vulneración del derecho a la identidad cultural en contextos de sustracción internacional de menores | Camila Ignacia Espinoza Almonacid

4 de julho | 14 às 16h

Mujeres indígenas en situación de prostitución: historias de vulnerabilidad en la periferia de San Cristóbal, Chiapas | Susana Flores López

Investigar con mujeres jóvenes indígenas: diálogos y desafíos del trabajo de campo | Grupo de Colegas Antropólogas y Etnomusicólogas – FFyL – UBA

A cartografia social como ferramenta metodológica para afirmação de direitos indígenas em contextos urbanos | Gercidio Junior Valeriano Pereira e Marina Schkolnick Soares Leite

Kuarika Naruki! Estratégias de luta e resistência Warao | Joelma Cristina Parente Monteiro Alencar e Julia Cleide Teixeira de Miranda

4 de julho | 16 às 18h

Indígenas em Manaus: condições de vida e contradições na cidade | Norma Maria Bentes de Sousa

Reconfiguraciones de la identidad indígena en la ciudad. El caso de la comunidad Nasa en Cali | Waldor Federico Botero Arias e Fernando Urrea-Giraldo

O processo de desterritorialização do povo indígena no Estado do Ceará (POSTER) | Natanael Nogueira do Nascimento

Programa Bolsa Família e famílias indígenas periurbanas no Alto Rio Negro/AM: contribuições para a saúde de crianças e adolescentes indígenas (POSTER) | Hamyla Elizabeth da Silva Trindade, Rosana Cristina Pereira Parente e Ana Lúcia de Moura Pontes

ST 23 | Invisibilidades impostas: o caso dos povos indígenas isolados no Brasil
3 de julho | 14 às 18h

Ameaças e vulnerabilidades: contexto regional na América do Sul | Fabrício Amorim

Povos indígenas em isolamento e contato inicial na Pan Amazônia – armadilhas do desenvolvimento | Antenor Vaz

Tensões e disputas na salvaguarda de povos em isolamento voluntário | Amanda Villa Pereira

Participação política dos povos indígenas: autonomia e representatividade | Anderson Vinicius Nunes de Lima e Paulo Ricardo Sampaio de Sousa

Retos para la delimitación territorial del pueblo indígena Mashco Piro en Madre de Dios (Perú) | Luis Felipe Torres Espinoza

Dinâmicas territoriais e políticas transfronteiriças: breve panorama sobre a situação da população indígena isolada Mashco na fronteira Brasil-Peru | Maria Emília Coelho

4 de julho | 8 às 12h

A presença de povos isolados no Brasil | Clarisse Jabur

Língua, Cultura e Identidade: refletindo sobre o caso dos povos em isolamento voluntário nas florestas do Brasil | Ana Suelly Arruda Câmara Cabral

A dádiva no Corumbiara – um breve estudo das relações de troca entre dois grupos recém-contactados da TI Rio Omerê | Luciana Keller Tavares

Frentes de Proteção Etnoambiental da FUNAI/CGIIRC: atuação imprescindível para a garantia da promoção dos direitos dos povos isolados no Brasil | Tarcísio da Silva Santos Júnior, Elias dos Santos Bigio, Jair Catabriga Candor e Altair Algayer

Referência de isolados em território tapayuna | Daniela Batista de Lima

Aspectos sobre a cultura material do povo Akuntsú | Carolina Coelho Aragon e Luciana Keller Tavares

4 de julho | 14 às 18h

A política indigenista oficial e as perspectivas indígenas, o caso do Vale do Javari | Beatriz de Almeida Matos

A caminho dos grandes rios: transformações míticas sobre o isolamento num mundo em colapso | Karen Shiratori

Isolamento é sinônimo de mistura: fragmentos da vida Hi Merimã | Miguel Aparicio

Yanomami isolados: a inteligência geográfica dos Moxihatetema com base em técnicas de sensoriamento remoto | Maurice Seiji Tomioka Nilsson

Investigações, indagações e pistas acerca de um modo de fazer prevalecer o desejo de serem os Awá-Guajá deixados em paz | Renata Otto Diniz

Autonomia, vulnerabilidade e resistência: o caso da Terra Indígena Araribóia, no Maranhão | Leonardo Lenin Covezzi do Val dos Santos

ST 25 | Las alternativas de la resistencia indígena: la lucha está en lo cotidiano
4 de julho | 14 às 18h

Resistências indígenas nos sertões do Araguaia-Tocantins (século XIX) | Laécio Rocha de Sena

Sistema de nomeação do Povo Xokleng | Vilma Patté

Iniciação Feminina Tentehar: O Ritual do Uhá | Diego Borges da Silva e Maria José Ribeiro de Sá

Minhas crenças, minha religião | Anderson Rodrigo Kluge

Resistencia comunitaria desde la cotidianidad: Casos de los zapotecos en la Sierra Juárez de Oaxaca | Norihisa Arai

A problemática dos parâmetros de qualidade dos projetos sociais de habitação, o Morar Indígena e as técnicas construtivas: estudo de caso Pataxó Hã-hã-hãe e Xakriabá | Eduarda Monti Silva, Gabriela Resende Coelho e Jhade Iane Cunha Vimieiro

O manakô dos Madiha: troca e resistência cultural | Aline Alcarde Balestra

Vivir Resistiendo: El Uso de la Lengua, la Medicina y la Vestimenta Propia como Muestra de Resistencia | Giovanna Maria Aldana Barahona

Textiles mayas tzeltales como testimonio de resistencia y lucha, e instrumento intermediario entre las comunidades tzeltales y otros mundos: creando un diseño hacia, para, entre y con la comunidad | Zita Carolina González Guzmán, Raquel Gomes Noronha e Martina Ahlert

A Medicina Tradicional Krahô da Aldeia Takaywrá: a cura do corpo e da alma feminina e o Pensamento Pós-Colonial | Marília Ribeiro de Sousa Põkwýj Krahô, Giancarlo Marinho Costa, Thelma Mendes Pontes e Gabriel Vargas Zanatta

5 de julho | 8 às 12h

Quando as línguas se fazem território nas aulas de língua e cultura dos Guarani Mbyá | Ana Lúcia Liberato Tettamanzy, Luciene Rivoire e Bárbara Schmitt Numer

Política linguística Tapirapé: conflitos e resistência | Themis Nunes da Rocha Bruno

Argumentación, discurso, y consenso en las asambleas indígenas, alternativas de resistencia: el caso del Norte del Cauca colombiano | Ronald Yonny González Medina

La artesanía indígena como estrategia de resistência | Ámbar Varela Matute

Da beleza do mundo invisível Huni Kuin ao Mahku – Movimento dos Artistas Huni Kuin: “colocando no sentido” e “materializando” as relações entre mundos | Paloma de Melo Henrique, Nidiane Saldanha Perdomo e Iuri Estigarribia da Silva

Las Miradas a la Resistencia: Aplicación y Uso de Herramientas Audiovisuales en la Investigación de las Resistencias Indígenas | Alfredo Sánchez Carballo

La configuración del discurso contra-hegemónico en el cine documental boliviano: Experiencias y clivajes en la construcción de la representación de lo indígena | Diego Augusto Salgado Bautista

Cinema Vemeuxá, O nosso jeito de fazer cinema | Gilmar Galache

Ficción documental, una propuesta para llevar a la pantalla relatos con la voz preponderante de sus protagonistas reales: Experiencia de producción cinematográfica con el pueblo originario wayuu | Ana Camila Jaramillo e Erlin Van-Grieken

História, Memória e Colonialidade: O audiovisual Guarani como forma de resistência na contemporaneidade | Stéfani Dias Leite

ST 27 | Liderazgos indígenas en zonas de frontera latino-americanas, siglos XVI-XX
3 de julho | 14 às 16h

Gobernadores indios en Nueva Vizcaya: ¿autoridades coloniales e intermediarios entre ‘gentiles’?Chantal Cramaussel Valet (El Colegio de Michoacán, México)

Guerra, ritual y política en la Sierra del Nayar (México): reflexiones en torno a la figura del líder militar cora desde la larga duración (1722-1880) | Regina Lira Larios (UNAM, México)

Jefe Ojos Colorados. Formas de convivencia en los asentamientos de paz en el noroeste de la Nueva Vizcaya 1790-1830 | Clementina Campos Reyes (El Colegio de Michoacán, México)

3 de julho | 16 às 18h

Entre la negociación y la rebelión: los liderazgos de indígenas ópatas en la frontera noroeste de México (1820-1840) | José Marcos Medina Bustos (El Colegio de Sonora, México)

Los liderazgos indígenas pueblos en Nuevo México durante el periodo mexicano, 1821-1846 | Martin González de la Vara (El Colegio de Michoacán, México)

Liderazgo indígena en una región autónoma en guerra: los líderes cruzoob y sus estrategias frente a ingleses y yucatecosHilda del Carmen Landrove Torres (UNAM, México)

4 de julho | 8 às 10h

La pluma azul en la ventana. La trayectoria política del cacique Lorenzo Calpisqui y la “araucanización” de las pampas (segunda mitad del siglo XVIII) | María Eugenia Alemano (CONICET – Universidad de Buenos Aires, Argentina)

La importancia del accionar de los caciques pehuenches en las negociaciones interétnicas en la frontera de Mendoza, desde fines del siglo XVIII hasta principios del siglo XIX | Luciana Fernández (Universidad Nacional de Luján, Argentina)

Líderes indígenas en el pago de Luján: estrategias comunicativas, comercio y diplomacia en la Frontera Sur Bonaerense (fines del siglo XVIII y principios del siglo XIX) | Eugenia Néspolo e Yésica García (Universidad Nacional de Luján, Argentina)

4 de julho | 10 às 12h

Colaboracionismo v/s resistencia a través del exterminio de los Kolüpi, 1850-1873 | Cristián Perucci González (Universidad de la Frontera, Chile)

La diplomacia en “tierra adentro”: la gestión de los cacicazgos indígenas en Pampas y Norpatagonia, 1850-1870 | Ingrid de Jong (CONICET – Universidad de Buenos Aires – UNLP, Argentina)

Las cartas también son las armas: usos del vocabulario político iberoamericano por caciques ranqueles y salineros. Argentina, 1852-1885 | Gabriel Passetti (Universidad Federal Fluminense, Brasil)

4 de julho | 14 às 16h

Mediadores e lideranças indígenas nas Minas Gerais Oitocentistas |Izabel Missagia de Mattos (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Brasil)

Liderazgo indígena y orden liberal en los Llanos de Mojos (Amazonía boliviana, 1842-1870s) | Anna Guiteras Mombiola (Universidad Pompeu Fabra, España)

Indios no Rio: diplomacia como estratégia política de lideranças indígenas | Ana Paula da Silva e José Ribamar Bessa Freire (Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Brasil)

Almir Narayamonga Surui: uma liderença indígena reconhecida internacionalmente | Zeus Moreno Romero (Universidade Estadual do Paraná, Brasil)

ST 29 | Memórias Indígenas: silêncios, esquecimentos, impunidade e reivindicação de direitos e acesso à justiça
3 de julho | 14 às 16h

Memorias y derechos al territorio: aproximaciones etnográficas al proceso de “devolución” de La Casona (Córdoba, Argentina) |José María Bompadre

Anudamientos significativos en la recreación colectiva de la memoria qom | Lorena Cardin

Consolidando la Justicia Transicional: voces, silencios y verdades de las mujeres indígenas en Colombia (2005-2016) | Mónica N. Acosta García

“Paridos por la tierra”: territorialización de la memoria del pueblo indígena Nasa en Caloto (Cauca, Colombia) | Sandra Carolina Portela Garcia

3 de julho | 16 às 18h

Memórias de resistência | Silvia Soriano Hernández

Restituídos de voz: histórias e memórias indígenas do aviamento no rio Negro | Márcio Meira

O pêndulo Guarani: território, memória e história no Tekoha Apyka’i | Bruno Martins Morais

O caminho da terra: os Pataxó do sul da Bahia e o Fogo de 51 | Daniella Mudesto Rosa São Thiago

4 de julho | 8 às 10h

“Nem cabelo liso você tem”: uma análise sobre os estereótipos em relação ao povo Tupinambá da Aldeia Serra do Padeiro | Jéssica Silva de Quadros

Las alianzas políticas en contextos de violencia | Ana Margarita Ramos

O não silêncio de Paiaré: Memória e luta pelo território | Ribamar Ribeiro Junior

Memórias Charrúas en Uruguay: reflexiones sobre reemergencia indígena desde una investigación colaborativa | Mariela Eva Rodríguez

4 de julho | 10 às 12h

Casa do Índio: uma história dos saberes e práticas sobre a doença mental entre indígenas na Ditadura Empresarial-Militar | André Luís de Oliveira de Sant’Anna

A casa de reza (Opy) como ‘’Lugar de Memória’’ dos povos indígenas guaranis | Matheus Santos da Silva

Imagen y memoria: acompañamiento al proceso de restitución de tierras de la comunidad de Santa Rosa (Riohacha) | Carlos Eduardo Villalba Gómez e Esteban Vivas

ST 31 | Memórias, biografias e autobiografias indígenas: reflexões
3 de julho | 14 às 18h

Fragmentos de “Antropologia”: memórias de um “fazedor-de-antropologia” Ayoreo | Leif Grunewald

Contato, memória e histórias de vida: as narrativas autobiográficas de três intérpretes indígenas | Luana Machado de Almeida

Relatos de la vida de un referente y artesano indígena de la comunidad Dalaxaic’ Na’ Ac’, La Plata. Reflexiones en torno a las historias de vida | Nadia Voscoboinik, Laura Aragon e Hugo Cardozo

A história que ele me contou. O caminho aberto por seu Calixto Francelino | Carolina Perini

As memórias e os tempos: o retorno aos dados, a etnografia e sua dimensão política | Edmundo Antonio Peggion

Narrativas de luta por terras e direito: construindo memória e história com povos indígenas | Jurema Machado

4 de julho | 8 às 12h

Galdino Vive! | Rafael Xucuru Kariri (Carlos Rafael da Silva)

El Diario del historiador indígena Domingo de San Antón Muñón Chimalpáin: testimonio autobiográfico de una vida transcurrida en la Ciudad de México, 1577-1615 | Gabriel Kenrick Kruell

Eliane Potiguara: a voz da mulher indígena na literatura | Mirthis Elizabeth Costa do Nascimento

Um mundo em movimento:  trajetórias sociais de lideranças Tupi Kagwahiva (Entre uma “liderança de qualidade”, uma “liderança em formação” e uma “liderança reconhecida”) | Jordeanes do Nascimento Araújo

Liderança e política: a trajetória de Pedro Mendes Ticuna | Hugo Ciavatta

Como nasce uma guerreira: trajetória de vida de Luana Kumaruara | Luana da Silva Cardoso e Luana Lazzeri Arantes

5 de julho | 8 às 12h

Notas sobre “rexistência”: memórias e esquecimentos de um cacique tupi guarani | Amanda Cristina Danaga

Da Zona Sul da Capital (SP), a palavra guarani e suas transformações | Paulo Victor Lisbôa

Chaguanca, chorota, mataca: sangre y mundos entreverados en una historia de vida | Sonia Elizabeth Sarra

Transbordando silenciamentos: autoetnografias e (re)memória em Heart Berries: a memoir (2018), de Terese Marie Mailhot e Metade cara, metade máscara (2004), de Eliane Potiguara | Fernanda Vieira de Sant’Anna

(Auto)biografia, analogias e parentesco entre os Baniwa | João Jackson Bezerra Vianna

É possível falar em biografias indígenas? | Mariana C. A Petroni

ST 33 | Morfología y sintaxis de lenguas indígenas en contexto etnolingüístico: nuevas epistemologías en la investigación y construcción del conocimiento
3 de julho | Sessão 1

14h às 14h25 | Construções de posse nominal alienável e inalienável na língua Mehinaku (Arawak) | Angel H. Corbera Mori (Universidade Estadual de Campinas)

14h25 às 14h50h | Tempo no Saynáwa (Pano): graus de distanciamento no passado | Cláudio André Cavalcanti Couto (Universidade Estadual de Campinas)

14h50 às 15h15 | Sufixo {-p} em Wayoro: Infinitivas vs. Nominalização lexical | Antônia Fernanda de Souza Nogueira (Universidade de São Paulo/Universidade Federal do Pará)

15h15 às 15h40 | Discussão

15h40 às 16h | Intervalo

16h às 16h25 | Argumentos e adjuntos em línguas indígenas brasileiras: primeiros passos | Dioney Moreira Gomes (Universidade de Brasília)

16h25 às 16h50 | Sintagmas posposicionais em Kamaiurá: argumentos ou adjuntos? | Arthur Britta Scandelari e Dioney Moreira Gomes (Universidade de Brasilia)

16h50 às 17h15 | Objetos en Tikuna | María Emilia Montes (Universidad Nacional de Colombia)

17h15 às 17h40 | Gramaticalizaciones del verbo ‘decir’ en Wampis | Jaime Peña (Pontificia Universidad Católica del Perú)

17h40 às18h | Discussão

4 de julho | Sessão 2

8h às 8h25 | Metáforas e cultura em Akuntsú | Carolina Coelho Aragon (Universidade Católica de Brasília)

8h25 às 8h50 | Metáforas entre os Apyãwa (Tapirapé) e o desvelamento de valores socioculturais | Eunice Dias de Paula (CIMI)

8h50 às 9h15 | La dimensión etnolingüística de los conceptos teológicos/religiosos contenidos en las traducciones al chiquitano y al yagán del Credo | Severin Parzinger (Universität Osnabrück)

9h às 9h40 | Discussão

9h40 às 10h | Intervalo

10h às 10h25 | Toponimia Yagán | María Alejandra Regúnaga (Conicet/Universidad Nacional de La Pampa)

10h25 às 10h50 | Identidad y arte verbal en el discurso autobiográfico de dos mujeres indígenas | Zarina Estrada Fernandez (Universidad de Sonora)

10h50 às 11h15 | Introducción a la variante culta del idioma Zoque | Laureano Reyes Gómez (Instituto de Estudios Indígenas Universidad Autónoma de Chiapas)

11h15 às 11h40 | Discussão

4 de julho | Sessão 3

14h às 14h25 | Etnoterminologia: registro linguístico-cultural de saberes especializados a partir do sistema de cura e cuidados Mundurukú | Nathalia Martins Peres Costa (Universidade de Brasília)

14h25 às 14h50h | Por uma etnoterminologia da saúde na língua Terena | Rogério Vicente Ferreira (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul)

14h50 às 15h15 | Verbos emocionales en el Zapoteco de San Pablo Güilá | Ausencia López Cruz (Centro INAH Oaxaca)

15h15 às 15h40 | Discussão

15h40 às 16h | Intervalo

16h às 16h25 | Termos de Classe em Jê Setentrional: Apinaje e Canela | Christiane Cunha de Oliveira (Universidade Federal de Goiás) e Flávia de Castro Alves (Universidade de Brasília)

16h25 às 16h50 | Prohibitions and commands in Kandozi-Chapra, a Peruvian Amazonian language | Simon Overall (University of Otago)

16h50 às 17h15 | Contribuciones a partir de la documentación de una lengua de la Amazonía Colombiana: un estudio de caso del pisamira | Iveth Rodríguez (Universidade de Brasilia)

17h15 às 17h40 | A estrutura oracional de predicados nominais em Apyãwa | Walkiria Neiva Praça (Universidade de Brasília)

17h40 às 18h | Discussão

ST 35 | Mulheres indígenas e suas co-existências: inscrições etnográficas da relação entre gênero e terra
3 de julho | 14 às 16h

Sessão 1: Lideranças femininas e políticas do gênero

Faces de uma luta: movimento de mulheres indígenas no Brasil | Maria Judite da Silva Ballerio Guajajara e Paula Sâmara da Silva Santos Guajajara

Mulheres Kaingang: seus caminhos, políticas e redes na Terra Indígena Serrinha | Joziléia Daniza Jagso Inácio e Jacodsen Schild

A luta das mulheres indígenas por seus direitos, contra a invisibilidade e a violência do Estado | Glicéria Jesus da Silva

Participación y emancipación como modus vivendi en la Asociación Pionera de Mujeres Mapuche Williche Malgnmapu (1980-1999) | Michel Duquesnoy

3 de julho | 16 às 18h

A emergência de cacicas Guarani Mbya de Santa Catarina: relações entre mulheres, filhos e terras | Francine Pereira Rebelo

Do corpo ao território: mulheres na Terra Indígena Rio Guaporé e a luta pela garantia de direitos e atendimento de suas demandas | Hellen Virginia da Silva Alves e Maria das Graças Silva Nascimento e Silva

Poder feminino Kaingang nas relações sociopolíticas e nas lutas pela terra: um estudo de caso envolvendo as Terras Indígenas Jamã Tÿ Tãnh/Estrela e Topë Pën/Porto Alegre, Brasil, Rio Grande do Sul | Juciane Beatriz Sehn da Silva e Luís Fernando da Silva Laroque

Sumak e sindzhi warmis: política, liderança e território entre os Sarayaku Runa | Marina Ghirotto Santos

4 de julho | 8 às 10h

Sessão 2: Corpo e Território

Dor, luta e resistência: mulheres indígenas, no contexto de território | Braulina Aurora Baniwa

Fatores sensoriais e nuances de gênero incutidos no processo de territorialização Katukina (Território Rio Biá, Amazonas, Brasil) | Myrian Sá Leitão Barboza

Linha de embaúba, água de batata, panela de barro: práticas xamânicas das mulheres tikmũ’ũn_maxakali | Claudia Magnani, Ana Maria Rabelo Gomes, Sueli Maxakali e Maíza Maxakali

Mulheres-argila: gênero, conhecimentos e artefatos entre povos Tukano do Alto Rio Negro | Juliana Lins Góes de Carvalho, Melissa Santana de Oliveira e Oscarina da Silva Caldas

4 de julho | 10 às 12h

Warmipangui: corpo em disputa, controle e dominação | Enoc Merino Santi

As mulheres Apyãwa e seus Outros | Ana Coutinho

“La placenta va en la tierra  y el ombligo va en el árbol”. Partería indígena y territorio, en los nuevos escenarios del nacer en México | Lina Rosa Berrio Palomo

Perspectivas em conexão e protagonismo das agências femininas | Jéssica Zaramella

4 de julho | 14 às 16h

Sessão 3: Suportes e artefatos de gênero

Narrativas e concepções cosmológicas indígenas: a ótica das mulheres | Alessandra Severino da Silva Manchinery, Soleane de Souza Brasil Manchineri e Adnilson de Almeida Silva

Fotografia indígena contemporânea – Mulheres Maxakali e a tecnicização da memória em Aldeia Verde, MG | Naiara Chaves Azevedo

Entre poesía y praxis feminista: agenciamiento y literatura de mujeres mapuche williche de la Provincia de Osorno, Región de los Lagos, Chile | James Park Key e Michel Duquesnoy

Deslocamentos e sobrevidas em Wiñaypacha | Evelyn Martina Schuler Zea

4 de julho | 16 às 18h

A política feminina Jarawara: reflexões iniciais | Fabiana Maizza

Relações de gênero na etnologia indígena no Nordeste Brasileiro | Maiara Damasceno da Silva Santana e Taíse de Jesus Chates

O corpo tem dono? Resistência e cosmopolítica do corpo da mulher Tenetehar Tembé | Vanderlúcia da Silva Ponte

Mulheres Indígenas: diálogo sobre o papel político das mulheres indígenas do Rio Negro – Amazonas/Brasil | Francineia Bitencourt Fontes

ST 37 | Nuevas miradas sobre los derechos de propiedad: acceso, uso y apropiación de recursos naturales en torno a los pueblos y municipios, siglos XIX-XX
3 de julho | 14 às 16h

Tierras desiertas y usurpadas. La nominación y percepción del espacio ganadero en un conflicto de propiedad entre indios y terratenientes, valle del río Cauca, gobernación de Popayán, siglo XVIII | Héctor Cuevas Arenas

El régimen de comunidad, la tierra y la libertad de los indios en el Río de la Plata a principios del siglo XIX | Gabriel Darío Taruselli

La citación judicial como instrumento jurídico en la reivindicación de bienes de uso común. Un estudio de caso (Aldea de São Pedro de Cabo Frio, 1838-1851) | Camilla de Freitas Macedo

La hacienda de Santa María Jamapa: consolidación y ocaso de una propiedad agraria en un pueblo de Veracruz (México, 1856-1900) | Sergio Rosas-Salas

3 de julho | 16 às 18h

Exclusivo, absoluto y perpetuo: la concepción decimonónica del dominio y su impacto en el acceso y explotación de recursos en las comunidades indígenas de Córdoba, Argentina, siglos XIX-XX | Pamela Alejandra Cacciavillani

Conflicto por derechos de propiedad de montes en el distrito de Maravatío, 1870-1910 | Paola Sánchez Esquivel

Vida cotidiana y redefinición de derechos de propiedad en terrenos de resguardo. Pasto (Colombia), 1890-1921 | Fernanda Muñoz

Desamortización e individualización de la tierra en la región lacustre de Cuitzeo, Michoacán. El caso de las comunidades campesinas de Santa Ana Maya y San Buenaventura Huacao | Alfredo López Ferreira

4 de julho | 8 às 10h

Tierras de común repartimiento y formación de ranchos en el sistema de riego de Cuautitlán, Estado de México, 1856-1911 | Porfirio Neri Guarneros y Gloria Camacho Pichardo

Direito à terra e capacidade civil: uma análise combinada da legislação indigenista brasileira | Carolina Augusta de Mendonça Rodrigues

Estado, Justiça e o Direito indígena sobre suas terras: o caso da TI São Marcos – RR | Tácio José Natal Raposo y Luiz Gustavo Raposo Silva

A violação dos direitos territoriais dos povos indígenas do Brasil a partir do novo marco regulatório da mineração | Lorena Lima Moura Varão

4 de julho | 10 às 12h

Derechos de propiedad ancestral indígena sobre las aguas. Una mirada desde el derecho consuetudinario de los pueblos andinos del norte de Chile | Karenn Alejandra Díaz Campos

De la mercantilización hídrica a la inseguridad alimentaria: un problema de salud pública en los pueblos y comunidades indígenas de México | Dionisio Ernesto Lagunes González y Paulina Elisa Lagunes Navarro

Continua luta pela terra entre indígenas e agricultores e o conflito de interesses gerado pela medida provisória n° 870 de 1 de janeiro de 2019 | Karen Regina Silva Costa y Jahdy Andrade de Brito

ST 39 | O lado perverso do Patrimônio Cultural
3 de julho | 14 às 16h

Viola de cocho e viola Guató: referências culturais, memórias e esquecimentos | João Paulo Pereira do Amaral

Rituais, palavras e cultura indígena dentro da produção musical do Boi Caprichoso: verificações de impacto e tendências em um recorte de 1996 a 2006 | Renato Antonio Brandão Medeiros Pinto

Música Propia Misak, sonidos acoplados y ritmos igualitarios un acercamiento cosmosónico | Oscar Giovanni Martinez Peña

“Por trás da máscara nós sempre dançamos”: etnicidade e territorialidade em São Paulo de Olivença (AM) | Kirna Karoleni Vitor Gomes

3 de julho | 16 às 18h

Patrimônio, materialidade, espiritualidade e a arte de construir panelas de barro das mulheres Macuxi entre o norte do Brasil e a Guiana | Roseli Bernardo SIlva dos Santos, Everton José Gomes dos Santos e Walmir da Silva Pereira

Manifestações culturais e religiosas dos indígenas das etnias Waiwai e Zoè – Estudo de caso nas aldeias Mapuera e Bech | Suzilane Nascimento Siqueira

Filosofia da Arte Indígena: uma análise crítica do Festival Folclórico de Parintins/AM sob a ótica da Indústria Cultural | Alexsandro Melo Medeiros

La gestión del patrimonio y los cambios del orden socio-político dominante | Jorge Kulemeyer

4 de julho | 8 às 10h

Fabricando la autenticidad: Patrimonio y reglamentación en la peregrinación a Qoyllurit´i | Vicente Torres Lezama

Imagineria religiosa en la Puna — Patrimonio religioso popular: los retablos puneños | Carlos Alberto Garcés

Cultura e fé em disputa: o caso da Folia de Reis de Paracatu de Baixo após o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana | Bianca Pataro Dutra

Reflexões sobre uma transformação “anti-neolítica” da cerâmica: o caso da cacimba entre os Awá-Guajá, tupi-guarani no Maranhão | Renata Otto Diniz

4 de julho | 10 às 12h

Construindo um passado pré-colonial através da cerâmica marajoara | Claudinete do Socorro Sales

Os Naturalistas e os Naturais: Os índios da Barra do Rio Negro e o contato com os viajantes Louis e Elisabeth Agassiz | Bruno Miranda Braga

Constituinte, patrimônio cultural e cultura indígena – Ailton Krenak: “Norma jurídica não é poesia” | Yussef Campos

Cambios en el concepto de patrimonio de la mano de las actuales modalidades de los procesos de patrimonialización | Jorge Kulemeyer

A Cultura material dos povos Karib: uma etnografia das artes cerâmicas no Baixo Amazonas | Vinícius Barriga dos Santos [Pôster]

4 de julho | 14 às 16h

La doble moral del discurso patrimonial en la Constitución Colombiana. El caso de las comunidades indígenas del Caribe colombiano | Fabio Silva Vallejo

A perversão na Constituição Federal | Yussef Campos

O lado perverso dos museus: o tráfico ilícito de bens culturais brasileiros | Mário Pragmácio Telles

Análise iconológica da Placa da Cruz de Palenque, Chiapas | Raul Marcelo Varela Moitinho

4 de julho | 16 às 18h

O acidente com o Césio-137 em Goiânia e os entraves memoriais | Larissa Mendanha Cabral

A Catedral de Barcelona e o reconhecimento do lugar na dinâmica entre o local e o global | Lorena da Silva Vargas

A disputa entre Okinawa e Japão através do karatê-patrimônio | Gustavo Oliveira Brito dos Santos

Sebastião Rosa da Paz: Memória e a Questão Agrária no Brasil | Kamilla de Oliveira e Silva

ST 41 | Olhares indígenas/historia indígena: diálogos latino-americanos
3 de julho | 14 às 16h

Sobre o mito da Terra sem Mal na versão Avá-Guarani | Renan Pinna

Um ensaio sobre as relações de contato entre os índios Gavião da Terra Indígena Mãe Maria | Rayane Gomes da Silva

Guahu, jerosy puku, kotyhu: as canções como chave para pensar e ensinar a história entre os Kaiowa | João Izaque e Spensy Pimentel

Un tiempo ubicuo, aproximaciones sobre alteridad e historia para los Tupinambá de Olivença | Amiel Ernenek Mejía Lara

3 de julho | 16 às 18h

La co-producción de conocimiento para los desafíos de la relación con el estado mexicano. Dos casos entre los macehuales de Quintana Roo, México | Hilda Landrove Torres

La co-producción de conocimiento en documentos históricos del siglo XX | Maria Isabel Martínez Ramírez

A importância das redes para a articulação de metodologias e de conhecimento científico acerca da questão indígena: a experiência da RedeCT (Rede Internacional de Pesquisadores sobre Povos Originários e Comunidades Tradicionais) | Nelson Russo de Moraes

A esquerda mexicana e os ameríndios: excessos ontológicos na concepção de política entre o lópez-obradorismo e o zapatismo maiense. A disputa pública a partir dos projetos governamentais | Lucas da Costa Maciel

Transformaciones y estrategias socioambientales frente de las nuevas vías de comunicación entre los Rarámuri de México | Alejandro Fujigaki Lares

ST 43 | Por uma história cotidiana dos nativos sulamericanos: transformações, resistências, negociações e ressignificações
4 de julho | 8 às 12h

Fontes nativas na bacia do rio Uruguay, e seu papel na construção de uma arqueologia social sulamericana | Vlademir José Luft

As religiosidades andinas a partir do ‘Tercer Catecismo y exposición de la doctrina cristiana (1585)’ – a questão da tradução cultural | Mércia Dalyanne Lopes de Araújo

“Del contento que los indios tienen del buen tratamiento que agora se les hace por los españoles” sobre los discursos acerca de malos tratos, abusos y tiranías a fin del siglo XVI en Charcas | Lía Guillermina Oliveto

A Relação do Poder Colonial Com os Nativos na Narrativa de Anthony Knivet | Renato Pereira Brandão

Prisioneros de su propio oficio. Los caciques del lago Titicaca en la cárcel pública de la Ciudad de la Laz (virreinato del Perú, siglos XVI-XVII) | Ariel Jorge Morrone

“El despertar danzando” e o resistir bailando: o Taki Unquy e a Santidade de Jaguaripe, emergência e protagonismo indígena em contextos coloniais | Jamille Macedo Oliveira Santos

4 de julho | 14 às 18h

¿El mercado en la toldería? Producción y consumo de mercancías en el mundo indígena arauco-pampeano temprano (siglo XVIII) | María Eugenia Alemano

Cotidiano e resistência: Gueguês, Timbiras e Acoroás entre os rios Itapecuru e Parnaíba na segunda metade do século XVIII | Esmeralda Lima da Silva

Entrelazando mundos a través del lawen: memorias fragmentadas y subjetividades mapuche | Mariel Kaia Santisteban

O minucioso e imprescindível trabalho da antropologia para a formação de uma historiografia nativa | Samuel Martins Lage

Luta, resistência e sexualidades indígenas na aldeia Assuriní do Trocará no Pará | Bárbara de Nazaré Pantoja Ribeiro

ST 45 | Povos indígenas isolados, livres ou autônomos: direito à existência e à auto-determinação
4 de julho | 8 às 10h

Povos indígenas isolados, a busca  extrema da autonomia | Lino João de Oliveira Neves

Proyectos extractivos y territorialidade de los pueblos indígenas en aislamiento voluntario en la Amazonia | Sarela Paz Patiño

Construcción del discurso visual tecnológico de “etnias no alcanzadas” por parte de la misión evangélica Nuevas Tribus: un estudio web a inicios del siglo XXI | Juan Fabbri

Os Juma do Itaparanã os sobreviventes do massacre de 1964 | Pedro da Silva Souza

4 de julho | 10 às 12h

Análisis de los estándares de protección efectiva de los derechos humanos de los pueblos indígenas en situación de aislamiento y en situación de contacto inicial en el Perú | Héctor Francisco Rodríguez Pajares

La importancia del enfoque basado en el respeto de los derechos fundamentales y de la dimensión ético-política al abordar la situación de los pueblos indígenas en aislamiento | Beatriz Huertas Castillo

A condição de isolamento de povos indígenas no Brasil: direitos, resistências e ameaças | Amanda Pereira Serafim e Valkiria Pereira Serafim

A efetividade  da política de invisibilização dos povos indígenas isolados | Guenter Francisco Loebens

4 de julho | 14 às 16h30

O que significa ser “recém-contatados”? A política governamental para os povos indígenas de “recente contato” e seus dilemas conceituais | Adriana Maria Huber Azevedo e Christian Ferreira Crevels

A contribuição da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas na construção do reconhecimento da autonomia dos Povos Isolados e de Recente Contato | Angélica Maia Vieira

Defensa de territorio Matsés – Perú | Rogelio Bina Cane

A contribuição das organizações indígenas para defesa dos direitos dos povos indígenas isolados | Angela Amanakwa Kaxuyana

Os povos indígenas isolados e a luta global pela sua sobrevivência | Sarah Shenker e Fiona Watson

ST 47 | Programas de pós-graduação interculturais e indígenas. Potencialidades, desafios e estratégias
3 de julho | 14 às 16h

Diálogos multiétnicos entre mulheres: Desde as bahias (do recôncavo, território velho chico e serra do padeiro) para a Universidade de Brasília | Elionice Sacramento, Elizamar Uakodi Silva, Valéria Pôrto, Ana Tereza Reis da Silva, Cristiane de Assis Portela e Mônica Nogueira

As filhas negras da mãe Amazônia em um fazer científico | Celenita Gualberto Pereira Bernieri

É preciso tornar as universidades num espaço de reorganização popular para a resistência | John Cleber Sarmento Santiago

Formação de juízas e juízes sobre direitos dos povos indígenas: reflexões sobre uma experiência de diálogo intercultural | Andréa Brasil Teixeira Martins

3 de julho | 16 às 18h

¿Investigación para qué y para quiénes? Algunas reflexiones metodológicas sobre mi proceso formativo en la Maestría en Educación para la Interculturalidad y la Sustentabilidad (MEIS) | Jesús Alberto Flores Martínez

Experiencia de profesionalización en la Maestría en Educación para la Interculturalidad y la Sustentabilidad | Erica Fuentes Roque

Narrativas auto(biográficas) de pesquisadoras indígenas na Universidade de Brasília: Expectativas, aprendizados e enunciações | Cristiane de Assis Portela

Práxis decolonais na universidade: a experiência do Mestrado Profissional em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais da Universidade de Brasília | Olga Brigitte Oliva de Araújo

4 de julho | 14 às 16h

O Projeto Encontro de Saberes: Avanços e Desafios Rumo a Descolonização da Universidade | Raoni Machado Moraes Jardim

Perspectiva decolonial: Diálogos dos saberes e interculturalidade como alternativa para pensar a universidade | Paula Fernandes de Assis Crivello Neves

Desafios na construção de um Programa de Pós-Graduação em Educação intercultural na UNIFESSPA | Maria Cristina Macedo Alencar

Perspectivas de la formación docente indígena de posgrado en la Escuela Normal Bilingüe e Intercultural de Oaxaca, México | Benjamín Maldonado Alvarado

4 de julho | 16 às 18h

Inter-cultural Universities in Latin America: Lessons for India | V. Santhakumar

Decolonialidade, interculturalidade e justiça cognitiva: A experiência do Mestrado em Sustentabilidade junto a Povos e Territórios Tradicionais (MESPT/UnB) | Ana Tereza Reis da Silva

Potencialidades, desafíos y estrategias de la Maestría profesionalizante en Educación para la Interculturalidad y la Sustentabilidad (MEIS) de la Universidad Veracruzana, México | Juliana Merçon

Síntese das discussões e atividade de fechamento do Simpósio Temático 47

ST 49 | Pueblos indígenas y afrodecendientes en America Latina: políticas publicas, extractivismo, criminalización y conflictividad en la coyuntura actual
3 de julho | 14 às 16h

Turismo indígena y reivindicación política en Chile | Francisca de la Maza Cabrera

Turismo como indigenismo empresarial. Las presiones de tour-operadores y la manipulación de lo indígena en Chile | Luis Campos

Lof Kintupuray del departamento Los Lagos de la provincia de Neuquén: trayectorias mapuche, revalorización identitaria y valorización territorial | Sebastián Valverde e Alejandro Balazote

La Ley 26160 de relevamiento territorial indígena y sus sucesivas prórrogas en Argentina: Discusiones parlamentarias y contextos políticos | Carolina Crespo

3 de julho | 16 às 18h

Claves para identificar la patrimonialización neoxtractivista | Ivana Carina Jofre Luna

Indígenas e fronteiras internacionais: a negação da nacionalidade, etnicidade e territorialidade | Stephen Grant Baines

“Nunca más un México sin nosotros”: El Congreso Nacional Indígena frente al patrón de acumulación de capital en México | Nayeli Moctezuma Pérez

Identidad étnica como estrategia política: la lucha de las mujeres afromexicanas de la Costa Chica de Oaxaca, México | María José Lucero Díaz

4 de julho | 8 às 10h

“O Santuário Sagrado dos Pajés Não Se Move!” – Insurgência étnica e Identidades territoriais indígenas e o Estado brasileiro: conflitos interétnicos e territoriais no contexto de expansão de empreendimentos urbanos no Plano Piloto de Brasília | Comunidade Indígena do Santuário Sagrado dos Pajés – Pajé Santxiê Tapuya | Awamirim Tupinambá, Fetxchá Wewe Tapuya Guajajara e Márcia Guajajara

Neoextrativismo e “zonas de sacrifício”: Exploração mineral de silvinita nas Terras Indígenas Mura/AM | Márcia Leila de Castro Pereira

Empreendimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e impactos nas Terras Indígenas em Rondônia | Rafael Ademir Oliveira de Andrade e Artur de Souza Moret

O processo de “realocação” e “reassentamento” dos indígenas deslocados pela usina hidrelétrica Belo Monte: reflexões a partir de narrativas dos Xipaya e Kuruaya em Altamira/PA | Estella Libardi de Souza

4 de julho | 10 às 12h

El ethos desarrollista y los procesos de colonización en Bolivia: la resistencia indígena del TIPNIS | Gaya Makaran

A ferrovia paraense: um estudo de caso sobre às violações de direitos das populações tradicionais na Amazônia paraense | Johny Fernandes Giffoni

A retomada da PEC 215 pela MP 870/2019 e as possíveis ameaças aos direitos territoriais indígenas | Camila Gouvêa de Araújo, Débora Silva Massulo e Diéssica Sabrina Bezerra Serique

Reconocimiento del derecho propio de los pueblos indígenas en los sistemas de justicia de Brasil y Colombia: experiencias cruzadas | Adrian Esteban Narvaez Moncayo, Thaynara Andressa Frota Araripe e Raquel Coelho de Freitas

4 de julho | 14 às 16h

Delimitações dos mecanismos de participação social nas políticas públicas para os povos indígenas do Tocantins e os impasses políticos, interculturais e interétnicos na efetivação do COMPIT- Conselho de Políticas Públicas para os Povos Indígenas do Tocantins | Adriana Tigre Lacerda Nilo

Violência contra mulheres indígenas no estado da Paraíba: perspectivas  e enfrentamentos na notificação | Carla Jaciara Jaruzo dos Santos e Lusival Antônio Barcellos

Curso Normal Médio Intercultural Ára Verá: formação de professores Kaiowá e Guarani | Veronice Lovato Rossato

Saberes indígenas: vivência e convivência | Teodora Souza

ST 51 | Sociedad, ambiente y sostenibilidad
3 de julho | 14 às 16h

14 h | A importância dos povos indígenas na preservação da bio-sociodiversidade | Mauro Leonel, Beatriz Reimberg dos Santos Vieira, José Ulisses Bezerra de França e Marcela Schiavon Inocencio de Sousa

14h30 | Manejo Forestal de Bosques Comunales: Estrategia para la Mitigación y Adaptación al Cambio Climático en Comunidades Nativas Amazónicas del Perú | Yolanda Ramírez Villacorta

15h | Linderos y territorialidad en las comunidades campesinas de Huaros y Pirca, Valle Alto de Chillon y Chancay | Victoria Marcelina Aranguren Canales

15h30 | Wui’in Süpüla A’in (Agua para el Alma-Corazón): Perspectiva y estrategia comunitaria para el equilibrio y la paz del territorio de 3 comunidades indígenas Wayuu del resguardo Manaure, La Guajira | Jennifer Marcela López Ríos

3 de julho | 16 às 18h

16h | Água para beber: uma análise socioambiental da água para consumo humano em Vilas indígenas do Alto Solimões – Amazonas | Fernanda Cabral Cidade

16h30 | El modelo GOTA como herramienta para mejorar la gestión integrada de los recursos hídricos | Víctor Jordi Alarcón Jibaja

17h| Impacto socioambiental y cultural en los andes centrales: el problema del agua | Carlos Farfan Lobaton

17h30 | Conflictos territoriales, agua y violencia social | Lucía Alicia Jiménez Hermoza e Ibett Yulina Rosas Díaz

4 de julho | 8 às 10h

8h | Educação ambiental e práticas pedagógicas no 4º ano do Ensino Fundamental em Escola Municipal Kokama em Benjamin Constant-AM/ Educación ambiental y prácticas pedagógicas en el 4º año de la Enseñanza Fundamental en Escuela Municipal Kokama en Benjamin Constant – AM | Sebastião Melo Campos, Francisco Olimpio de Souza, Ana Maria de Mello Campos e Brainer Rian de Souza Arevalo

8h30 | Las industrias extractivas y los daños ambientales y sociales en el Perú | Fánel Victoria Guevara Guillen

9h | Doenças relacionadas ao acúmulo de resíduos sólidos na Aldeia Limão Verde no Município de Aquidauana – MS | Elisangela Castedo Maria do Nascimento, Alberto de Oliveira Dias e Maria Helena da Silva Andrade

9h30 | Resíduos sólidos: consequências, desafios e soluções na Terra Indígena Tenharin | Angélisson Tenharin e Sasha Catarine da Rocha Soares

A importância da mata ciliar para a conservação da nascente do Córrego do Lima da Aldeia Lalima, Município de Miranda – MS (POSTER) | Avanildo Figueredo Patrocinio, Elisangela Castelo Maria do Nascimento e Maria Helena da Silva Andrade

4 de julho | 10 às 12h

10h | Percepción sobre el cambio climático por parte de la comunidad indigena del resguardo del Gran Cumbal, Nariño, Colombia | Luz Elena García e Edith Amanda Tipaz

10h30 | Indicadores naturales sobre las variaciones climáticas que utilizan los pueblos indígenas de la Amazonía Peruana en cuatro comunidades nativas de Ucayali y Madre de Dios | Oliverio Llanos Pajares e Yolanda Ramírez Villacorta

11h | Saberes y haceres en contextos de cambios ambientales globales en comunidades altoandinas peruanas | Maria Nilda Varas Castrillo

11h30 | Agroecología, buen vivir y soberanía alimentar en los Andes peruanos: Saberes tradicionales en la cadena productiva de la papa nativa | Berchman Alfonso Ponce Vargas e Doris Aleida Villamizar Sayago

4 de julho | 14 às 16h

14h | Dinámica ambiental y las fases del ciclo de vida del hogar indígena: el caso de la amazonía ecuatoriana | Rosa Victoria Salinas Castro y Alisson Flávio Barbieri

14h30 | O tempo na comunidade indígena: o calendário e as práticas de manejo da terra | Victoria Duarte Lacerda

15h | Propuesta de un sistema de semillas y saberes como herramienta de diagnóstico de la agricultura chinampera en Xochimilco, Ciudad de México | Nury Galindo Marquina

15h30 | Sustentabilidade Indígena: reflexões de lideranças Kaingang da Terra Indígena Inhacorá/Brasil — RS | Adilson Policena, Alice do Carmo Jahan, Antônio Joreci Flores, Elaine Marisa Andriolli, Gabriela Manfio Pohia e Larissa Caroline Bernardi

4 de julho | 16 às 18h

16h | Organização política e produtiva dos Tupinambá da Serra do Padeiro | Rutian do Rosário Santos

16h30 | Pressões socioambientais na Ilha do Bananal/TO, Brasil, terra dos “habitantes do fundo das águas” | Maria do Carmo Pereira dos Santos Tito

17h | Direito à cidade e Bem Viver: uma revisão conceitual crítica a partir da perspectiva epistemológica indígena | Ellen Ribeiro Veloso

17h30 | Mosarambihára, Semeadores do Bem Viver/ Mosarambihára, Sembradores del Bien Vivir | Associação Cultural de Realizadores Indígenas – ASCURI

ST 53 | Territorialidade uma questão de saúde e bem-estar
4 de julho | 8 às 12h

O que nos trazem os comedores de terra? Problemas de saúde yanomami | Enira Roberth Maia de Castro Lima

Agronegócio e a saúde dos povos indígenas na Reserva de Dourados | Maria de Lourdes Beldi de Alcantara

As interfaces entre Terra Indígena Rio Branco em Rondônia e projeto de infraestrutura de transporte da BR-429/RO diante do avanço da frente de expansão e pioneira e processo de compensação ambiental | Diego Rodrigues Bonifácio e Luís Fernando da Silva Laroque

A territorialidade Pipipã vulnerabilizada na transposição do Rio São Francisco e sua relação com a saúde, em Pernambuco | Glaciene Mary da Silva Goncalves

Processo de saneamento básico na Aldeia Nova Munduruku-Juara-MT | Marcelo Manhuari Munduruku e Jones Adenilson Manhuari Crixi

Resíduos sólidos: conseqüências, desafios e soluções na Terra Indígena Tenharin | Angélisson Tenharin e Sasha Catarine da Rocha Soares

A percepção dos portadores de HIV nas populações indígenas | Indianara Ramires

5 de julho | 8 às 12h

Encontros de jovens Ticuna para promoção do Bem-Viver, fortalecimento do protagonismo indígena e prevenção do suicídio | Fernando Pessoa de Albuquerque e Lívia Dias Pinto Vitenti

Anaa Eirükü: perspectivas y estrategias comunitarias alrededor de la desnutrición infantil en tres comunidades indígenas Wayuu, 2015-2016 | Jennifer Marcela López Ríos, Sergio Cristancho Marulanda e Carmen Estefanía Frias

A territorialização das informações de saúde dos povos indígenas | Kate Tomé de Sousa, Fernanda Borges Serpa, Camila Barbosa e Renato Apolinário Francisco

Atenção básica diferenciada à saúde dos indígenas Pataxó: interculturalidade e práticas do cuidado | Leo Pedrana, Leny Alves Bomfim Trad e Mônica de Oliveira Nunes de Torrenté

Antropologia da saúde: um caminho para o debate da saúde indígena na Aldeia Mapuera, Amazônia, Noroeste do Pará | Petronio Lauro Teixeira Potiguar Junior

Moã Kaaguy Regua-Tekoa Mbiguaçu: o saber tradicional guarani das plantas medicinais | Daniel Kuaray Timoteo Martins

Território, resguardo e parto: os saberes do povo Sakyrabiar | Rozilene Magipo dos Santos Sakyrabiar e Gicele Sucupira

Saberes de curas: os conhecimentos indígenas nas narrativas de folclore | Diádiney Helena de Almeida

ST 55 | Território Guarani: conflitos e resistências
3 de julho | 14 às 16h

Resistir e re-existir: o desafio dos Avá-Guarani dos Tekoha Añetete e Itamarã no oeste do Paraná | Carla Soavinski e Sinclair Pozza Casemiro

Mobilidade Mbyá Guarani: cosmologia e política como categorias de concepção para a autodemarcação da Terra Indígena Tekoá Mirim | Fábio do Espírito Santo Martins

No rastro dos Vogados: a longa caminhada rumo a Terra Sem Males | Paulo Humberto Porto Borges

SESSÃO DE PÔSTERES

Site “Oguata Reguã: por onde andamos” | Paulo Humberto Porto Borges

A reestruturação produtiva no processo de organização dos territórios Guarani e Kaiowá na região da Grande Dourados, Mato Grosso do Sul | Judite Stronzake e Laura jane Gisloti

3 de julho | 16 às 18h

Litigância estratégica, descolonialidade e direitos indígenas: cadeia produtiva do agronegócio em terras Kaiowá e Guarani no Mato Grosso do Sul e possibilidades para resolução dos conflitos fundiários | Alex Sandro da Silveira Filho, Fernanda Frizzo Bragato, Jocelyn Getgen Kestenbaum e Pedro Bigolin Neto

Terra Indígena Sambaqui, faixa de infraestrutura e instrumentos de gestão territorial | Liz Meira Góes e Thomas Parrili

As transformações ambientais e territoriais nos espaços de ocupação tradicional dos Kaiowá e Guarani no Mato Grosso do Sul | Rosa Sebastiana Colman e Levi Marques Pereira

De la selva como frontera a la vida en la selva como ideal a seguir | Marcelo Bogado

4 de julho | 8 às 10h

Conflitos socioambientais em Unidades de Conservação: Tekoa Kuaray Haxa | Gisele Jabur

Territórios indígenas no sul do Brasil: muita terra pra pouco índio? | Efendy Emiliano Maldonado Bravo, Isabela Cristina Lunelli e João Mitia Antunha Barbosa

Os Guarani da Tríplice Fronteira, Brasil, Paraguai e Argentina: seus direitos às terras, à mobilidade espacial por entre as fronteiras e à cidadania | Maria Lucia Brant de Carvalho

As fronteiras meridionais e a transfiguração do território Guarani: o estigma de estrangeiros como negação de direitos fundiários | Clovis Antonio Brighenti

4 de julho | 10 às 12h

Os Guarani e o Direito ao Centro da Terra | Manuel Munhoz Caleiro, Carlos Fredericos Marés de Souza Filho e Bartomeu Meliá

“Inimigos do Progresso”: A questão territorial Guarani no litoral catarinense | Mariana Madruga Bianchini

Retomadas Mbya-Guarani e criação de novas estratégias de luta no sul do Brasil | Joâo Maurício Assumpção Farias, Orivaldo Nunes Jr e João Mítia Antunha Barbosa Brasil

Retomada Ponta do Arado: uma luta por terra e vida | Michele Barcelos Corrêa

4 de julho | 14 às 16h

Cartografia social: um olhar sobre a terra e território na Aldeia Araçaí | Fernando dos Santos Vargas

Presença Guarani no Litoral do Paraná: território em movimento | Caroline Willrich

Análise ao relatório de viagem feito pelo antropólogo Célio Horst a pedido da Funai em 1981 | Rosângela Daiana dos Santos

A recuperação territorial dos Avá-Guarani no Oeste do Paraná | Renan Pinna

4 de julho | 16 às 18h

Desterritorialização do povo Ava-Guarani no Oeste do Paraná a partir da ação do Estado brasileiro | Osmarina de Oliveira

Crianças guarani privadas da convivência comunitária: desidentificação étnica e disputa territorial | Rute Mikaele Pacheco da Silva

Território Etnoeducacional Cone Sul: lutas e resistências pela autonomia territorial frente a Questão Agrária em MS | Elâine da Silva Ladeia

Fronteiras culturais e Linguísticas: sobre o rap guarani | Pedro Mandagará

“Tradições do povo Guarani enraizadas nos costumes e hábitos do caipira paulista. Um estudo de caso sobre a Aldeia Tekoa Ytu, Pico do Jaraguá, cidade de São Paulo e Grupo de Dança de São Gonçalo, Piracaia, SP” | Maria Mirtes Mesquita e Maria Chistina de Souza Lima Rizzi

ST 57 | Territorios indígenas, derechos humanos y agricultura: desafíos para la construcción de marcos jurídicos y políticas públicas bioculturalmente pertinentes
4 de julho | 8 às 10h

Instituciones y potencias instituyentes. Reflexiones en torno a la relación entre los estados nacionales y las autonomías indígenas | Juliana Merçon

Experiências de guarda de sementes e práticas agrícolas com comunidades tradicionais e agricultores familiares no semiárido do Ceará | Januária Mello

Pertinencia biocultural de la legislación y la política pública para el campo | Gisselle García Maning

Reformulação do Programa Nacional de Alimentação Escolar: entre o colonialismo de corpos, alimentos e modos produtivos e a efetivação do direito de produzir e consumir seu próprio alimento | Nikolas Raphael Gil Alcon Mendes

4 de julho | 10 às 12h

Reconocimiento y  fomento de las prácticas e instituciones tradicionales como elemento indispensable para la defensa del territorio | Silvia Morales Colmenero

Territorios indígenas en aéreas protegidas: Caso Ecuador | Manuel Iván Morales Feijoo

El tratado sobre empresas y derechos humanos: retos y oportunidades para la protección de los territorios y recursos naturales de los pueblos indígenas | Daniel Iglesias Márquez y Beatriz Felipe

Sistemas tradicionales de producción en el espejo de los derechos humanos y las políticas públicas | Xavier Esponda Martínez

ST 59 | 20 anos da Lei Sergio Arouca: avanços, dificuldades e desafios para os povos indígenas do Brasil
3 de julho | 14 às 16h

Constituição e caracterização da temática da Saúde Indígena no campo da Saúde Coletiva no Brasil | Juliana Fernandes Kabad, Ana Lúcia Pontes e Simone Monteiro

Tutela e Saúde: a forma e o discurso da ação médico-sanitária entre povos indígenas no Brasil entre os anos de 1967 e 1988 | Maria Gorete Gonçalves Selau

Demografia indígena: contexto no Brasil, tendências e implicações para a saúde | Gerson Luiz Marinho

Municipalização da atenção à Saúde Indígena: um debate urgente | Herika de Arruda Mauricio, Maria de Lourdes Ribeiro, Rafael da Silveira Moreira e Thatiana Fávaro

3 de julho | 16 às 18h

Panorama atual dos sistemas de informação e perfil de saúde e doença dos Povos Indígenas no Brasil | Felipe Tavares

O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena em sua nova versão | Fernanda Borges Serpa, Zaira Zambeli Taveira, Kate Tomé de Sousa e Ana Beatriz de Miranda Vasconcelos e Almeida

Mortalidade entre os Povos Indígenas: análises com base nos sistemas de informações oficiais | Gerson Luiz Marinho e Nahari de Faria Marcos Terena

Acesso à saúde, alimentação e nutrição nos últimos 20 anos: percursos dos indígenas no Brasil | Aline Alves Ferreira e Thatiana Fávaro

4 de julho | 8 às 10h

Saúde da mulher? O atendimento à saúde indígena em Porto Velho | Gicele Sucupira, Andrea Carvalho de Castro, Rosa Maria Moraes e Julenilza Karitiana

Atenção diferenciada e planejamento reprodutivo em área indígena: dilemas da prática, elementos envolvidos e caminhos possíveis | Bruna Teixeira Ávila e Sandra Valongueiro Alves

As práticas de atenção à saúde das mulheres indígenas no período gravídico-puerperal na terra indígena Aldeia Kondá: refletindo os modelos de atenção à saúde | Francielli Girardi e Laura Cecilia López

Atenção especializada de saúde bucal ao povo indígena de recente contato Suruwaha | Gabriel Cortês, Zaira Zambelli Taveira, Roberta Aguiar Cerri Reis, Angélica Maia Vieira e Diego Picanço Reis

4 de julho | 10 às 12h

Diálogos e processos de pactuação: ampliação do Ambulatório de Saúde Indigena para os territórios indígenas no DF | Maria da Graça Luderitz Hoefel Jacinta de Fátima Senna da Silva, Denise Osório Severo, Edgar Merchan-Hamann e Ximena Pamela Bermudez

Os dados da implementação do Incentivo para Atenção Especializada aos Povos Indígenas | Élida Maria Rodrigues de Moraes, Irizan Silva, Alexandra Galvão de Oliveira Japiassu, Zaira Zambelli Taveira e Roberta Aguiar Cerri Reis

Saúde e adoecimento: a perspectiva Guarani Kaiowá | João Vitor Rodrigues Leite de Paiva e Islândia de Sousa Carvalho

Limolaygo Toype na Prática da Intermedicalidade com os Indígenas Xukuru do Ororubá – PE: relato de experiência | Jaqueline Cordeiro Lopes, Paula Layse da Silva e Valquíria Farias Bezerra Barbosa

4 de julho | 14 às 16h

Controle Social na Saúde Indígena: a Atuação do CONDISI no Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Araguaia | Bissohana Karajá, Edivander Hurtado Couto, Pâmela Gabriela Ramos e Polyana Rafaela Ramos

Educação permanente na saúde indígena: os desafios para a adequação do atendimento nos serviços do Sistema Único de Saúde em Porto Alegre | Julia Landgraf Piccolo Ferneda, Nayara Emy Imazu e Rosa Maris Rosado

A qualificação do profissional multidisciplinar para atuação na saúde indígena no Distrito Sanitário Especial Indígena do Alto Rio Negro/AM | Maria Rosineide Gama Feitosa, Sayuri Fujishima e Luis Mauro Santos Silva

Grupo especial de supervisão em Roraima: vivências do Projeto Mais Médicos | Luciano Bezerra Gomes, Mariângela Nazário, Henrique Schlossmacher Passos e Augusto Cezar Chiavon

4 de julho | 16 às 17h

Análise do Programa Mais Médicos para o Brasil na Saúde Indígena | Fabiana Sherine Ganem dos Santos, Maria Angélica Breda Fontão, Gizeli de Lima, Barbara Cristina Marinho Souza, Yago Ranniere Teixeira Santana e Janini Selva Ginani

Supervisão acadêmica no Projeto Mais Médicos para o Brasil em áreas indígenas de Roraima: relações entre médicos e grupo especial de supervisão | Fernanda Pereira de Paula Freitas

ST 61 | Visões e etnovisões: cenários de uma possível resistência
4 de julho | 8 às 12h

Novas Tecnologias: interculturalidade e saberes do povo Gavião Kyikatejê | João Paulo Sarmento

Pajé Filmes: produção audiovisual indígena em Minas Gerais | Charles Bicalho

Comunicação indígena e guerra midiática | Warley Borges de Miranda Costa

Ciberativismo: protagonismo e participação política de povos indígenas no ciberespaço | Denise Machado Cardoso, Cristiane Modesto e Irleusa Robertino

“Não morrerá a flor da palavra”: pensamento e resistência maya no século XXI | Sebastião Vargas

Cartografando processos dígito-comunicacionais de Pataxós da Bahia | Helânia Thomazine Porto

Rádio Kyringuê – um direito dos indígenas à comunicação | Carmen Lúcia Melges Elias Gattás

5 de julho | 8 às 12h

Nēn Ga, uma retomada kanhgág | Paola Andrade Gibram e Jaciele Nyg Kuitá Fideles

La resistencia indígena Nasa en el Norte del Cauca: lucha por la tierra y la autonomía cultural | Jeraldyn Naranjo Henao e Jairo Alexander Castaño

A construção das políticas indigenistas: cosmologia, lideranças e corpos na Assembleia Nacional Constituinte | Danielle Bastos Lopes

Acampamento Terra Livre: lugar de memória e ação das lutas dos Povos Indígenas no Brasil | Tereza Cristina Ribeiro

A resistência no pensamento-ação de Ailton Krenak | Fernanda Elias Zaccarelli Salgueiro

A invisibilização das formas não-ocidentais de Estado: povos indígenas e comunidades tradicionais | Nayra Paye Pereira Kaxuyana, Danilo Ferreira Alexandre, Janayna Martins Guterres, Samay Gomes Rocha Lima Santos, Otto Leone Corrêa

ST 63 | Poder, Política e Direitos Indígenas
3 de julho | 14 às 18h

Sessão 1: Práticas Jurídicas e Direitos Indígenas

Os Direitos Humanos e o Povo Xerente |Maria Helena Cariaga e Rosiane Fernandes José

Os espíritos falam: O etnocídio dos Guarani e Kaiowá à luz do Tribunal Penal Internacional – o Brasil em julgamento | Cesar de Miranda e Lemos

O descaso do Estado Brasileiro frente à execução penal dos povos indígenas |Taiane Moreira Lucas, Bibiana Rossato Dias e Rodrigo Kuaray Mariano

Juscolonialismo: A binariedade natureza/cultura como estratégia colonial greco-romana | Orivaldo Nunes Junior e Douglas Ladik Antunes

Análisis del homicidio-sociopolítico bajo la modalidad de linchamiento en Tamulté de las Sabanas, Villahermosa, Tabasco | Maritel Yanes Pérez

Estado Plurinacional de Bolivia: dilemas del nacionalismo indígena | Ana Rocchietti e Alicia Lodeserto

Sujeito de Direito da perspectiva de estudantes indígenas na UFPR e seu conceito jurídico-empírico na América Latina | Giovan José dos Santos

O tratamento jurídico – penal de indígenas no Brasil | Tédney Moreira da Silva

Cartas para ONU: A denúncia dos povos indígenas em Rondônia |Gicele Sucupira e Jandira Keppi

4 de julho | 8 às 12h

Sessão 2: Projetos, Políticas Públicas e Frentes de Expansão

Distintos contextos, realidades semelhantes: o acesso de povos indígenas às políticas sociais | Cynthia Franceska Cardoso

Os signos do sagrado em ritual indígena em área urbana: um olhar do turista | Joelma Monteiro de Carvalho

A resistência Terena frente ao avanço do agronegócio sobre a Terra Indígena Buriti, Mato Grosso do Sul | Marina de Barros Fonseca

A invenção da fronteira: Uma reflexão sobre a demarcação das terras indígenas a partir do caso de Belo Monte | Claudia Guedes

Políticas públicas habitacionais indígenas no estado de Minas Gerais: a desconsideração com a singularidade Xacriabá | Giovanna de Araújo Magalhães e Natália de Oliveira Ravagnani

Trajetória da proteção social dos povos indígenas no Brasil e os riscos do extermínio progressivo | Beatriz Vasconcelos Matias e Vini Rabassa da Silva

O povo Gavião e os grandes projetos no Sudeste do Pará |Sheila Kaline Leal da Silva e Priscila Dias Pinto

A defesa dos povos indígenas frente a projetos de desenvolvimento por meio da responsabilização de instituições financeiras internacionais | Marcella Ribeiro D`ávila Lins Torres

4 de julho | 14 às 18h

Sessão 3: Direitos, Territorialidade e Políticas

El peritaje cultural como forma de acceso a la justicia de los pueblos indígenas en Costa Rica. Reflexión crítica sobre la judicialización de conflictos territoriales en el cantón de Buenos Aires | Marcos Guevara Berger

A luta pela terra e pela vida. Formas de ocupação, violência e criminalização de coletivos indígenas em dois contextos brasileiros | Elis Fernanda Corrado e Edimilson Rodrigues de Souza

Um genocídio de corpos vivos: o encarceramento como política neocolonial de eliminação das identidades indígenas | Rodrigo Arthuso Arantes Faria

Marco Temporal, o acesso à justiça e os direitos territoriais indígenas no Brasil |Débora Silva Massulo e Caroline Barbosa Contente Nogueira

Indígenas em cidades amazônicas: os casos de Altamira, Manaus e São Gabriel da Cachoeira | José Carlos Matos Pereira

Indígenas na cidade: particulares do Nordeste | Codjo Olivier Sossa e Elizângela Cardoso de Araújo Silva

5 de julho | 8 às 10h

SESSÃO DE PÔSTERES

A extrema direita no poder: governo Bolsonaro e a questão indígena no Brasil | Rodrigo Mariano, Evanise Kei Claudino e Priscila de Aguiar

O efeito social da demarcação da Reserva Indígena Krikati no município de Montes Altos-MA na vida dos “desapropriados do povoado Quiosque” (2002-2010) | Josefa Pimentel

Povos originários e etnogênese: uma análise da complementariedade dos conceitos para justificação da demarcação das terras indígenas | Paulo Ricardo Sampaio de Sousa e Anderson Vinicius Nunes de Lima

ST 04 | Arqueologia – Etnografia – Patrimonio: articulaciones, disputas y agenciamentos para la construcción de patrimonios interculturales con los pueblos indígenas
3 de julho | 14 às 18h

Arqueologia e Etnohistória da Ilha de Upaon Açu (São Luís – MA): materialidades, espacialidades e temporalidades sobre a presença indígena em uma cidade colonial, patrimônio cultural da humanidade | Arkley Marques Bandeira

De la piedra al calvario: Arte rupestre y ritualidad andina en el Norte Grande de Chile. Aproximaciones etnoarqueologicas al culto a las cruces en sur andino. Siglo XVI AL presente | Wilson Muñoz e Bosco Gonzalez Jimenez

Dos fragmentos do passado as identidades no presente | Marcus Vinícius Beber

Arqueologia e cosmopolítica: reflexões sobre curanderismo, huaqueo e patrimônio arqueológico na Costa Norte Peruana | Débora Leonel Soares

Culturas geoglíficas na Amazônia pré-colonial: simbolismo espacial e redes de integração regional | Rafael de Brito Marques

Por uma Arqueologia para todos: experiências de arqueologia colaborativa com a comunidade indígena e tradicional no município de Aveiro – Pará, Baixo Tapajós | Ádrea Gizelle Morais Costa Besen e Waldely Rodrigues Fernandes

Agencialidade  indígena, patrimonio y materialidad  en la Misiones  Jesuitas Guaraníes/Ruinas de San Miguel | Walmir da Silva Pereira

4 de julho | 8 às 12h

A libertação do sagrado e a vida: a construção social dos museus pelos povos indígenas | Josué Carvalho e  Kércia Priscilla Figueiredo Peixoto

Apropiación cultural: plataformas para la protección de las técnicas artesanales indígenas | Cecilia Berenice García Rojas

De lo “prehistórico” a lo “étnico” en Tarapacá (norte de Chile): Crítica a las narrativas hegemónicas y ejercicios de descolonización pendientes | Francisca Urrutia e Mauricio Uribe

Lo Etnopatrimonial: Una Visión desde la Comunidad Altoandina de San Cristóbal de Rapaz | Victor Falcón Huayta

Patrimônio, materialidade, espiritualidade e a arte de construir panelas de barro das mulheres Macuxi entre o norte do Brasil e a Guiana | Roseli Bernardo Silva dos Santos,  Everton José Gomes dos Santos e  Walmir da Silva Pereira

ST 06 | Biografias e histórias de vida como porta de entrada para compreensão de povos indígenas
3 de julho | 14 às 18h

Gercino Xukuru do Ororubá: presença significativa de um século de mobilizações indígenas | Edson Silva

Das louvações às retomadas de terras: João de Nô e as mobilizações contemporâneas dos Tupinambá da Serra do Padeiro | Daniela Fernandes Alarcon

Biografia de uma liderança Kaingang | Adélio Pinto

Memórias de família: Reconstruindo a história de João Tomaz, revela-se um pedaço da história Pankararu e dos índios do Nordeste | Alberto Reani e Josélia Ramos da Silva

Trajetórias de luta e a construção de uma política indígena no Vale do Javari (Amazonas) | Rodrigo de Oliveira

Zé Zabel Perna-de-Pau: um “herói indígena” Tapeba? | Henyo Trindade Barretto Filho

Marcas da história, cicatrizes na memória: a trajetória de vida de Adriano (Teteare) e do povo Apurinã ao longo do século XX | Frederico de Amorim Magalhães

Caboclo Bernardo e sua rede de amigos: os desafios de ser índio no Império | Vânia Maria Losada Moreira

O êxito de um chefe: gift and commodity numa sociedade indígena amazônica | José Pimenta

Memórias do Contato: a trajetória de um Gavião Parkatêjê | Ribamar Ribeiro Junior e Rayane Gomes da Silva

A territorialidade a partir de duas histórias de vida Apinayé | Marcelo Gonzalez Brasil Fagundes

4 de julho | 8 às 12h

A figura do intérprete militar (língua) nas bandeiras e aldeamentos na Capitania de Goiás (1721-1832) | Thiago Cancellier Dias

Ser índio entre brancos:  Alianças políticas, trânsitos religiosos e casamentos inter-étnicos (De Pernambuco ao Rio Grande do Norte, séculos XVI e XVII) | Rita de Cássia Melo Santos

Oiapoque começo ou fim do Brasil? | Rosilene Cruz de Araújo e Evilania Bento da Cunha

Estado Nacional e trajetórias de vida: líderes indígenas de Pernambuco na primeira metade do século XIX | Mariana Albuquerque Dantas

Mathias José dos Santos, identidade, escravidão indígena e colonialidade do poder | Ricardo de Oliveira

Votouro/Kandóia: Uma comunidade Kaingang frente ao etnocidio | Clémentine Marechal

Olhares sobre si: narrativas, memorias e saberes entre os Potiguara na Aldeia do Catu | Manuel Luiz Sousa Moura e José Glebson Vieira

Emergência étnica dos povos indígenas no Piauí | Brisana Índio do Brasil de Macêdo Silva e João Paulo Macedo

Caciques e pajés no Piauí: trajetórias biográficas de caboclos a indígenas | Helder Ferreira de Souza

Do passado à contemporaneidade Baniwa | Franklin Paulo Eduardo da Silva

Entre idas e vindas: os indígenas Xukuru-Kariri migrantes para trabalhos sazonais | Adauto Santos da Rocha

4 de julho | 14 às 18h

Dona Xandoca Karipuna: liderança e protagonismo indígena | Ana Manoela Primo dos Santos

Participación y emancipación como modus vivendi en la Asociación pionera de mujeres mapuche williche Malgnmapu (1980-1999) | Michel Duquesnoy

O Museu Worikg e a cultura tradicional Kaingang em São Paulo | Dirce Jorge Lipu Pereira e Susilene Elias de Melo

Mulheres Kaiowa: urdindo resistências à modernidade | Romina Celona

Historia de Vida e Identidad: mujeres tobas y mapuche en Argentina | Mariana Daniela Gómez

Atuação política de mulheres indígenas através de biografias | Suélen Siqueira Julio

A Cujá Kaingang | Ronelsson Luiz

O dom de ajudar trazer pessoas ao mundo | Osmar Maurício Sales

A participação social e cultural do ancião na comunidade | Marlei Angélica Bento

Registros de papel branco: os índios desaparecidos nos Relatórios e correspondências da Presidência de Província no Rio de Janeiro do século XIX – resistências e trajetórias | Cesar de Miranda e Lemos

Os significados da força de trabalho dos índios na capitalidade do Rio de Janeiro Colonial no século XVIII: A expansão da cafeicultura no Vale do Paraíba | Augusto Drummond Dias Neto

“Quebrando protocolos”: Um relato autobiográfico da Cacique Kátia Gavião do povo Akrãtikatêjê da Montanha | Ana Paula de Souza Fernandes

5 de julho | 8 às 12h

Micropolíticas de Manutenção Linguística: Trajetórias e Experiências – O projeto “Eu Sou Bilíngue” e o Campeonato da Língua Paumari | Ana Carla Bruno e Claudina Azevedo Maximiano

Cuando vinieron los Jurua | Marcelo Bogado Pompa

Memorias del agua: historias, discursos y políticas sobre la escasez y abundancia hídrica en territorios disputados | Aldana Calderón Archina

Claudia Andujar: trajetórias, narrativas fotográficas e dialogicidade com os Yanomami | Micael Luz Amaral e Marília Flores Seixas de Oliveira

A trajetória de Anne Ballester e os Yanomami do Rio Marauiá | Ricardo Martins Vale

Perspectiva de Davi Kopenawa sobre a Epidemia: Reconfiguração da mitologia Yanomami | Mariah Batalha Carvalho

“Entonces yo soy una salsa huichol”, las historias de vida como instrumento de cohesión social en la conformación de las identidades en la comunidad indígena de Presidio de los Reyes, Nayarit | José Luis Quintero Carrillo e Jorge Luis Marín García

Política Xavante e militância espírita: um estudo de caso de processos biográficos e alianças interétnicas | Maria Clara de Campos Silva, Juliana Dal Ponte Tiverón e José Francisco Miguel Henriques Bairrão

O tempo nas narrativas horais Pataxó | Vera Lucia da Silva

Retomada Mbyá Guarani de Maquiné/RS: Narrativas de tempo e espaço | Katiane Machado Cezimbra

Cobra-canoa: criando o mundo da barriga da serpente | Priscila Passos de Lima

Narrativas del yo y posmemoria en la ensayística y la poesía mapuche contemporâneas | Melisa Stocco

A ‘valentia’ de levar vozes indígenas para dentro da literatura brasileira | Deborah Goldenberg

ST 08 | Da subordinação à (difícil) construção de relações pluriétnicas e plurinacionais IV
4 de julho | 8 às 10h

Política de Assistência Social aos Povos Indígenas: reafirmando a luta em tempos de retrocessos de direitos | Patrício Azevedo Ribeiro e Maria Antônia Cardoso Nascimento

Aspectos da assessoria técnica em arquitetura junto a populações indígenas: planejamento e construção da Casa de Cultura Xakriabá | Thiago Barbosa de Campos

Alteridade e desenvolvimento no processo de consulta DGM Brasil: uma comparação a partir da missionação jesuítica e do Banco Interamericano de Reconstrução e Desenvolvimento (sécs. XVI e XX-XXI) | Lucas Zelesco de Oliveira e Priscila Ayres Feller

A interculturalidade nas salas de aula como espaços de construção de relações interétnicas decoloniais e mais justas: reflexões a partir de um projeto de extensão em escolas públicas | Lori Altmann e Roberto E. Zwetsch

4 de julho | 10 às 12h

O grito de que vem da aldeia: a presença Kaingang no Rio Grande do Sul – o espaço territorial e o tempo dos panelões | Danilo Braga

Culturas Indígenas e sociedade ocidental frente às consequências da falta de diálogo: o povo Indígena Kaingang do Sul do país | Laisa Erê Sales Ribeiro e Lori Altmann

Etnogenocídio silencioso de povos indígenas e a responsabilidade do Estado pela cumplicidade omissiva | Ângela Irene Farias de Araújo Utzig e Marcia Andrea Bühring

Ámbito de aplicación de la jurisdicción especial indígena y el derecho fundamental a la consulta previa en su territorio y territorialidad | Nicolas Felipe Segura Ceballos

4 de julho | 14 às 16h

“Nós queremos dialogar, mas vocês não estão deixando a gente”: análise e descrição da ação judicial sobre a participação indígena no projeto de construção da Usina Belo Monte | Lidia Neira Alves Lacerda

Crítica à democracia ambiental brasileira e análise do cenário de conflitos socioambientais envolvendo povos indígenas sob a ótica do pluralismo radical | Ruan Didier Bruzaca e Thaís Emília de Sousa Viegas

Pueblos indígenas y extractivismo: obstáculos para la equidad en el desarrollo | José Del Val Blanco

Lo que se pierde cuando se pierde el bosque por actividades extractivistas y la violación de los derechos de los pueblos indígenas en la Amazonia | José Antonio Martinez Montaño

4 de julho | 16 às 18h

“Antropologia de isolados”, compromisso radical com os povos em isolamento | Lino João de Oliveira Neves

El poder político en la construcción de relaciones pluriétnicas con el Estado: políticas públicas, INAI y pueblos/naciones indígenas originarios en Mendoza, Argentina | Lautaro Rodríguez Ñancu

La construccion del Estado plurinacional de Bolivia, la autodeterminacion de los pueblos desde la construcción de las autonomias indigenas | Walter Limache Orellana

Etnopolíticas mestizas: reflexiones sobre acciones amerindias, identidad y etnónimos desde la experiencia Térraba, Pacifico Sur de Costa Rica | Denia Román Solano

5 de julho | 8 às 12h

Direitos territoriais indígenas e fronteiras: um estudo sobre o Brasil e o Peru | Rodrigo Oliveira Braga Reis

El pueblo Náyeri en lucha: de la defensa del territorio a la producción de alterhegemonía regional | Carlos Rafael Rea Rodríguez

Resistances in Transformation: An approach to the Nahua concept of Vida Buena as a renewed resistance strategy in the movement of defense for the life and the territory in the Sierra Norte (Mexico) | Lorena Elizabeth Olarte Sánchez

Wakoborun a primeira guerreira: as mulheres Munduruku e o Plano de Vida como estratégia de resistência de um povo | Luiz Cláudio Brito Teixeira e Maria Leusa Cosme Kaba Munduruku

5 de julho | 10 às 12h

Consideraciones theóricos y methodologicos para un análisis de los procesos del extractivismus y la resistencia contra los megaprojectos del capital transnational en la Sierra Norte Oriental | Patricia Zuckerhut

Contribuições da biogeografia contra o epistemicídio indígena: visibilizando saberes, protegendo sociobiodiversidades | Ivan de Matos e Silva Junior e Rosiléia Oliveira de Almeida

La Crítica de Marx al proyecto Moderno y las Formas de Sociabilidad de los Pueblos Originarios: Notas para una reinterpretación en clave política | Hander Andrés Henao

ST 10 | Direito de ser e existir: relatos de resistência dos povos indígenas no Brasil
3 de julho | 14 às 16h

Festa da Carnaúba: valorização da cultura indígena em Caucaia-CE | Milena de Lima de Andrade

Paraíba Tabajara: processo de luta e resistência de um povo | Glício Freire de Andrade Júnior e Lusival Antônio Barcellos

“Terra demarcada, vida garantida”: os desafios enfrentados pelo povo indígena Tapeba no Ceará em seu processo de demarcação territorial | Thaynara Andressa Frota Araripe, Raquel Coelho de Freitas, Adrian Esteban Narváez Moncayo e Zayda Torres Lustosa Coelho

“Quem somos nós, com flechas, para confrontar armas de fogo?”: uma abordagem da perspectiva da etnogênese antropológica na efetivação do direito do povo Gamela no estado do Maranhão | Glauce Cristina Viana Barbosa

3 de julho | 16 às 18h

Sumaúma: raízes afro-indígenas do Brasil e educação para as relações étnico-racial | Yashodhan CoMPaz, Yamoro CoMPaz, Yashodhara CoMPaz, Ayian CoMPaz, Odara do Black, Iasmim Alabe, Shati CoMPaz e Oranyiam CoMPaz

O que é ser indígena na universidade: como a comunidade acadêmica pode contribuir para a inclusão desses povos? | Larissa Brenda Cordeiro de Souza

Regularização fundiária de terras indígenas: uma análise dos casos Xákmok Kásek vs. Paraguai e Povo Xucuru vs. Brasil | Josanne Cristina Ribeiro Ferreira Façanha e Maria Emília de Oliveira Assis

Por uma hermenêutica menor: fundamentos antropológicos para uma nova interpretação do sistema jurídico | Rodrigo Arthuso Arantes Faria

4 de julho | 8 às 10h

Poesia, música, identidade e resistência nas lutas indígenas do Brasil | Márcia Kambeba

Interpretação brasileira do artigo 6º da OIT: efeitos da consulta aos povos indígenas e comunidades tribais | Rayanne de Sales Lima

Considerações acerca do engajamento de indígenas Terena na resistência à emancipação da tutela nas décadas de 1970 e 1980 | Victor Ferri Mauro

Cartografia das (Re)existências: os conflitos socioambientais e a violação de direitos dos povos indígenas da tríplice fronteira amazônica Brasil, Colômbia e Peru | Pedro Rapozo e Reginaldo C. da Silva

4 de julho | 10 às 12h

Protagonismo indígena: o cacique Lázaro Gonzaga de Souza na retomada do território Kiriri | Jardel Jesus Santos Rodrigues e Fernanda Lima Almeida

Índios do Direito: judicialização, etnicidade e desafios da luta indígena institucionalizada no Ceará | Laís Almeida Rodrigues

O território etnoeducaional do Médio Xingu e a Hidrelétrica de Belo Monte: coordenação e arranjos institucionais complexos na implementação da política de educação escolar indígena | Carolina Bernardes Scheidecker

Resistências para ser e existir indígena no Brasil | Carla Bethania Ferreira da Silva

4 de julho | 14 às 16h30

Produção mineral e impactos sociais: o caso da comunidade indígena Xikrin do Catete | Daniel Nogueira Silva, Jessica Costa de Sousa, Antônia Larissa Alves Oliveira e Rowan Lucas Veras de Souza

Como o povo Pankararu lida com a não efetivação da desintrusão de seu território tradicional | Douglas Gomes da Silva

Mulher e lutas de classe – feminismo indígena na Amazônia | Thainá dos Reis de Souza, Antonio Janio Ferreira Soares Junior e Kássya Christinna Oliveira Rodrigues

Direito ao território sagrado e o caso da aldeia multiétnica Uyka Kwara | Kwarahý Tembé

Crun Shurin: Una experiencia de recuperación Brörán, en el sur de Costa Rica | Víctor Madrigal Sanchéz

ST 12 | Educação superior, diversidade cultural e interculturalidade: avanços e desafios no acesso e na permanência em universidades latino-americanas
3 de julho | 14 às 16h

Presença indígena na UnB: territorialidade e resistência | Victoria Miranda da Gama Oliveira e Elizabeth del Socorro Ruano Ibarra (Universidade de Brasília, Brasil)

Estudantes Indígenas x Racismo Institucional: experiência de resistência, permanência e o desafios de formação | Braulina Aurora Baniwa e Tanielson Rodrigues da Silva (Universidade de Brasília, Brasil)

Indígenas na UNIR: A atuação da Comissão de Ingresso e Permanência Indígena da Universidade Federal de Rondônia | Eldissandra Toscano de Souza Parintintin, Gicele Sucupira e Nathália Kycendekarun Apurinã (Universidade Federal de Rondônia, Brasil)

Acesso e interculturalidade na graduação e pós-graduação | Layla Jorge Teixeira Cesar (Universidade de Brasília, Brasil)

O Programa Permanência na Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará: o olhar do discente indígena | Sheila Kaline Leal da Silva e Priscila Dias Pinto (Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará, Brasil)

3 de julho | 16 às 18h

Educação e Interculturalidade: perspectivas teóricas e práticas na América Latina | Raoni Machado Moraes Jardim (Universidade de Brasília, Brasil)

Os desafios para permanência dos estudantes indígenas na UFT: O diálogo entre os saberes | Maria Santana Ferreira dos Santos e Paulo André Ixati Oliveira Karajá (Universidade Federal do Tocantins, Brasil)

Estudo comparado sobre as universidades próprias nos países andinos | Júlia Guimarães Stoimenoff Brito (Universidade de Brasília, Brasil)

O acesso dos povos indígenas à educação em meio aos paradigmas constitucionais: uma análise comparada entre Bolívia e Equador | Tiago Franco de Paula e Elizabeth Ruano Ibarra (Universidade de Brasília, Brasil)

4 de julho | 8 às 10h

Representaciones sociales de estudiantes Mapuches respecto a sus experiencias universitarias en la formación inicial de profesores | Eliana Marcela Ortiz Velosa (Universidad Católica de Temuco, Chile)

Introducción de enfoque de atención a la diversidad cultural en la Licenciatura en Desarrollo Local de la Universidad Autonóma de Querétaro, México: una iniciativa interactoral | Alejandro Mira Tapia (Universidad Autónoma de Querétaro, México)

Estudiantes indígenas en Perú y Brasil y la construcción de la interculturalidad en el contexto universitario | Enrique Rivera Vela

A experiência da Licenciatura Intercultural Indígena da UFSC: alternativas e desafios para a inclusão dos saberes indígenas na Universidade | Antonella Maria Imperatriz Tassinari e Joziléia Daniza Jagso Inácio Jacodsen Schild (Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil)

Formación docente en eduación intercultural bilingüe en el noroeste argentino | Álvaro Guaymás (Universidad Nacional de Salta, Argentina)

4 de julho | 10 às 12h

Educación superior y pueblos indígenas: experiencias, estudios y debates en América Latina y otras regiones del mundo | Daniel Mato

Desterritorializando la educación superior: indígenas en la universidad | Jorge Isidro Orjuela Bernal  e Carolina Tamayo Osório (Universidade Estadual Paulista “Júlio De Mesquita Filho”, Rio Claro, Brasil)

A formação de professores indígenas em Ciências Sociais na perspectiva intercultural: desafio contemporâneo em Roraima | Jonildo Viana dos Santos (Universidade Federal de Roraima, Brasil)

O Vale do Javari clama por educação: Experiências interculturais na formação de professores indígenas em um curso PARFOR no Amazonas | Ildete Freitas Oliveira e Heloísa Helena Corrêa da Silva (Universidade Federal do Amazonas, Brasil)

4 de julho | 14 às 16h

A ocupação dos espaços acadêmicos pelos/pelas estudantes Indígenas: um olhar sobre o Recôncavo Baiano brasileiro | Hamangai Marcos Melo Pataxó (Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Cruz das Almas, Brasil)

A importância da decolonização das áreas verdes dentro da universidade para os povos indígenas e suas práticas pedagógicas | Marília Ribeiro de Sousa Põkwýj Krahô, Giancarlo Marinho Costa e Gabriel Vargas Zanatta (Universidade Federal do Tocantins, Brasil)

Acciones afirmativas y procesos organizativos estudiantiles indígenas: Una ruta para fortalecer políticas para grupos étnicos en las Instituciones de Educación Superior de Colombia | Flor Delia Vitonas Bollocue (Universidad del Valle, Colombia)

Articulação para permanência e convivência de indígenas acadêmicos na Universidade Federal do Pampa (Unipampa) | Onorio Isaías de Moura e Maria Crisrina GraeffWernz (Universidade Federal do Pampa, Brasil)

4 de julho | 16 às 18h

Tejiendo estrategias de resistencia en la Educación Superior: Experiencias de acción colectiva del Cabildo Indígena de la Universidad del Valle – Colombia | Emilker Gabriel Cuatín Cuesta (Universidad del Valle, Colombia)

Experiências interculturais nos processos formativos de educadores indígenas: os saberes indígenas e os saberes outros da colonização | Adir Casaro Nascimento, Beatriz do Santos Landa, Carlos Magno Naglis Vieira e Marta Coelho Castro Troquez (Universidade Católica Dom Bosco, Brasil)

“Se não somos bons o suficiente para entrar na universidade, então a universidade também não é boa para as nossas comunidades”: O racismo institucional e os desafios da interculturalidade no Ensino Superior | Carina Santos de Almeida e Elissandra Barros da Silva  (Universidade Federal do Amapá, Brasil)

Indígenas nos cursos de formação de professores: experienciando a interculturalidade e fomentando políticas de permanência | Célia Aparecida Bettiol e Jeiviane Justiniano (Universidade do Estado do Amazonas, Brasil)

5 de julho | 8 às 10h

Reflexões dos Tenetehara/Guajajara sobre “cultura” na Licenciatura Intercultural na Universidade Estadual do Maranhão – UEMA | Ana Caroline Amorim Oliveira (Universidade Federal do Maranhão, Brasil)

Trajetória de estudos de quatro mulheres indígenas graduadas em cursos na área de saúde na UFMT | Andressa dos Santos Alves e Maria Elizandra Lopes Torekureuda (Universidade Federal de Mato Grosso, Brasil)

Ações Afirmativas e presença indígena na universidade: transformando o Campus Binacional de Oiapoque | Vinícius Cosmos Benvegnú (Universidade Federal do Amapá, Brasil)

A vontade de ensinar: as estratégias usadas por jovens Potiguara para ser professor numa aldeia | Severino do Ramo Fernandes da Silva Neto, Bruno Rodrigues da Silva, Jemerson Bezerra Lucena e Gessé Viana da Silva (Universidade Federal da Paraíba, Brasil)

5 de julho | 10 às 12h

Formação de professores indígenas no Brasil: relato das experiências do Programa de Apoio à Formação Superior e Licenciaturas Indígenas (PROLIND) do Ministério da Educação | Lúcia Alberta Andrade de Oliveira e Amanda Rodrigues Marqui (Ministério da Educação, Brasil)

A experiência da ancestralidade na base da Educação Escolar Indígena | Maria do Socorro Pimentel da Silva

Reflexões acerca do tema contextual Esporte e Lazer na Licenciatura Intercultural Indígena da Universidade Federal de Goiás – UFG | Filipe de Andrade Vaz Parente e Jaciara Oliveira Leite (Fundação Nacional do Índio; Universidade de Brasília; Universidade Federal de Goiás, Brasil)

A monitoria como possibilidade de contribuição para permanência dos estudantes Indígenas no Ensino Superior na UFT no curso de Licenciatura em Filosofia: um estudo de caso | Kamilla Silva Pereira, Juliana Santana de Almeida e Raquel Castilho Souza  (Universidade Federal do Tocantins, Brasil)

Os efeitos da aplicação da Lei 12.711/2012 no acesso dos jovens indígenas à formação superior na Bahia | Andressa Thaiany de Carvalho, Ângelo de Oliveira França e Pablo Rodrigo Fica Piras (Universidade Federal da Bahia, Brasil)

Planejamento financeiro e a permanência de estudantes indígenas nas universidades | Vanessa Sena Tomaz e Ilaine da Silva Campos (Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil)

ST 14 | Epistemologías de la sostenibilidad en mundos indígenas de América Latina
4 de julho | 14 às 16h

Apropiaciones de la sostenibilidad en espacios heterogéneos: el caso de la localidad andina de El Rosal, Sur Occidente de Colombia | Astrid Lorena Perafán Ledezma

El manejo del mundo y sus traducciones: epistemología Makuna y sostenibilidad | Luis Abraham Cayón Durán

La conservación en contextos de diversidad socio-material: las vacas y los cóndores en una localidad indígena de los Andes Colombianos (Puracé) | William Andrés Martínez Dueñas

4 de julho | 16 às 18h

Da preservação ambiental à resistência epistêmica: a Mata Atlântica em disputa e o caso da Tekoa Kuaray Haxa (Guaraqueçaba – PR) | Tamara Bacetti Barbosa

Ilha do Bananal em chamas: os Karajá e o manejo do fogo em seu território | Lilian Brandt Calçavara

Pedagogia da Roda e Permacultura: caminhos que se entrelaçam no contexto de Araçuaí | Fábio Júnio Mesquita e Karla Cunha Pádua

Territorialidade Potiguara e paisagem no litoral do nordeste brasileiro | José Glebson Vieira

5 de julho | 8 às 10h

Diálogos imposibles? Historia de un encuentro entre el pensamiento agroecológico Maya y Huaorani | Laura Rival

Percepción y narrativa de la naturaleza: procesos de confrontación epistémica y territorial en las comunidades Mazahuas del Estado de México | David Figueroa Serrano

La ley y la pesca artesanal tradicional en zonas costero marinas de Colombia. Una red de desposesión e invisibilidad | Isabela Figueroa

The visual language of women’s socio-environmental movements: analyzing the intersection of gender, ethnicity, and sustainability in visual expressions of Chilean movements | Karina Cárdenas Moraga

5 de julho | 10 às 12h

A sabedoria dos povos indígenas e a reflexão sobre uma ética ambiental decolonial | Matheus Henrique dos Santos, Marina Guerin e Julice Salvagni

Cosmopolítica de la tierra y horizontes de lo posible: la erosión natural-cultural en la agricultura altoandina en el Cusco | Jorge Legoas

El potencial político de la relacionalidad Mapuche: disensos sobre la sostenibilidad | Ana Margarita Ramos

ST 16 | Estratégias decoloniais de produção de conhecimentos e fortalecimento das identidades indígenas
3 de julho | 14 às 16h

Reflexões em torno da etnicidade e diversidade cultural, no Brasil, desde uma perspectiva ambiental | Ordália Cristina G. Araújo

Navegando pelo Rio Javaés | Ricardo Tèwaxi Javaé e Patrícia de Mendonça Rodrigues

4 de julho | 8 às 12h

Políticas estatales y etnicidad: acelerados cambios radicales que generan duras incertidumbres | Jorge Kulemeyer

Os habitantes originais do Brasil oitocentista na obra primeiros Cantos de Gonçalves Dias | Maikon Geovane Oliveira Vila Nova e Raimundo Lima dos Santos

Articulando saberes con los pueblos originarios en Argentina | Crispina Gonzalez

“Nosso sustento vem do rio”: práticas tradicionais alimentares Javaé na atualidade | Tamiris G. Maia

4 de julho | 14 às 18h

Indígenas e a apropriação da escrita: impasses,desafios e possibilidades (1990-2015).” A Queda do Céu” o recado de Watoriki | Karla Alessandra Alves de Souza e Elias Nazareno

Gestão territorial e ambiental de terras indígenas e itinerários formativos | Jonise Nunes Santos, Ana Paula Diniz e Ana Cláudia Araújo Diniz

A educação matemática na formação intercultural para educadores indígenas | Mariane Dias Araújo

Relações interétnicas na capitania de goiás e estratégias e atuações indígenas frente às políticas indigenistas do século XVIII | Patrícia Emmanuele Nascimento

5 de julho | 8 às 12h

Educação decolonial: o protagonismo indígena na construção de um currículo intercultural | Rosana Hass Kondo e Cloris Porto Torquato

Pedagogias e epistemologias indígenas e não indígenas no contexto educacional brasileiro | Luciana Leite Da Silva e Elias Nazareno

ST 18 | Gulumapu-Araucanía, Pampas y Patagonia, nodos de resistencia política, siglos XIX y XX
4 de julho | 14 às 18h

Agencia indígena, etapa de fronteras

Bienes de procedencia “cristiana” en las tolderías ranquelinas (década de 1840) | Marcela Tamagnini

El músico de frontera y la práctica musical | Gustavo Darío Torres

“Nos contó que todas las reses que veíamos aquí eran de su propiedad”. Redistribución de recursos entre los grandes agregados familiares mapuche del área araucano-pampeana (1840 – 1873) | Cristian Perucci González

Alianzas políticas y estrategias de resistencia en el fin de las fronteras: la trayectoria de los salineros (1870-1890) | Ingrid de Jong

Los Conquistadores | Fernando Pairican Padilla

5 de julho | 8 às 10h

Discursos en la larga duración y contemporáneos

Representaciones actuales de la prensa escrita sobre el histórico conflicto Estado Chileno-pueblo mapuche. El caso de columnas y reportajes online de los periódicos la tercera y el mercurio 2017-2018 | Nicolás Pareja Arellano

Imaginar y consolidar la nación, cuando los reinos españoles en América se volvieron naciones. La nación como marco de exclusión en el siglo XIX y XX | Juan David Echeverry Tamayo

Entre a Araucania Maldita e o Deserto Indômito. Debates políticos e resistência indígena nos processos de expansão territorial dos Estados chileno e argentino no século XIX | Alessandra Gonzalez de Carvalho Seixlack

Expresiones autoetnográficas mapuche en el período reduccional (1883 – 1927). Una revisión de los actores y textos de “informantes” mapuche en la producción etnográfica araucanista | Arturo Javier Farías Correa

La Doctrina del Descubrimiento en las políticas de ocupación y genocidio de los Pueblos Indígenas en Wajmapu | Herson Huinca Piutrin

5 de julho | 10 às 12h

Tierras, militarización y resistencia

“Sin tener absolutamente un rincón de tierra”. Privatización de la tierra y política indígena en las llanuras pampeanas (provincia de Buenos Aires, 1860-1890) | Luciano Literas

El proceso de militarización de la población indígena en Bahía Blanca: prácticas de subordinación y de resistencia en la formación de “tribus de indios amigos” | Maria Laura Martinelli

“Un pedacito de tierra para la hacienda”: recursos y estrategias jurídicas desarrolladas por los descendientes de la tribu de Yanquetruz en Carmen de Patagones, Argentina (1878 – 1895) | Luciana Peréz Clavero

ST 20 | Identidad étnica y patrimonio biocultural. Producción económica y reproducción social: aportes a la sociedad global
4 de julho | 8 às 10h

Sesión 1: Identidad, cultura y economía

Ceremonia Qom y patrimonio biocultural: comunidad Lapo´Olé del pueblo Qom, San Nicolás, Buenos Aires, Argentina | aura Aragon e Nadia Voscoboinik

Historia y cultura de Matambú, Territorio Indígena Chorotega. Costa Rica, América Central | Carlos Gerardo Cruz Chaves

Deuda, transiciones y cambio social | Ana Gendron-Correa

Ntaunaq Nam Qom: una experiencia de trabajo colectivo-comunitario | Julia Gomez

4 de julho | 10 às 12h

Sesión 1: Identidad, cultura y economía (continuación)

Turismo em territórios indígenas no Ceará, Brasil: o turismo empresarial como negação da indianidade e o turismo comunitário e ambiental como vetor de reafirmação étnica e do patrimônio cultural | Isis Maria Cunha Lustosa

Da aldeia ao gramado, o futebol dos Gaviões Kyikatejê | Priscila Dias Pinto e Sheila Kaline Leal da Silva

Aspectos sociales, culturales y ambientales del Pueblo Mayo Yoreme de Choix, Sinaloa, México | Estuardo Lara Ponce, María de Jesús Rabago Villalba e Zelexmar Mayo Meza

Los retos para preservar el patrimonio cultural de los barrios indígenas de la ciudad histórica de Puebla, México | Norma Leticia Ramirez Rosete, José Alejandro Reyes Granados y Basilio Calderón Calderón

4 de julho | 14 às 15h

Sesión 1: Identidad, cultura y economía (continuación)

Avaliação do conhecimento tradicional como estratégia de Manejo Integrado do Fogo no Cerrado brasileiro | Marcelo Trindade Santana, Rodrigo de Moraes Falleiro, Maristella Aparecida Corrêa, Sandro do Carmo Benevides, José Adilson dos Santos Silva, Bolívar Xerente e Alex Alves Zomaizokiece

Diversidade cultural: memória, cultura e identidade Kaingang | Rosemari Fiuza da Silva, Sueli de Oliveira Tomas, Viviane Santi Martins, Rita Daniela Castanho Estallivieri e Sandra Monteiro Lemos

Acción extensionista del PET Ingenierías UEFS, junto a la AIMKA, para la implantación de producción y procesamiento de frutas en Massacará | Pedro Paulo Garcês Magalhães, Quézia dos Santos Cardoso, Erivaldo Almeida Mascarenhas Neto, Rodolfo Edivan Moreira e Pablo Rodrigo Fica Piras

4 de julho | 15 às 18h

Sesión 2: Políticas, organización y memoria

“Vivir en tierra ajena”. Consideraciones en torno a los procesos de des-territoirialización y re-territorialización de una comunidad Ava Guaraní en Argentina | Lucía Inés Aljanati

Práticas de representação social da Pimenta Baniwa na rede social Instagram | Andreza Silva de Andrade

Artesanía indígena más allá de la resistencia y permanencia, una contribución a la Educación Estético Ambiental | Lissette Eliana Torres Arévalo e Narjara Mendes Garcia

“Somos de acá antes que Uds”. Los conocimientos y las identidades y culturas indígenas en relación con sus derechos | Diego Fernando Bermeo

Identidades revitalizadas, preservación del patrimonio biocultural y defensa del territorio. Estudios de caso de dos asociaciones de pueblos indígenas en México y Brasil | Luisa Gabriela Avila Cortés, Emmanuel Cándido Mejía León, Laura Jinete Bautista e Gasodá Paiter Surui

Presencias andinas en el espacio público. contiendas entre los requerimientos municipales y las organizaciones Quechuas/Aimaras en torno a sus celebraciones en el Gran la Plata, Argentina | Sofía Silva e Stella Maris García

ST 22 | Insurgências e resistências: a vida nas/das terras indígenas sob regimes autoritários
3 de julho | 14 às 18h

A terra sagrada e os direitos indígenas em tempos incertos | Sílvia Gabriel Teixeira e Tiago Geisler

A conversão da terra e a experiência do limite | Andressa Lewandowski

O povo Krĩkati, a demarcação de sua terra e o processo inconcluso de sua desintrusão | Kátia Núbia Ferreira Corrêa

Os planos de gestão de terras indígenas no âmbito da PNGATI: resistência ou acomodação na institucionalização de práticas e saberes indígenas em uma política pública | Henyo Trindade Barretto Filho

Land in Trance: Global capitalism expansion and the governance of indigenous dispossession in Brazil | Marcela Vecchione-Gonçalves

La Amazonia rebelde: monografía de los movimientos indígenas amazónicos en resistencia | Miguel Angel Urquijo Piñeda

O protagonismo dos estudantes indígenas na luta pela demarcação dos seus territórios tradicionais (PÔSTER) | Luiza Kelly Assis de Oliveira

4 de julho | 8 às 12h

Os povos da floresta e a política indigenista ditatorial: remoções e resistência dos Alantesu e Wasusu entre os anos de 1970-1975 | Rayane Barreto de Araújo

A “guerra dos 18 anos”: uma análise da ditadura civil-militar brasileira a partir da perspectiva do povo indígena Xakriabá | Juliana Ventura de Souza Fernandes

Questões sobre genocídio e etnocídio indígena: a persistência da destruição | Helena Palmquist

As sementes do chão da aldeia: o papel dos advogados(as) indígenas na efetivação dos direitos dos povos indígenas | Breno Neno Silva Cavalcante

“Pela garantia e proteção dos territórios”: agências e posicionamentos indígenas no atual cenário político brasileiro | Marcia do Carmo Sousa, Benedito Emílio da Silva Ribeiro e Vanderlúcia da Silva Ponte

4 de julho | 14 às 18h

Os lugares dos outros: a terra Karajá como superposição | Eduardo Soares Nunes

A terras e seus habitantes entre os Awá-Guajá: a lógica dos distribuidores sensíveis | Renata Otto Diniz

Andar sobre a terra: constituição de lugares, coletivos e espaços-tempos Karo-Arara | Julia Otero dos Santos

Terra e autonomia: a questão da Terra Indígena Riozinho do Iaco | Marcos de Almeida Matos

Moeno Owï, Kahyana Owï | Angela Amanakwa Kaxuyana e Victor Alcantara e Silva

Fixar, andar: caminhos cruzados sobre territórios e modos de vida | Elaine Moreira

5 de julho | 8 às 12h 

Variação da resistência e a resistência da variação entre os Guarani Mbya | Lucas Keese dos Santos

Levantar gente, levantar terra: lutas pela terra e resistências como modos de vida entre os Guarani e Kaiowa em Mato Grosso do Sul | Lauriene Seraguza e Eliel Benites

Sobre outros modos de ocupar: o tempo dos sonhos o Tekoha sonhado Tupi Guarani | Lígia Rodrigues de Almeida

Desta terra para esta terra: modos de rexistência Tikmu’un/Maxakali | Roberto Romero e Isael Maxakali

Linhas de fuga para viver a floresta: sobre alguns dos modos de (r)existência Tikmũ,ũn/Maxakali | Paula Berbert e Douglas Ferreira Gadelha Campelo

ST 24 | Jóvenes indígenas en la educación superior de América Latina: sentidos de la profesionalización, nuevas experiencias de afirmación, de diálogo de saberes y de investigación-acción
3 de julho | 14 às 18h

Acciones afirmativas y propuestas “interculturales” en la universidad: logros, avances y limitaciones en las propuestas curriculares, metodológicas y evaluativas

Estudantes indígenas no ensino superior e os impasses de uma cidadania afirmativa | Ana Elisa de Castro Freitas e Eduardo Harder (Brasil)

Ações afirmativas e educação superior indígena: contribuições da produção textual para a (trans)formação do ambiente universitário | Mateus William Martins Gomes, Gabriel Dias Vidal Azevedo e Umberto Euzebio (Brasil)

Diálogos interculturales en la Universidad Nacional de la Patagonia, San Juan Bosco, provincia del Chubut. Argentina | Daniel Loncon e María Verónica Miranda (Argentina)

Estudantes indígenas nas novas Escolas Médicas Federais no Brasil | Willian Fernandes Luna e Eliana Goldfarb Cyrino (Brasil)

Sobre a permanência de estudantes indígenas na Universidade Federal do Tocantins: algumas aproximações | Carolina Pedreira, Izak Araão Gonçalves, Maloiri Vele Xerente, Olga Ribeiro Costa (Brasil)

Estudiantes indígenas en una Universidad Nacional Argentina. Análisis de la permanencia desde las voces de diversos actores | Mirian Graciela Soto, Adriana Elizabeth Luján e Laura Liliana Rosso (Argentina)

Relato de experiência: Programa Jovem Aprendiz Indígena em contexto urbano na Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina – SPDM nos anos de 2012 à 2018 | Awaé Trumai Waurá, Leandro da Cruz Silva, Jibran Yopopem Patte, Marcos Schaper dos Santos Junior, Sonia Maria Lofredo, Josicléa Maria dos Santos e Kuanakiki Ahuwera Karajá (Brasil)

4 de julho | 8 às 12h

Estudiantes y docentes indígenas en contextos de interculturalidad: apropiaciones e interpelaciones múltiples

Jovens indígenas na universidade: movimentos de apropriação e re-existência | Michele Barcelos Doebber (Brasil)

Presença Baniwa nas universidades e a descolonização do pensamento: um caminho possível de reflexividade indígena | Francineia Bitencourt Fontes (Brasil)

Docentes indígenas en el noroeste argentino: lectura de sus trayectorias desde epistemologías plurales | Álvaro Guaymás, Adelaida Jerez e Ana de Anquín (Argentina)

Encontros de Estudantes Indígenas de Mato Grosso Sul: desafios, protagonismo e interculturalidade no ensino superior | Beatriz dos Santos Landa e Eva Maria Luiz Ferreira (Brasil)

Memória, documentação de saberes e protagonismo de pesquisadores indígenas | Maurides Macêdo e Rosani Moreira Leitão (Brasil)

Indígenas Tentehar e o Ensino Superior | Sérgio César Corrêa Soares Muniz e Cássia Ferreira de Oliveira (Brasil)

4 de julho | 14 às 18h

Estudiantes y docentes indígenas en contextos de interculturalidad: apropiaciones e interpelaciones múltiples

O Encontro Nacional dos Estudantes Indígenas e a Territorialização Intercultural das Universidades no Brasil | Assis da Costa Oliveira (Brasil)

“A presença indígena nos territórios, da aldeia à universidade” (e vice-versa): juventudes indígenas universitárias em movimento(s) nos Encontros de Estudantes Indígenas | Ricardo Sant’ Ana Felix dos Santos (Brasil)

A “luta pelo diploma e o diploma para a luta”: questões em torno da luta para o ingresso e a permanência de estudantes indígenas na universidade | Ana Cláudia Gomes de Souza (Brasil)

Una apuesta por culturas escolares antirracistas en la educación superior intercultural: jóvenes universitarios ñöñho frente al racismo | Alejandro Mira Tapia (México)

Nhembo’é mboraí: ensinamentos cosmo-sônicos Guarani na interdisciplina Encontro de Saberes/Universidade Federal do Rio Grande do Sul | Vherá Poty Benites da Silva, Ana Lucia Liberato Tettamanzyr, Rumi Regina Kubo e Marília Raquel Albornoz Stein (Brasil)

ST 26 | Leyendo la “tierra adentro”: archivos coloniales, categorías de clasificación y estrategias etnohistóricas para las zonas de frontera
3 de julho | 14 às 16h

Archivo indígena y memoria legal en los Andes coloniales | Alcira Dueñas

El lugar del espacio chaqueño en la imaginación cartográfica de la colonia temprana | María Laura Pensa

Mapas históricos e imaginarios etnogeográficos en el Río de la Plata | Jeffrey A. Erbig Jr.

Diário do demarcador: uma introdução – A segunda subdivisão de limites espanhola e a narrativa sobre os grupos nativos 1783 – 1801 | David da Silva Carvalho

3 de julho | 16 às 18h

A fronteira produzindo narrativas: deslocamentos indígenas e missões jesuítas e carmelitas no Alto e Médio Amazonas (1686-1755) | Fernanda Aires Bombardi

Los mapuche-huilliches en las cartas annuas jesuitas de la frontera meridional de Chile: estrategias de cristianización, adaptación misionera y representaciones discursivas (siglo XVII) | Jaime Valenzuela

Palabras, símbolos y descripciones sobre los grupos indígenas insumisos del Chaco austral durante el siglo XVIII | Carina P. Lucaioli

4 de julho | 8 às 10h

De la deconstrucción a los estudios subalternos y más allá: Para entender la frontera en los siglos dieciocho y diecinueve argentino y uruguayo | Gustavo Verdesio

A colônia de Sacramento e as classificações das populações originárias: as possibilidades de uma história indígena a partir das crônicas coloniais | Eduardo Santos Neumann

Reflexiones sobre el vocabulario étnico-politico de las fuentes del período colonial | Lidia Rosa Nacuzzi

Los traslados y padrones indígenas en la segunda mitad del siglo XVII en la jurisdicción de Buenos Aires | Sabrina Lorena Vollweiler

4 de julho | 10 às 12h

Reconstruyendo linajes en el largo plazo: El caso del linaje del Cacique Negro en Nord Patagonia, 1779-1859 | Geraldine Davies Lenoble

Fuertes y parajes en la frontera oriental de Córdoba: Una primera aproximación a la identificación de estos enclaves durante la época colonial | Daniela Sosnowski

Los ranqueles a la luz de los vaivenes de sus archivos históricos en la República Argentina | Graciana Pérez Zavala

ST 28 | Memória, História e o Ensino de História Indígena: pluralização de perspectivas e enunciação de outras narrativas a partir do protagonismo e autoria indígena
3 de julho | 14 às 16h

“Essa história mentirosa não é nosso passado”: O rap indígena como insumo no ensino de história e cultura indígena | Diogo de Lima Saraiva

Calendário Maya na Guatemala contemporânea: entre unidade e diversidade | Thiago José Bezerra Cavalcanti

La construcción de la diferencia a partir de las creencias entre los pueblos mixtecos de Oaxaca | Nicolás Olivos Santoyo

Narrativas e interculturalidade na Educação Básica: diálogos com a América profunda no espaço escolar | Laura Nelly Mansur Serres

A ‘nova’ história indígena em sala de aula: reflexões e narrativas a partir da práxis | Maria Geralda de Almeida Moreira

3 de julho | 16 às 19h

A História Indígena no museu: olhares para a educação patrimonial no Museu Antropológico de Ituiutaba (MUSAI) | Tássita de Assis Moreira

“Índios do Brasil”: uma reflexão decolonial | Henry Albert Yukio Nakashima

Oficina dossiê indígena: deslocando pontos de vista eurocêntricos | Kátia Luzia Soares Oliveira

SESSÃO DE PÔSTERES

Decolonizando o ensino de história indígena em uma oficina pedagógica para estudantes do Ensino Médio | Rodolfo Santos Nunes

As práticas sociais dos povos indígenas no livro didático de Matemática | Maria José Almeida do Nascimento

Descolonização dos currículos: Lei 11.645/2008 na construção do reconhecimento pluriétnico | Joselaine Dias de Lima Silva e Eliseu Possato

A cultura indígena nos livros didáticos de Sociologia | Luiz Severino Da Costa Filho

4 de julho | 8 às 10h

Índios de Papel – percurso histórico da construção discursiva colonizadora sobre os indígenas | Marcos Rodrigues Barreto e Rosângela Daiana dos Santos

A Lei n. 11.645/2008: a formação de professores como um convite para acessar nossa ancestralidade indígena | Fátima Rosane Silveira Souza

Ação pedagógica sob a luz da Lei nº 11.645/2008 nas escolas públicas do Amazonas nos anos de 2010 a 2015 | Alva Rosa Lana Vieira, Michelle Carneiro Serrão Valéria e Augusta Cerqueira de Medeiros Weigel

Histórias indígenas, histórias do possível acerca do sexo/gênero | Susane Rodrigues de Oliveira

4 de julho | 10 às 12h

Narrativas em disputa: apagamentos, tensões e resistência em torno da Base Nacional Comum Curricular de História | Fabiana Rodrigues de Almeida

A (re)denção da historiografia e a prática escolar: trocas entre saberes, mobilizações e direitos étnicos | Tatiane Lima de Almeida, Alexandre Gomes Teixeira Vieira e Mikaela Moreno Vasconcelos Araújo

Jepuruvô Arandú “utilizando sabedoria”: uma experiência com educadores e gestores em torno da temática indígena nas escolas do Rio Grande do Norte | Jussara Galhardo Aguirres Guerra e Maria Gorete Nunes Pereira

O Ensino de Arte no Ensino Fundamental e a Lei 11.645/08: narrativas indígenas | Keyde Taisa da Silva e Poliene Soares dos Santos Bicalho

Literatura e história indígena nas aulas de língua portuguesa: realidades, possibilidades e implicações pedagógicas | Edson Santos da Silva Júnior

4 de julho | 14 às 16h

Oralidades, memórias e narrativas Mebengôkre: histórias de um povo “sem escrita” | Dilma Costa Ferreira

Fortalecendo epistemologias nativas a partir de vozes ressoadas pelas narrativas históricas indígenas na universidade | Célia Nunes Correa (Célia Xakriabá)

Educação e diversidade: história e cultura do povo Sateré-Mawé | Mirela Silva Ferreira

Pachamama Editora – o protagonismo da mulher indígena na História: o registro dos povos originários por meio da publicação de livros bilíngues | Aline Rochedo Pachamama – Churiah Puri

Narrativas do povo: o conhecimento tradicional registrado sob a autoria indígena coletiva | Aline da Silva Franca

4 de julho | 16 às 19h

Literatura, memória e autoria indígena | Carina Oliveira Silva

Ensino de História e História Indígena: a ausência do diálogo entre a escola indígena e a escola não indígena | Luciana Helena de Oliveira Viceli e Rosângela Célia Faustino

O Ensino de História Indígena na Educação Básica a partir da obra “Metade Cara, Metade Máscara” de Eliane Potiguara | Cristiane de Assis Portela

SESSÃO DE PÔSTERES

Os pilares de uma memória silenciada: ruídos e histórias indígenas em Campos dos Goytacazes – RJ | Thamires Pessanha Angelo

O ensino de história memória e tradição na escola indígena: uma forma de afirmação da identidade étnica | Silvia Ayabe e Victor Ferri Mauro

Indígena: diversidade cultural voltada para a prática pedagógica | Keyliane Maria Sousa Costa

Escrevendo relatos sobre a história de resistência de um povo: o massacre de 70 índios Tapuias Paiacus do Apodi | Maria Mônica de Freitas e Gilton Sampaio de Souza

5 de julho | 10 às 12h

Diálogos entre a educação e saberes indígenas: processos pedagógicos étnicos da cultura Sateré-Mawé na perspectiva da relação intercultural | Cristiane de Almeida Vieira da Silva, Diego St. Rosa, Mirela Silva Ferreira e Thelma Lima da Cunha Ramos

Narrativas Xavante sobre o contato | Sílvia Clímaco Mattos

Quilombolas e Indígenas: interseccionalidades no parentesco, na história e na luta | Maria Aparecida Mendes

Protagonismo e autoria indígena em materiais didáticos: a história na perspectiva indígena | Ana Roberta Uglo Patté, Marcos Vesolosquzki e Kassiane Schwingel

ST 32 | Memórias, narrativas e saberes tradicionais: experiências, territorialidades e visibilidades de Povos e Comunidades Tradicionais
3 de julho | 14 às 16h

Território como lugar educativo: alternativa de educar para a vida e possibilidade de resistência ativa | Lucilene Julia da Silva e Maria Bertely Busquets

Memória e história: Pedagogia de resgate das canoas | Maria das Dores do Rosário Almeida

Qual a participação dos Povos e Comunidades Tradicionais nas indicações de áreas prioritárias para a conservação da Mata Atlântica | Jorge Inocêncio Alves Junior e Carmo Thum

Xavantes e Kuikuros na mediação artística do olhar estrangeiro | Silvia Maria do Espírito Santo

Navegar é preciso: visibilizando os saberes e fazeres ancestrais dos mestres da carpintaria naval amazônica | Roberta Sá Leitão Barboza, Marcelo Oliveira, Josinaldo Reis do Nascimento e Joerbt Franco

Emergência étnica indígena, territorialização, memória e identidade do grupo indígena Tabajara e Tapuio da Aldeia Nazaré | Ilana Magalhães Barroso

Certificação das Comunidades de Fundos de Pasto do Estado da Bahia | Jaziel dos Santos Silva

Expedições fluviais pela bacia do Juruena como estratégia de planejamento territorial e formação política | Andreia Fanzeres, Tarcísio da Silva Santos Júnior, Ricardo da Costa Carvalho e Adriele Andrade Précoma

3 de julho | 16 às 18h

Práticas de resistência no audiovisual Xavante: memórias e narrativas | Gilson Moraes da Costa

Povos e comunidades tradicionais, territorialidade, memória, biodiversidade: aproximações aos conceitos | Caroline Teixeira Azambuja, Laressa Oliveira da Silva e Carmo Thum

Narrativas Indígenas Guarani no Brasil – vozes que permanecem | Daniela Gebelucha

O problema da demarcação das Terras Indígenas no Acre: os conceitos dos limites e os limites dos conceitos | Elenira Oliveira Gomes e Rosemary Marinho da Silva

Ancestralidade indígena: silenciamentos e desvelamentos | Luana Barth Gomes e Cledes Antonio Casagrande

Educação Krahô: transmissão de saberes tradicionais | Renato Yahé Krahô, Francisco Ediges Albuquerque e Leni Barbosa Feitosa

A etnomatemática do povo Rikbaktsa: espaço-tempo-vivências | Elani dos Anjos Lobato, Mônica Taffarel e Adailton Alves da Silva

Anna Pantoni Eseru: as formas de compreensão e preservação dos sítios arqueológicos em comunidades indígenas: um estudo de caso sobre a Comunidade Camararém I e II. Terra Indígena Raposa Serra do Sol, Roraima – Brasil | Elder Silva Marques

Movimento das Catadoras de Mangaba | Alicia Santana Salvador Morais

Formas tradicionais autônomas de organização: os Kukama habitando a Amazônia Peruana | Daniel Fernandes Moreira e Marco Ramírez Colombier

4 de julho | 8 às 10h

A cultura indígena Bora e Uitoto em The North-West Amazon, de Thomas Whiffen: algumas ponderações | Hélio Rodrigues da Rocha

Natchiga i Ũ’tchigüne: A história da Comunidade Tikuna Filadélfia e a conquista da educação indígena nas narrativas dos anciões da comunidade | Elissadrina Felix Rodrigues, Uerica Estevao Gomes, Anabel Florez Carvalho e Gilse Elisa Rodrigues

Etnoturismo e práticas educativas na Aldeia Pé do Monte: construção de fazeres e saberes Pataxós | Vanessa Iurchiag Rozisca, Itamar dos Anjos Silva e Jéssica Silva Pereira

A construção do arco e flecha Potiguara: o conhecimento técnico integrado ao manejo da natureza e corporeidade dos artesãos e arqueiros | Sonia Maria Neves Bittencourt de Sá e Maristela Andrade de Oliveira

Fundos de Pasto: identidade e pertencimento | Josivan da Silva Santos e Zadiel dos Santos Silva

História e memória do patrônimo “Cabelo Bom”: Tenetehara-negros | Maristane de Sousa Rosa Sauimbo

Lutas territoriais indígenas: reelaborações culturais e identitárias | Arlete Maria Pinheiro Schubert e Erineu Foerste

Identidade étnica e conflitos vivenciado pelos Gamelas no sudoeste piauiense | Cristhyan Kaline Soares da Silva, Ilana Magalhães Barroso e Milena dos Reis Rabelo

A Lenda do Monte Pascoal: Cinema e Memória do Povo Pataxó da Bahia | Itamar dos Anjos Silva, Jéssica Silva e Vanessa Rozisca

4 de julho | 10 às 12h

Educação, memória e direitos linguísticos de PCTs: territorialidades das línguas maternas | Myrna Gowert Madia Berwaldt e Carmo Thum

Kariri Xocó: contos indígenas | Denizia Cruz

A violência simbólica: disputas pela última jurema | Luiz Francisco da Silva Junior

Cantos, rituais e território: Uma abordagem sobre os Ràmkôkamẽkra/Canela e os Timbira | Ligia Raquel Rodrigues Soares

A reportagem multimídia “‘Não é todo mundo que sabe chorar’ – O fim do luto dos Apinayé no ritual do Parkapê”: usos do jornalismo digital para a democratização da comunicação | Isabel Maria Lima Sousa

Monumento Natural dos Pontões Capixabas: o impositivo preservacionista e a resistência pomerana | Helmar Spamer

Histórias contadas pelos anciões da Terra Indígena Laklanõ | Josiane de Lima Tschucambanmg

A luta dos povos indígenas na proteção dos conhecimentos tradicionais: uma experiência do Conselho de Gestão do Patrimônio Genético – CGEN | Renata Carolina Corrêa Vieira

Narrativas, mitos, ritos e História mais do povo Akwe-Xerente | Tiago Srekmorate Xerente

ST 34 | Mulheres, crianças e História: o ‘feminino’ e o ‘infantil’ na sociedade americana, séculos XVI-XIX
4 de julho | 8 às 12h

Onde estão e como são as crianças e as infância delineadas pela Arqueologia brasileira? | Adriana Fraga da Silva (Universidade Federal do Rio Grande, Brasil)

Mabilde e as mulheres indígenas: raça e gênero na construção da diferença sexual na primeira metade do século XIX | Isadora Diehl 

Mobilidades sócio-espaciais de mulheres e crianças indígenas na fronteira platina de inícios do Oitocentos | Karina Melo

“Selvagens” e “inconstantes”: a representação das crianças Kayapó no discurso dos missionários dominicanos do Araguaia (1896-1920) | Laécio Rocha de Sena (Universidade Federal do Pará, Brasil)

Corporalidades racializadas desde el discurso visual de la otredad: memorias no escritas de las subalternas en la obra plástica de Víctor P. de Landaluze | Olga María Rodríguez Bolufé y Greyser Coto Sardina (Universidad Iberoamericana, Ciudad de México, México)

El protagonismo de las mujeres nativas guaraníes en la sociedad | Angélica Otazú (Universidad Católica Nuestra Señora de la Asunción – CONACYT, Paraguay)

Pautas de crianzas en la etnia Wayuu | Zaine Arredondo (Universidad Nacional – UNAD, Colombia)

Análisis de procesos educativos en infantes de comunidades indígenas wayuu en el Departamento de la Guajira (Colombia) | Natalia Vanessa Barros Ortiz (Universidad Nacional Abierta y a Distancia – UNAD, Colombia)

4 de julho | 14 às 18h

A leitura de literatura indígena para a infância e a mediação estética em acadêmicos(as) de Pedagogia (Poster) | Ivanir Maciel / Eliane Santana Dias Debus (Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil)

Narrativas e territorialidades das infâncias Guarani e Kaiowa na Reserva Indígena de Dourados – MS (Poster) | Gislaine Monfort (Universidade Federal de Grande Dourados – UFGD, Brasil)

Mulheres Indígenas: Uma construção histórica de resistência, superação de preconceitos, rupturas com o espaço opressor, conquistas de espaços público e social | Adriane da Silva Oliveira (UNIP, Brasil)

Notas sobre mulheres indígenas na sociedade colonial do Rio de Janeiro | Suelen Siqueira Julio (Universidade Federal Fluminense / Colégio Pedro II, Brasil)

Guardar la castidad: mandatos jesuíticos sobre los cuerpos femeninos. El caso de las reducciones del Chaco | María Beatriz Vitar Mukdsi (Universidad de Sevilla, Espanha)

Mixed marriages in the captaincy of the Rio Negro: indigenous women, soldiers, settlers, and cunhamenas in the second half of 18th century | Manoel Domingos Farias Rendeiro Neto (University of California, Davis)

Mulheres e crianças indígenas na região platina: Séc. XVIII | Laura Oeste (Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil)

Lecturas histórico-antropológicas sobre las miradas jesuíticas en torno de la niñez indígena. Chaco, siglo XVIII | Carlos D. Paz  (FCH-UNCPBA/Dpt. de Historia)

Mulheres, crianças e História Indígena: o “feminino” e o “infantil” na sociedade Guaikuru em El Paraguay Católico, de José Sánchez Labrador, século XVIII | Giovani José da Silva

ST 36 | Nuevas epistemologías interculturales. Desafios para la educación y la comunicación
3 de julho | Sessão 1

14h | ABERTURA

14h10 | Articulaciones entre tequio académico, aprendizaje basado en problemas en el contexto de los procesos de formación de docentes indígenas | Antonio Carrilllo Avelar (UNAM, México)

14h30 | Educação Indígena Akwẽ: entraves e perspectivas discutidas durante as aulas no Comitê | Suety Líbia Alves Borges (UFG, Brasil)

14h50 | Escuela Intercultural Charrúa Itinerante (ESICHAI): estrategias de formación y capacitación interna del pueblo charrúa en Uruguay | Ana Maria Magalhães de Carvalho (FLACSO, Argentina)

15h10 | Relato de experiências com o Projeto “Palavra Pulsante: tecendo aprendizagens por meio da Literatura Indígena | Marcilea de Freitas (Universidade Federal do Sul da Bahia, Brasil)

15h30 | CAFÉ

15h40 | Interculturalidade(s) na educação escolar indígena no sul do Brasil: reflexões a partir do estar sendo de Professores Guarani | Dannilo Cesar Silva Melo

16h | Práticas interculturais de formação e atenção integral à saúde indígena: conhecimentos indígenas e acadêmicos em diálogo no  Ambulatório de Saúde Indígena do Hospital Universitário de Brasília | Maria Helena Ortolan (Universidade Federal do Amazonas, Brasil)

16h20 | Acompañamiento situado y diálogo intercultural desde el saber propio y el saber universal: construcción colectiva en territorio | Ingrid Paola Calderón Ramos (Universidad Santo Tomás. Bogotá, Colombia)

16h40 | Novas epistemologias interculturais. Desafios para a educação e para a comunicação | Lúcia Helena V. Rangel (PUC-SP, Brasil)

17h | CAFÉ

17h10 | Território como lugar educativo: alternativa de educar para a vida e possibilidade de resistência ativa | Lucilene Julia da Silva (Universidade Federal de Roraima, Brasil)

17h30 | Educação Escolar Xerente: uma reflexão sobre a relação entre a organização social e os processos próprios de aprendizagem do povo Xerente | Ercivalso DAmsokekwa Xerente (UFG, Brasil)

17h50 | SESSÃO DE PÔSTERES

O professor indígena como mediador cultural: entre o conhecimento tradicional e o conhecimento técnico-científico | Raissah da Silva Laborda (Universidade Federal de São Carlos, Brasil)

A presença e raízes indígenas no Brasil: experiências interculturais com novas metodologias de ensino | Bruno Campelo Pereira e Patrícia Regina Vannetti Veiga (UNICAMP, Brasil)

“Um índio de verdade na minha classe?” O indígena em contexto escolar branco e urbano | Luciana Miranda Gomes de Queiroz (UnB, Brasil)

4 de julho | Sessão 2 

8h10 | Biblioteca Oral Krahô: um espaço para a interculturalidade | Verônica Aldé (UFG; PUC Goiás, Brasil)

8h30 | Cantos filosóficos e a possibilidade de uma pluriversidade | Julio Kamer Apinajé (UFG, Brasil)

8h50 | Perspectivas Kaingang em diálogo com as Fóg: da produção do zine “Kamé e Kainru: Cosmologia Kaingang” na Encontro de Saberes | Camila Torres Brum, Marília Raquel Abornoz Stein,  Rumi Regina Kubo, Giulia Assunção Sichelero, Iracema Rã-Nga Nascimento (UFRGS, Brasil)

9h10 | Reflexiones acerca de las narrativas orales y visuales en los procesos de salud y enfermedad del Pueblo Iny de las aldeas Buridina y Bdè-Brè de la ciudad de Aruanã. (GO – Brasil). En clave de: multiculturalismos, derechos humanos y procesos de comunicación intercultural | Jacqueline Isabel Ledesma Correa (UFG, Brasil)

9h30 | CAFÉ

9h40 | Pahte mẽ amjĩ ton xà itajê cunẽa, nẽ rỳ ipinkrên nare, kôt cu pahtyj mẽ to ihtỳj, mẽ pah cunẽa jakry xà caxuw: Subsídios à prática pedagógica musical e decolonial a partir de experiências escolares Krahô | Ovídio Konry Krahô (UFG, Brasil)

10h | Desafíos para el fortalecimiento educativo de la lengua y la cultura cabécar: algunas propuestas y reflexiones | Guillermo González Campos (Universidad de Costa Rica)

10h20 | Reflexiones y retos de lectoescritura en contextos plurilingües de Chiapas | María Teresita Pérez Cruz (Universidad Autónoma de Chiapas, México)

10h40 | As Línguas Indígenas na Composição de Práticas Pedagógicas Decoloniais | Maria do Socorro Pimentel da Silva (UFG, Brasil)

11h | CAFÉ

11h10 | Educação intercultural, protagonismo e autonomia política: a experiência do Povo Munduruku no Projeto Ibaorebu | Izabel Gobbi, André Raimundo Ferreira Ramos, Ademir Kabá Munduruku, Claudeth Saw Munduruku (FUNAI, Brasil)

11h30 | Para além da colonialidade do poder e do saber presentes na geopolítica do conhecimento: antropologia e povos indígenas | Paula Sâmara da Silva Santos Guajajara

4 de julho | Sessão 3

14h10 | Políticas educativas, interculturalidad y alteridades (no) incluidas desde una mirada decolonial | Lisandro David Hormaeche (Universidad Nacional de La Pampa, Argentina)

14h30 | Ensino superior brasileiro e povos indígenas: os desafios da Universidade da Integração Latino-Americana (UNILA) | Romina Celona e Clovis Antonio Brighenti (UNILA, Brasil)

14h50 | Atualizando, juntando e esticando a universidade: considerações sobre a possibilidade de uma pluriversidade | Alexandre Herbetta (UFG, Goiás)

15h10 | Interculturalidade em sala de aula? Algumas reflexões a partir da experiência do Curso de Licenciatura Indígena da UFAC (Acre, Brasil) | Mariana Ciavatta Pantoja (UFAC, Brasil)

15h30 | CAFÉ

15h40 | Outras antropologias possíveis: reflexão a partir da experiência com estudantes indígenas na pós-graduação em antropologia na UFG | Mônica Thereza Soares Pechincha (UFG, Brasil)

16h | A integração de saberes e a formação de professores pesquisadores no curso de Licenciatura Intercultural Indígena da Universidade Federal do Amapá | Elissandra Barros da Silva (Universidade Federal do Amapá, Brasil)

16h20 | Redes Afro-Indígenas: uma análise das trajetórias acadêmicas através de um olhar intercultural | Letícia Jôkàhkwyj Krahô, Marta Quintiliano e Vanessa Fonte Oliveira (UFG, Brasil)

16h40 | (Re)construindo memórias em relações interculturais: uma ação educativa no quilombo-indígena Tiririca dos Crioulos | Nivaldo Aureliano Léo Neto (Universidade do Estado da Bahia, Brasil)

17h | CAFÉ

17h10 | Trayectorias de los procesos de decolonización de los pueblos indígenas. El caso de los zapotecos de Oaxaca, México | Manuel Ríos Morales (CIESAS, México)

17h30 | “Antes que as nossas bibliotecas morram”. Por que e para que os professores indígenas de Rondônia pesquisam suas próprias histórias? | Luciana Castro de Paula (UFPA, Brasil)

17h50 | SESSÃO DE PÔSTERES

Contexto físico e sociocultural de uma aldeia indígena “Tembé” na Amazônia Brasileira | Izaura Maria Vieira Cayres Vallinoto (UFPA, Brasil)

5 de julho | Sessão 4

8h10 | Aproximações interculturais mediadas pela produção audiovisual na universidade: um relato de experiência | Marcelo Roberto Gobatto (FURG, Brasil)

8h30 | Construcción de ciudadanía en los murales zapatistas | Gloria Patricia Ledesma Ríos (Universidad Autónoma de Chiapas, México)

8h50 | Comunicação e povos indígenas: apontamentos e propostas para a comunidade Kariri-Xocó (AL) | Andressa Kelly Alves da Silva (Universidade Federal de Alagoas, Brasil)

9h10 | Antropología audiovisual y ficción etnográfica | Mariano Báez Landa (CIESAS, México)

9h30 | CAFÉ

9h40 | SESSÃO DE PÔSTERES

Um breve panorama da “pop-culture” indígena | Vítor Castelões Gama (UnB, Brasil)

Blog UFSCar de Muitas Línguas | Edmar Neves da Silva (UFSCar, Brasil)

10h20 | CAFÉ

10h30 | Comentários e debate

ST 38 | O futuro das línguas indígenas brasileiras
3 de julho | 14 às 18h

Análise do contexto linguístico dos Kiriri | Vanessa Coelho Moraes

El papel del rap en la visibilización y uso de las lenguas indígenas: el caso del Toba/Qom en el Gran Buenos Aires | Victoria Beiras del Carril

Língua Wakalitesu/Nambikwara como língua de herança: reflexões sobre o contexto e contribuições para o fortalecimento do ensino/aprendizagem na escola | Alex Feitosa Oliveira e Áurea Cavalcante Santana

Para uma dialetologia Baniwa Koripako do Rio Içana | Artur Garcia Gonçalves

Línguas indígenas de Rondônia ameaçadas de extinção | Iran Kav Sona Gavião

Projeto de revitalização da língua e da cultura Krahô-Kanela da Aldeia Lankraré | Wagner Krahô Kanela, Francisco Edwiges e Solange Aparecida do Nascimento

Jogo pedagógico como promoção da língua indígena para crianças não indígenas, através da arte-educação | Andreverson P. Marinho, Marian S. Barros, Thalita Mota da Silva e Claudia Carnevskis

A tecnologia como recurso na preservação da diversidade linguística indígena | Dener Guedes Mendonça, Joselice Ferreira Lima, Suzana Alves Escobar, Claudio Alexandre Gusmão e Gustavo Teixeira

4 de julho | 8 às 12h

A língua materna indígena como direito de personalidade | Ângela Irene Farias de Araújo Utzig e Marcia Andrea Bühring

A pesquisa em línguas indígenas no Brasil: um estado da arte | Lilian Abram dos Santos

Língua Balatiponé: A alma de um povo | Luciano Ariabo Quezo

A aldeia na escola: políticas de fortalecimento da língua Asurini do Xingu | Rodrigo Mesquita e Adriane Melo de Castro Menezes

O bilinguismo no contexto histórico e atual na comunidade Kaingang: o papel do Colégio Rural Estadual Indígena Rio das Cobras na luta para fortalecer a língua indígena no ambiente escolar | Viviane Kellen Vygte Barão

Arte verbal e a pragmática do discurso cantado na sociedade Krahô (Jê) | Maxwell Gomes Miranda e Eduardo Monteiro

Kanhgág vĩ mré ẽg jykre pẽ jagfe “Ninho de lingua e cultura Kaingang”— Implementação de métodos de imersão para a transmissão intergeracional das línguas em perigo de desaparecimento | Márcia Nascimento

A resistência dos falantes da língua Trumai diante da supremacia das outras línguas | Juliana Borges de Oliveira

4 de julho | 14 às 18h

Cooficialização das línguas Macuxi e Wapichana no município Bonfim após a lei 211/2014: diagnostico sociolinguístico nas escolas municipais da sede | Jima Peres Pereira

Reflexões sobre o estudo de línguas indígenas no curso de Educação Intercultural da UFG | Mônica Veloso Borges

Línguas indígenas ameaçadas na Terra Indígena Rio Branco | Edineia Aparecida Isidoro, Raul Pat’Awre Tuparí e Isaias Tuparí

Educação Superior indígena e as línguas | Rosileide Barbosa de Carvalho

A inauguração do curso de Línguas Indígenas na Universidade de Brasília: relatos da vivência e perspectivas futuras | Gabriela Almeida Fritz e Lorena Melirra da Silva

Tapi Yawalapti | Kamaguihe Yawalapiti

Retomada linguística Kiriri: etnicidade e cosmopolíticas em um povo indígena no Nordeste | Gabriel Novais Cardoso

Língua Makuxi: alguns padrões de informalidade linguística | José Ângelo Almeida Ferreira, Carolina Gênesis Aquino e Antônio Devair Fiorotti

Classificadores no ensino da língua Baníwa | Valkiria Apolinário e Ana Suelly Arruda Câmara Cabral

ST 40 | O patrimônio biocultural e a conservação in situ da biodiversidade e da agrobiodiversidade nos territórios indígenas brasileiros
3 de julho | 14 às 16h

A agrobiodiversidade na Amazônia, heranças múltiplas e dinâmicas de circulação: um estado da arte | Laure Emperaire

O trabalho dos Agentes Ambientais Indígenas do Oiapoque na conservação da agrobiodiversidade: pesquisa sobre variedades dos cultivos nas TIs Uaçá, Galibi e Juminã (Amapá/Brasil) | Rosenilda Santos Martins, Adailson Ioiô Labonte, Caviano Benjamin Forte, Deimison dos Santos, Dieldo Charles dos Santos, Ederlan Severino Pastana, Edivaldo Labonte, Edmilson Iaparrá Labontê, Egson Monteiro Clarindo, Elbson Henrique Leonel, Eliano dos Santos Iaparrá, Evandinho Narciso, Garcia Narciso, Geô Ioiô, Gidolfo Ioiô Iaparrá, Gilmar Nunes André, Hildson dos Santos Iaparrá, Ildegar dos Santos Hipolito, Jarbas Malaquias Pastana, Jessinaldo Labonte Ioio, Judson dos Santos Batista, Lázaro Getúlio dos Santos, Lelivaldo Iaparra dos Santos, Manoel Severino dos Santos, Marinelson dos Santos, Mayke de Oliveira dos Santos, Mercias Silva Narciso, Nerio Forte Karipuna, Pedro dos Santos, Rafael Monteiro Hortencio, Rivaldo dos Santos Forte, Ronaldo Narciso Anicá, Roniele Forte dos Santos, Ronivaldo Severino, Sedrick Anicá dos Santos, Sidelvan Monteiro dos Santos, Sielton Forte, Valderino Forte, Vanderson Narciso Iaparrá, Zanilda Narciso Lourenço

Agrobiodiversidade e Segurança Alimentar na comunidade Indígena Napoleão | Giovani de Oliveira

3 de julho | 16 às 18h

A comercialização e origem dos produtos agrícolas das comunidades indígenas e ribeirinhas no Alto Solimões – Amazonas | Marcos Ely Nascimento Fermin, Marcieia Couteiro Lopes, Antônia Ivanilce Castro Dácio e Agno Nonato Serrão Acioli

Casa do Kukurro: fonte de energia para a roça e geradora de diversidade de mandioca (Manihot esculenta) | Fábio Freitas

PPBIndio. Desafios e Potenciais da formação de pesquisadores indígenas em biodiversidade como estratégia de fortalecimento do patrimônio biocultural | Vincenzo Maria Lauriola

4 de julho | 8 às 10h

A resiliência do sistema agrícola tradicional Kaingang frente ao avanço do agronegócio: o caso da Terra Indígena Nonoai –RS | Diana Nascimenton, Ludivine Eloy e Henyo Barreto Filho

Sistema tradicional de agricultura Guarani e políticas públicas na região sul do Brasil | Mariana de Andrade Soares

Entre cercas e venenos: um estudo sobre a violação do direito humano à água nos territórios Guarani e Kaiowá | Aline Guedes da Costa, Camila Batista Marins Carneiro, Iorrana Lisboa Camboim e Milton Marques do Nascimento

Segurança alimentar indígena no Brasil e o Conselho Nacional de Segurança alimentar e nutricional – Consea | Maria Auxiliadora Silva

4 de julho | 10 às 12h

Resgate de variedades agrícolas tradicionais, promoção da agrobiodiversidade e segurança alimentar: a experiência com o povo Krahô e seus impactos | Terezinha Dias, Fernando Schiavini, Getúlio Orlando Pinto Krahô e Nadi Santos

Projeto RENIVA como instrumento para conservação de recursos genéticos de mandioca | Gustavo Azevedo Campos, Alexandre Aires de Freitas e Pedro Paulo Gomes da Silva Xerente

Resgate do conhecimento tradicional sobre as práticas com uso do fogo das populações indígenas brasileiras | Lara Steil, Livia Carvalho Moura, Maristella Aparecida Corrêa, Sandro do Carmo Benevides, Marcelo Trindade Santana, Pedro Paulo Xerente, Paula Mochel Matos Pereira Lima e Aline Freire de Miranda Cavalcante

A proteção do conhecimento tradicional no contexto da globalização do direito | Joaquim Shiraishi Neto

4 de julho | 14 às 16h

Raiz planta e cultura: a terra, o grão e o povo Paresi, MT, Brasil | Márcia Regina Antunes Maciel e Lin Chau Ming

Considerações sobre soberania alimentar e políticas públicas de apoio as roças xavante: uma abordagem crítica e histórica | Eduardo Santos Gonçalves Monteiro e Maíra Taquiguthi Ribeiro

Os territórios indígenas como espaços para promoção da biodiversidade no Brasil | Ariane Taísa de Lima, Laís de Carvalho Pechula e Nelson Russo de Moraes

Desafios e riscos para a sustentabilidade do modelo tradicional de produção dos índios frente dominância do modelo da política institucional do agronegócio | Solange Alves

4 de julho | 16 às 18h

Reinventando-se na tradição”: vivências agroecológicas em diálogos interculturais com o povo Tenetehar-Tembé como garantia de proteção do território e do patrimônio biocultural | Jakson da Silva Gonçalves, Ana Victória dos Santos Costa, José Sarmento Tembé e Roberta Sá Leitão Barbosa

Feiras de sementes tradicionais em territórios indígenas brasileiros | Terezinha Dias, Fernando Schiavini, Milton Nascimento e Camila Carneiro

Sementes crioulas e o povo Geripankó: uma territorialidade de vida no Sertão de Alagoas | Lucas Gama Lima

Roças Krahô: Diálogos agroecológicos com agricultores indígenas da aldeia Pedra Branca – Tocantins (Brasil) | Nadi Rabelo dos Santos e Terezinha Dias

5 de julho | 8 às 10h

Manejo e conservação de quelônios no Xingu | Maria Clara Novais Bernardes, Ada Bessa, Silvino Moreno Simões Neto, Francisco Sanae Antunes Moreira e Nyelson Sales Pinto

Análise de petrechos de pesca em comunidades indígenas e colônia de pescadores do rio Araguaia, Tocantins, Brasil | Carolyne Ribeiro Gomes Dias e Adriano Prysthon da Silva

Desafio de projetos de arquitetura etno diferenciados e com busca de eficiência energética frente à perda da biodiversidade | Renato Sanchez

ST 42 | Pluralismo bioético, decolonialidade e povos indígenas: pensando o Bem Viver e suas complexidades
4 de julho | 9 às 12h30

Etnográficos

El ‘Wët Wët Fxi’nzenxi’ (Buen Vivir), Nasa, hacia una comunicación armónica entre los seres humanos y la ‘Uma Kiwe’ (Madre tierra) | Wilson Martínez Guaca y Dianny Guerrero Montilla

La Comunicación desde el Wët wët Finzenxi (Buen vivir), del pueblo Nasa del norte del Cauca. Caso Tejido de Comunicaciones Wejxi ka’senxi (sonido del viento) del Cabildo de Corinto | Wilson Martínez Guaca y Dianny Guerrero Montilla

Tratanakuy: una forma de control social quechua, Peru | Oswaldo Torres Rodríguez e René Apaico

Corpos e natureza no contexto no Ritual da Menina-Moça Tenetehar-Tembé | Maria Madalena dos Santos do Carmo, Benedito Emílio da Silva Ribeiro e Vanderlúcia da Silva Ponte

O “Bem Viver” como estratégia de afirmação identitária e defesa do território do povo Tenetehar-Tembé do Guamá | Reginaldo Alessandro Brito Sousa

Produzindo-se corpos para se viver com saúde, alegria e conhecimento

Debatedora: Danielli Jatobá França

Saúde / Saúde Mental

Saúde à margem do Capital: Questões para a compreensão do suicídio entre Povos Indígenas no Brasil | Carmen Hannud, Gabriel Araújo e Paulo de Tarso Oliveira

Lições do pluralismo bioético: esboço de um diálogo entre a saúde mental e construções indígenas do bem viver | Pedro de Lemos MacDowell

“Saúde Mental” “Indígena”: Do que estamos falando e a partir de onde? Diálogos possíveis

Debatedora: Marianna Queiroz Batista

4 de julho | 14 às 17h30

Educação 

Bem Viver e Educação Indígena: experiências com o povo Kaingáng no Sul do Brasil | Carlos Frederico Branco

Etnociências, intercâmbios culturais e trocas de saberes em prol do Bem Viver no Vale do Rio Doce/MG | Reinaldo Duque-Brasil, Djukunã Krenak e Mayô Pataxó

Nagô do Watu: Educação intercultural e inclusão de saberes tradicionais na Universidade Pública | Reinaldo Duque-Brasil, Djukunã Krenak e Mayô Pataxó

KiemErerré: um refúgio para o povo Krenak após a morte do Rio Doce | Reinaldo Duque-Brasil e Shirley Djukunã Krenak

Direitos Indígenas no Brasil: educação intercultural e temas contextuais na realização da justiça e do bem viver

Debatedora: Luciana de Oliveira Dias

Fundamentação teórica

O Bem Viver como alternativa ao desenvolvimento | Lorena Lima Moura Varão

O bem viver ameríndio como alternativa sustentável às narrativas hegemônicas de desenvolvimento na América Latina | Adriano Fabri e Dimas Floriani

A concertação pelo acesso a direitos dos povos indígenas em Colômbia e o modelo legal da harmonia | Ruth Zamira Herrera Rincón

Pluralismo bioético e colonialidade

Debatedor: César Baldi

ST 44 | Povos indígenas da Amazônia Caribenha
3 de julho | 14 às 18h

Amazônia Caribenha | Reginaldo Gomes de Oliveira

Memórias do Makeviyene: guerra, genocídio e (r)existência indígena na invasão da Amazônia guianense, da perspectiva do povo Palikur/Arukwayene do rio Urukauá | Ramiro Esdras Carneiro Batista

From Landscape management in the Pre-Columbia Guyana Shield to Landscape management by the Wayana people today in Suriname (lessons learned from our ancestores) | Jupta Itoewaki and Andre Verhoogt

A produção cerâmica entre os povos de línguas Karib na Amazônia Caribenha | Meliam Viganó Gaspar

Estratégias para preservar e defender nossa terra: o caso dos povos Kaliña e Lokono em Suriname | Marie Josee Artist

4 de julho | 8 às 12h

Os Povos Indígenas do tronco linguístico Karíb e Arawak na Amazônia Caribenha: deslocamento indígena no passado e hoje | Reginaldo Gomes de Oliveira

Dijaawa Wotunnöi : La historia ancestral de Dijaawa | Kuyujani Saul Lopez

Índios do Baixo Rio Branco: Extintos, Assimilados ou Miscigenados? | Abraão Jacinto Pereira (Poster)

Makunaimã : O Mito Através do Tempo | Deborah Goldemberg

Histórias e cosmologia indígena Macuxi no contexto da amazônia caribenha na tríplice fronteira – Brasil, Guyana e Venezuela | Enoque Raposo

Diálogos de saberes interculturais Brasil-Suriname: uma narrativa da experiência intercultural | Eliane Boroponepa Monzilar

4 de julho | 14 às 18h

A materialidade das redes: cultura material e saberes técnicos sob uma perspectiva arqueológica e etnográfica | Igor Morais Mariano Rodrigues

Produtos indígenas do Sistema Agrícola Tradicional do Rio Negro, Amazonas/Brasil: dos circuitos invisíveis de comercialização à valorização a partir de inovações locais | Ilma Fernandes Neri, Janaína Deane de Abreu Sá Diniz, Laure Emperaire

Fifty years of primary health care among the Indigenous peoples in the hinterland of Suriname: successes and challenges | Marthelise Eersel

Educação indígena nas Guianas: uma análise comparativa do direito dos povos indígenas de ser educados nas sua própria língua | Ellen-Rose Kambel

Diálogos de saberes interculturais Brasil-Suriname: registros de encontros com povos e comunidades indígenas caribenhas no Suriname | Regina Coelly F. Saraiva

ST 46 | Povos tradicionais e indígenas: globalização, histórias e culturas alimentares
3 de julho | 14 às 18h

Os distintos sentidos do conceito de cultura e suas implicações na produção recente sobre Alimentação: o comer e processos de reconhecimento patrimonial | Janine Collaço

Alimentação e globalização no Rio Negro (Amazonas) | Esther Katz

A influência da globalização nos hábitos alimentares dos Tapuios do Carretão | Marlene C. Ossami de Moura

Estado, modernidad y alimentación. Estrategias de resistencia cultural en una localidad de origen indígena | Yuribia Velázquez Galindo

Crises alimentares e fome entre grupos tradicionais e indígenas: concepções e mudanças | Ellen F. Woortmann

Sistema alimentar Huni Kuin do Baixo Rio Jordão/AC, Brasil: mudanças nos padrões e perspectivas na valorização do hábito tradicional indígena | Málika Simis Pilnik

Patrimônio Alimentar Xerente: permanências, resistências e transformações | Luana de Sousa Oliveira

Sabores da maloca ao restaurante, à feira e ao parque: culturas alimentares indígenas em contextos urbanos da tríplice fronteira Brasil/Colômbia/Peru | Claudia Leonor López Garcés

4 de julho | 8 às 12h

Cantos do Pohy Jõ Crow – ritual do plantio do milho Krahô: fertilidade, saúde e sustentabilidade | Verônica Aldé

Agriculturação yanomami, alimentos e a criação do mundo | Júlia Selau Verdum

Um olhar antropológico sobre a cerimônia ritual no contexto de transformação alimentar | Rosana Schmidt

Culinária e espiritualidade Xokleng frente aos impactos de construções hidrelétricas no interior da Terra Indígena | Voia Klyl

Las prácticas alimenticias ancestrales: un aspecto esencial para la pervivencia de la niñez indígena Wayúu, Colombia | Jennifer Marcela López Ríos, Sergio Cristancho Marulanda e Carmen Estefanía Frías

La perspectiva de las madres y abuelas qom sobre el consumo alimentario, la alimentación y el cuerpo saludable de preescolares de Namqom, Formosa, Argentina | Sofia Olmedo, Silvina Berra e Claudia Valeggia

Relações entre território, língua e cultura alimentar: o caso dos Apyãwa-MT | Eunice Dias de Paula

A representatividade do mocororó para os povos indígenas do estado do Ceará – considerações sobre uma bebida | Anna Erika Ferreira Lima, Ana Cristina da Silva Morais, Carolinne Melo dos Santos, Mateus de Castro Ferreira, Camille Ferreira Souto Mourão Bonfim

4 de julho | 14 às 18h

Considerações sobre a alimentação escolar Javaé na aldeia Canoanã –TO | Tamiris Maia Gonçalves Pereira

Práticas alimentares e perfil sociodemográfico de famílias indígenas periurbanas usuárias do Programa Bolsa Família no Alto Rio Negro | Hamyla Elizabeth da Silva Trindade e Ana Lúcia de Moura Pontes

Alimento e artefato: o beiju de mandioca brava dos Wayana, povo indígena do norte do estado do Pará | Lucia Hussak van Velthem

Práticas de representação social da pimenta baniwa na rede social Instagram | Andreza Silva de Andrade

A importância da pimenta para segurança alimentar, nutricional e saúde do povo Baniwa | Franklin Paulo Eduardo da Silva

Culturas alimentares e agriculturas amazônicas na obra de Protásio Frikel (1940 – 1963) | Mario César Cadorin Junior e Luiz Antonio Cabello Norder

Direitos humanos à alimentação e nutrição adequada do povo indígena Arara da TI Arara da Volta Grande atingidos pela hidrelétrica de Belo Monte: conflitos e processos de re-existência | Roberta Amanajás Monteiro

A relação do PNAE com o autoconsumo em Terras Indígenas | Douglas Souza Pereira

ST 48 | Pueblos indígenas en contextos urbanos. Organización etnopolítica, políticas públicas y gobiernos locales en torno a la participación estatal
5 de julho | 8 às 12h

Los indígenas en la ciudad y la participación política. Los aportes a los movimientos sociales y gremiales de la región de La Plata | Diego Fernando Bermeo

Indígenas Kaingang em contextos urbanos no território da Bacia Hidrográfica Taquari-Antas, Rio Grande do Sul/Brasil | Luís Fernando da Silva Laroque

La práctica extensionista y las políticas públicas en contextos interculturales urbanos | María de Lourdes Guggia, Sofía Fernández e Marcela Valdata

“O mundo está ficando cada dia menor e os acontecimentos cada dia mais importantes”: Estado e sociedade na promoção dos direitos dos povos indígenas em Minas Gerais | Maria Carolina Arruda Branco, Helena de Oliveira Vitório, Julia do Carmo Carbono e Antonio Carlos Ribeiro

A inexistência da representatividade indígena no campus da política brasileira | Patricia Aparecida Czelusniak

Identidade política indígena na Amazônia: democracia e participação etnopolítica | Andreici Marcela Araujo de Oliveira, Miriam Dantas de Almeida, Izaura Maria Vieira Cayres Vallinoto e Denise Machado Cardoso

Só a participação não basta: fatores explicativos para a (não) mudança da política de reconhecimento territorial indígena no Brasil e no Canadá | Leonardo Barros Soares

Interacción de Pueblos Originarios con gobiernos locales en la implementación de políticas públicas interculturales | Ana Bensi, Andrés Honeri, Marcela Isabel Valdata

Gobiernos locales con alcaldes indígenas. Espacios para la irrupción de la interculturalidad y las demandas de los pueblos indígenas en Chile | Natalia Caniguan Velarde

ST 50 | Saberes Indígenas, transdisciplinaridade e Educação Escolar
3 de julho | 14 às 18h

Saberes indígenas nas escolas e educação para a diversidade

A pintura corporal – Grafismo como ferramenta de respeito escolar na educação diferenciada entre a autoafirmação indígena e o preconceito minimizado | Ana Cely de Sousa Coelho e Enilda Santos de Sousa

“Flechar os estigmas”: a educação pública no combate às desigualdades entre índios e não-índios em Barra do Corda (MA) | Josué Felipe Silva Maia

Aplicabilidade da Lei 11.645 de 2008 nos livros didáticos de geografia | Jahdy Andrade de Brito, Karen Regina Silva Costa e Hellen Cristine da Silva Costa

Projeto: I Olimpíadas de Redação Estudantil nos Polos Rurais Indígenas e Não Indígenas de Educação do município de Benjamin Constant/AM | Luiz Robson Luzeiro, Sebastião Melo Campos, Maria Auxiliadora dos Santos Coelho e Josenildo Santos de Souza

Arquitetura Guarani Tambeopé e ideias matemáticas: experiências numa mostra cultural | Ana Paula Azevedo Moura, Claudia Alessandra Costa de Araujo Lorenzoni e Mauro Luiz Carvalho

Saberes Indígenas na literatura amazônica: perspectiva intercultural e interdisciplinar | Délcia Pereira Pombo e Eliete de Jesus Bararuá Solano

Os saberes indígenas Waiwai: desafios entre as águas e a densa Floresta Amazônica | Raimunda Maria Rodrigues Santos, Jonildo Viana dos Santos, Roseli Bernardo Silva dos Santos e Adnelson Jati Batista

Conhecimentos indígenas: seus desafios nos dias atuais na educação escolar | Bruno Ferreira

Da compreensão de sabedorias antigas à emergência de novas sabedorias | Aline da Silva Lima

Saberes indígenas: vivência e convivência | Teodora Souza

4 de julho | 8 às 12h

Experiências em Educação Escolar Indígena

Saberes e fazeres: a alimentação como fonte de revitalização da saúde e cultura na escola indígena Tupinambá | Nádia Batista da Silva (Akawã Tupinambá) e Cristhiane Ferreguett

Plantas Medicinais na Escola: A cultura que cura! Atividades indígenas enraizadas nos saberes aplicados sobre a utilização de ervas amazônicas como prática docente de fortalecimento cultural | Ana Cely de Sousa Coelho e Enilda Santos de Sousa

Matemática Xokleng/Laklãnõ | Abraão Kovi Patté

Tayũmak Tikmũ’ũn Yĩy ax (O uso de dinheiro na cultura Maxakali) | Lucio Flávio Coelho Maxakali, Vanessa Sena Tomaz e Paula Cristina Pereira Silva

Um olhar para a Escola Estadual Indígena Maurehi: considerações desde a etnomatemática | Hélio Simplicio Rodrigues Monteiro, Daniel Gabriel Borges e Meyre Candido Bento da Silva

Características e desafios do ensino de geografia na Educação Escolar Indígena: reflexões a partir dos municípios de Amambaí, Dourados e Caarapó (MS) | Solange Rodrigues da Silva

Projeto “Yané nheenga yané rapuitá”: revitalização linguística do Nheengatú no Baixo Tapajós | Ana Rita da Costa Gomes, Elinalda Gama da Silva, Enilda Santos de Sousa, Francinelma de Almeida, Mirian Francielle Castro de Sousa, Maria Cleodete Santos e Sâmela Ramos da Silva

Jogos e brincadeiras e resgatar a língua Xokleng | Atila Patté

Língua Nheengatú – Uma língua adormecida sendo despertada na educação diferenciada através do diálogo entre os saberes tradicionais na Educação Escolar Indígena | Enilda Santos de Sousa e Ana Cely de Sousa Coelho

Elaboração de materiais didáticos em Educação Indígena | Geni Roque Candado

4 de julho | 14 às 18h

EEI: construindo uma proposta curricular diferenciada na E.M.I. Alfredo Lima | Maria Gorete Nunes Pereira

Educação Escolar Indígena: uma reflexão sobre o currículo da Escola Adolfo Ramiro Levi | Mávera Teixeira dos Santos e Maxim Repetto

O modelo de educação guarani e o funcionamento das unidades escolares | Cintia dos Santos Pereira da Silva e Ivana Pereira Ivo

Desafios na construção de uma escola específica para o povo Mēbêngôkre | Adriana da Gama Vidal, Camila Boldrin Beltrame, João Lucas Moraes Passos e Maria Cristina Troncarelli

Escola Estadual Indígena Mbya Arandú: novas alternativas para a Educação Escolar Indígena em busca de autonomia étnica e comunitária | Mayara Vieira da Silva

Espaços educativos e processos próprios de ensino e aprendizagem – O caso dos povos Timbira | Odair Giraldin

A pesquisa compartilhada, experiências interculturais e o fortalecimento da escola indígena: alguns caminhos possíveis | Patrícia Regina Vannetti Veiga

Educação Escolar Indígena: um olhar para a redução das desigualdades educacionais | Eduardo Barbosa Vergolino e Lincoln Tavares dos Santos

Educação escolar indígena: sonho didático pedagógico ou pesadelo político institucional? | Kleber Gesteira e Matos

5 de julho | 8 às 12h

A formação de professores indígenas

A singularidade e a subjetividade da formação dos professores indígenas no Brasil | Vanessa Alves Batista

Formação de professores indígenas: reflexões para o ensino intercultural | Alcioni da Silva Monteiro, Suely Aparecida do Nascimentos e Kellyane Lisboa Ramos

Curso Normal Médio Intercultural Ára Verá: formação de professores Kaiowá e Guarani | Veronice Lovato Rossato

Projeto Magistério Indígena Tamî’kan: reflexões sobre formação de professores e o currículo da Escola Indígena no estado de Roraima | Marilene Alves Fernandes, Roseli Bernardo Silva dos Santos, José Lopes Soares e Alessandra Peternella

Formação continuada indígena no Amazonas: espaços de reinvenção e resistência | Giovanna Freire de Oliveira Lima

A formação continuada para o ensino de língua portuguesa como língua adicional para professores indígenas no Amazonas | Rauciele da Silva Cazuza e Ana Paula Diniz

Desafio docente e as práticas inclusivas: o atendimento educacional especializado (AEE) nas escolas indígenas de Roraima | Catarina Janira Padilha e Leila Soares de Souza Perussolo

O curso de Licenciatura Intercultural Indígena da UFPE e os desafios da interepistemicidade | Saulo Ferreira Feitosa e Sandro Guimarães de Salles

Cidadania e povos indígenas: um relato de experiência de ensino universitário na Aldeia Mapuera | Petronio Lauro Teixeira Potiguar Júnior

Processos e produtos nas experiências da ação Saberes Indígenas na Escola na UFMG | Ana Maria R. Gomes e Shirley Aparecida de Miranda

Movimentos de apropriação e articulação política de professores indígenas na Ação Saberes Indígenas na Escola – Núcleo RS | Fernanda Brabo Sousa

Descolonizar a educação através da interculturalidade: reflexões a partir da ação “Saberes Indígenas na Escola” | Antonio Hilário Aguilera Urquiza

ST 52 | Estudios relativos a pueblos indígenas en América Latina: condiciones de producción, circulación y características
3 de julho | 14 às 16h

História Indígena no Brasil: os desafios das conexões historiográficas | ALMEIDA, Maria Regina Celestino de

Um novo lugar para os povos indígenas na historiografia do século XIX brasileira | DORNELLES, Soraia Sales

3 de julho | 16 às 18h

Implicaciones del movimiento indígena neozapatista en la agenda de la ciencia política en México: entre la continuidad disciplinaria y la ruptura epistemológica | ORTIZ, Jonathan Alejandro Correa

A ausência eloquente: ciência política brasileira, povos indígenas e o debate acadêmico canadense | SOARES, Leonardo Barros

Coleções indígenas em museus universitários e pesquisa – da representação para a autorepresentação | CURY, Marília Xavier

4 de julho | 14 às 16h

Misiones sacerdotes y disposición cientifica. Su aporte en la producción de conocimiento sobre los pueblos indígenas en Chile (1900-1930) | NAWRATH, Héctor Mora

Estado, identidade nacional e ideário político de esquerda no discurso indigenista de Darcy Ribeiro | OLIVEIRA, Natiele

Desarrollo y pueblos indígenas: una revisión sobre actores religiosos e intervenciones locales en dos provincias del norte argentino | QUEVEDO, Cecilia; VILLAGRA, Emilia

4 de julho | 16 às 18h

Saberes indígenas Chiquitano: reflexões e interlocuções para aplicabilidade da Lei 11.645/08 no curso de História e PIBID UNEMAT | ALMEIDA, Marli Auxiliadora de

Motirõ: pesquisa do tipo “Estado da Arte” sobre comunicação indígena no Brasil | BARBOSA, Cleymenne Cerqueira

Estratégias empregadas por profissionais da saúde no enfrentamento do abuso de álcool e outras drogas nas aldeias do Conesul do Estado de Rondônia e Norte do Mato Grosso | NOGUEIRA, Graziely Fernanda Augusta

ST 54 | Territorialidades, derechos de propiedad y recursos naturales en América Latina colonial y republicana, siglos XVI-XXI
3 de julho | 14 às 16h

Territorialidade negociada: o tekohá guarani e as reduções jesuíticas na Província do tape, século XVII | Tuani de Cristo y Luis Fernando da Silva Laroque

Encomienda, territorio indio y recursos naturales en el Sur de la Mixteca Alta Central en el siglo XVI | Marta  Martín Gabaldón

Imaginar y consolidar la nación, cuando los reinos españoles en América se volvieron naciones. El caso de Colombia entre los años 1810-1850 | Juan David Echeverry Tamayo

“Civilizar para dominar”: os índios do Rio Jequitinhonha e o Regulamento das Missões de 1845 | Renata Ferreira de Oliveira

3 de julho | 16 às 18h

Derecho, jurisdicción y propiedad en el Valle de Etla durante el siglo XVI al XXI: consensos y disensos | Óscar Rodríguez Rodríguez

Território é cultura: uma breve analise da importância do território indígena para os Tembé do Gurupi | Haieny Nazaré Reis Santos

Etnografía de un pueblo mazateca | Víctor Manuel Avila Avila e Gerardo Hernandez Cendejas

Historia y cultura de Matambú, Territorio Indígena Chorotega, Costa Rica, América Central | Carlos Gerardo Cruz Chaves

4 de julho | 8 às 10h

Los Sionas del Ecuador y la relación con su Saiye Bai Airo (territorio): una exploración sobre sus ensamblajes múltiples | María Fernanda Solórzano Granada

O desafio de pensar o território delimitado sob a perspectiva de acesso e uso dos recursos naturais na Terra Indígena Kaxinawá do Baixo Rio Jordão/AC, Brasil | Tarik Argentim e Málika Simis Pilnik

O processo de desmantelamento da demarcação de terras indígenas no Brasil (2014-2019) | Fernanda Santa Roza Ayala Martins e Marcelo Artur Raube

Conflicto mapuche en Chile, estrategias de mejora para la disminución de las tensiones en la zona de la Araucanía | Rocío Cruz Lathrop

4 de julho | 10 às 12h

Los usos del agua durante la reforma agraria en México: una perspectiva desde el Sur (1917-1940) | Olivia Topete Pozas

Conflictos por el agua en el Valle de México: la lucha Mazahua por un bien común | Miguel Hernández Hernández

Manutenção e preservação das nascentes da Serra Arapuá localizada no Município de Carnaubeira da Penha – PE | Igor Mateus Gonçalves David Andrade de Sá e Solange Aparecida do Nascimento

Territorios, contaminación y remediación ambiental: percepciones indígenas de la actividad petrolera en el ex Lote 1AB, región de Loreto, Amazonía peruana | Hortensia Caballero Arias, Meredith Castro Ríos e Rodolfo Rojas

4 de julho | 14 às 17h

Entre las traviesas de las fronteras: trabajo indígena y los indigenismos boliviano y brasileño en el río Guaporé | Eliaquim Timóteo da Cunha

Construindo o PGTA Potiguara: visões e cosmovisões indígenas | Humberto Bismark Silva Dantas, Alicia Ferreira Gonçalves, Ivys Medeiros da Costa e Maristela de Oliveira Andrade

A territorialidade Pipipã vulnerabilizada por megaobra: implicações na saúde | Glaciene Mary da Silva Gonçalves

Los Impactos de la Usina Hidroeléctrica de Belo Monte en las tierras indígenas de la región del Xingú | Matheus Alberto Rondon e Silva

A participação e o conhecimento tradicional dos povos indígenas nas políticas públicas dos incêndios florestais: O Programa de Brigadas Indígenas do PREVFOGO/IBAMA | Ananda Santa Rosa, Gabriel Constantino Zacharias, Fabrício Ferreira Amorim e Rodrigo de Moraes Falleiro

Desarrollo para quién? transbananal, una amenaza constante entre siglos | Sofia Santos Scartezini

ST 58 | Trajetórias de acadêmicos indígenas: impactos presentes e perspectivas de futuro
3 de julho | 14 às 18h

Indígenas na Universidade: experiências, desafios e perspectivas

As políticas de ações afirmativas para o ingresso e permanência de indígenas na Universidade Federal do Oeste Do Pará – UFOPA | Carlos de Matos Bandeira Junior e Maike Joel Vieira

Presença indígena no ensino superior: caminhos e desejos no Sul do Brasil | Leonardo Garcia Carneiro

Índios misturados na Educação Superior em Pernambuco – Brasil: quem são? Onde estão? O que fazem? O que pensam sobre o futuro? | Maria da Penha da Silva

Acompanhamento pedagógico e multidisciplinar: itinerário acadêmico de estudantes indígenas e quilombolas que participam do PBP-MEC-2013-2018 | Andressa Carvalho Santos

Currículo intercultural na formação superior indígena da UFPE (Centro Acadêmico do Agreste, Caruaru) | Alexandre Evangelista da Silva

A relação do aluno indígena com a língua portuguesa e com as propostas de inclusão oferecidas pela UFJ em 2018 | Ayanna Duran e Rodrigo Mesquita

Os desafios para os indígenas no caminho da formação em Serviço Social | Maria Helena Cariaga e Silvia Regina da Silva Costa

Acadêmicos indígenas: desafios da interculturalidade e da decolonização da universidade | Ana Karina Brocco e Elison Antonio Paim

Contribuições para afirmação dos direitos dos estudantes indígenas na educação superior: uma experiência de extensão e pesquisa | Rosa Maria Castilhos Fernandes, Rejane Nunes de Carvalho, Rafael Filter Santos da Silva e Aline Domingos

Graduados indígenas na UNIFESSPA: afirmações étnicas em Trabalho de Conclusão de Curso |Flávia Marinho Lisbôa

4 de julho | 8 às 12h

Identidades, vozes e presenças indígenas na Universidade de Brasília sob a ótica da Análise do Discurso Crítica | Nubia Batista da Silva

Estudantes indígenas: demandas políticas e epistemólogicas | Eliane Boroponepá Monzilar, Hellen Cristina de Souza e Maria Luiza Guimarães Fragoso

Saber é poder: construção de autoridade e atuação política de acadêmicas indígenas no baixo rio Tapajós | Auricélia dos Anjos Fonseca e Luana Lazzeri Arantes

Os desafios de ser indígena e mulher na Universidade de Brasília | Suliete Gervásio Monteiro e Jheniffer Benedito de Oliveira Pêgo

Interfaces e repercussões do ensino superior sobre povos indígenas

Indígenas na universidade e futuro dos povos indígenas | Adilson Policena

Yjxapita Pyejipapip: o povo Karitiana e o ensino superior | Cledson Pitana Karitiana e Gicele Sucupira

Concepção do aluno acadêmico/comunidade | Saruahi Surui

Estudos com estudantes indígenas egressos: principais discussões em torno do tema | Ariadila Santos de Queiroz Silva

O que vem depois da universidade? Trajetórias profissionais e circulação de saberes entre os acadêmicos Guarani | Clarissa Rocha de Melo

Docência Indígena: trajetórias, impactos e perspectivas. O que trazem as narrativas? | Maricelma Almeida Chaves

A educação intercultural na escola Wakõmekwa: perspectivas e desafios | Edimar Srênõkrã Calixto Xerente

O impacto do curso de licenciatura intercultural indígena nas escolas da Terra Indígena Uaçá: reconhecimento e qualificação de professores indígenas | Rosilene Cruz de Araujo e Evilania Bento da Cunha

4 de julho | 14 às 18h

Trajetórias/narrativas de acadêmicos indígenas

Trajetórias de acadêmicos indígenas: impactos presentes e perspectivas de futuro | Inês Caroline Reichert

Darlene dos Santos Cavalcante: reflexão dialogada sobre uma trajetória de emancipação através de “categorias geradoras” | Guilherme Gitahy de Figueiredo e Darlene dos Santos Cavalcante

Relato de uma perspectiva de um universitário Suruí | Clelton de Oliveira Suruir

A trajetória de um acadêmico Kokama na luta por uma escola indígena de qualidade na comunidade Guanabara II em Benjamin Constant – AM | Mario Peres Mapiama e Edilanê Mendes Dos Santos

Da alfabetização ao ensino superior: narrativas de um Mebengokre Kayapó | Bep Punu Kayapó e Leni Barbosa Feitosa

As loas e o “academiquês” Xakriabá como elementos constitutivos do discurso político de uma liderança indígena | Célia Nunes Corrêa Xakriabá e Amanda Jardim da Silva Rezende

Princípios e valores Rotinohshonni para a liderança indígena no pensamento de Taiaiake Alfred | Ana Catarina Zema e Keyla Pataxó

A emergência social de uma intelectualidade indígena

Todos falam de mim, ninguém me representa | Ziel dos Santos Mendes

A importância do trabalho acadêmico dos intelectuais indígenas: uma reflexão a partir da pesquisa com os clãs Palikur | Ailton Batista e Tadeu Lopes Machado

Trajetórias acadêmicas e perspectivas coletivas em reflexão: as potencialidades dos diálogos acadêmicos na formação universitária | Maria Helena Ortolan e Marcia Maria Gramkow

5 de julho | 8 às 12h

(Des)Caminhos etnopolíticos da formação acadêmica indígena | Gersem José dos Santos Luciano

Ser visto, ouvido e reconhecido: obstáculos para a autodeterminação intelectual indígena | Felipe Sotto Maior Cruz

Descolonização do pensamento: um caminho possível de reflexividade indígena, construção de outras Antropologias | Francineia Bitencourt Fontes

Intelectuales indígenas abrazan a la Antropología. ¿Ésta seguirá igual? | Alcida Rita Ramos

(Re)Fazendo Antropologia: a contribuição dos estudantes indígenas para a construção de novos horizontes na etnologia em Oiapoque | Ana Manoela Primo dos Santos Soares e Tadeu Lopes Machado

A Teologia da Libertação e a Antropologia como armas na reorganização indígena na Amazônia | Florêncio Almeida Vaz Filho

Levantamento das produções artísticas baseadas em mitos e lendas indígenas amazonenses | Lorena Monteiro Neres de Lima e Kamily Quirino Paulino

Narrativas mitológicas, pesquisa antropológica e a escolarização da cultura na região do Alto Rio Negro | Oseias Marinho e Renato Athias

Watyama Waku: tucandeira agradece | Rucian da Silva Vilácio, Vanessa do Nascimento Damasceno, Joelma Monteiro de Carvalho e Rejane Gomes Ferreira

El repensar de los Derechos Humanos Universales desde el Nuevo Constitucionalismo Latino-Americano y el pensamiento andino en el Perú | Cliver Ccahuanihancco Arque

De los yökajto tradicionales a la red digital: Estrategias descoloniales en el encuentro transcultural de los pueblos originarios de la Cuenca del Orinoco | Fabiana Anciutti Orreda

ST 60 | Gênero, narrativas do viver e estratégias de subversão
3 de julho | 14 às 18h

Ativismo de mulheres indígenas e a configuração de redes

A repolitização do movimento indígena no Brasil e as mulheres como sujeitos coletivos de direito | Maria Judite da Silva Ballério Guajajara

Memórias de Cândida Patté | Elaine Kosiclã Camlem Patté

Agencia, compromiso social y decolonialidad en escritoras étnicas de Chiapas | Sulma Pérez Jiménez e María Esther Pérez Pechá

“Ikuâni” O Corpo da Ancestralidade | Regina Cláudia Morais de Souza

As Cacicas Kaxarari da Amazônia Brasileira: tradição x empoderamento feminino | Hellen Virginia da Silva Alves, Larissa Zuim Matarésio, Edissandra Toscando de Souza e Maria das Graças Silva Nascimento e Silva

Mulheres Jenipapo-Kanindé: uma abordagem sobre as relações de gênero no contexto étnico | Regilene Alves Vieira

A emergência de um feminismo indígena mexicano a partir da experiência zapatista | Gabriela André

Feminismos e mulheres indígenas na América Latina e Caribe | Mariana Wiecko Volkmer de Castilho e Ana Paula Sabino

4 de julho | 8 às 12h

Ativismo de mulheres indígenas e a contra colonização

Participação política, sociedades tradicionais, colonialidade e gênero | Cláudia Maria Guimarães Lopes de Castro

Mulheres indígenas, territórios fluviais e mobilizações etnopolíticas: A participação feminina na constituição do SINDPESCA/Tabatinga | Dime Alexandre Londono Gomes e Ildete Freitas Oliveira

Universalização de categorias: povos indígenas e mulheres indígenas no Estado brasileiro | Maria Judite da Silva Ballerio Guajajara e Paula Sâmara da Silva Santos Guajajara

Violência contra mulheres indígenas no estado da Paraíba: perspectivas e enfrentamentos na notificação | Carla Jaciara Jaruzo dos Santos e Lusival Antônio Barcellos

Estupro como violência genocida contra mulheres indígenas no Brasil | Brisa Libardi de Souza

Lei Maria da Penha en lo contexto de los indígenas Warao | Jesus Desiderio Nunez Paredes, Bárbara Andressa de Souza Balieiro, Marcos Vinícius da Costa Lima, Maria do Socorro da Silva, Núlcia Odaleia Costa Azevado e Osmar Sifontes

Descolonizando as telas: o protagonismo das cineastas indígenas | Cristina Mielczarski dos Santos e Alice Soares

Suraras do Tapajós, defensoras no protagonismo indígena | Milena Raquel Batista Farias

4 de julho | 14 às 18h

Bem viver, práticas tradicionais e o campo das políticas

Saberes tradicionais Ticuna: corpo, doenças e práticas de cura | José Fernandes Mendonça e Marília Lopes da Costa Facó Soares

Revitalização da Medicina Tradicional Indígena pelo VII Encontro dos Kujàs: a experiência com o protagonismo Kaingang | Rosa Maris Rosado, Nayara Imazu e Julia Landgraf

Saúde Mental: O Bem Viver dos Povos Indígenas | Milena Nunes de Almeida

A saúde indígena e o Programa Mais Médicos: trajetória e perspectivas a partir do povo Akwẽ/Xerente | Rogério Ferreira Marquezan e Odair Giraldin

O corpo ameríndio como um problema para o Estado: micropeças de uma etnografia kaiowá sobre os circuitos das políticas em saúde no Mato Grosso do Sul | Diógenes Egídio Cariaga

Revisões bibliográficas sobre a alimentação dos povos indígenas e os reflexos na saúde | Luana dos Santos Vieira

Saúde da mulher no ciclo gravídico puerperal: indígenas da etnia Waimiri-Atroari | Vítor de Souza Pinto, Fabiana de Paula Gomes e Francilene Xavier Ferreira

Direito intelectual coletivo: a deficiência da legislação brasileira acerca da proteção da comercialização de medicamentos das tradições indígenas | Livia Trentini (pôster)

Percentual de restaurações refeitas em 12 meses na área indígena do Distrito Sanitário Especial Indígena de Vilhena | Renata Cristino da Silva Prestes (pôster)

ST 62 | Experiências e reflexões sobre a situação atual da Educação Escolar Indígena na América Latina
3 de julho | 14 às 18h

Dilemas e Desafios da Interculturalidade

“Ninguém rouba minha cultura”: educação superior indígena na Amazônia, interculturalidade e desafios (contexto dos Gaviões Kyikatejê) | Naara Fernanda da Silva Mendes

Educação intercultural no Alto Rio Negro: Acesso à educação no Campus IFAM – São Gabriel da Cachoeira/AM | Luclécia Cristina Morais da Silva, Roberta Enir F. N. Lima, Jefferson A. Vargas e Maria Isabel O. Silva

IF Sertão PE: Saberes Indígenas Pankararu, Bacia São Francisco, Sertão de Itaparica, Semiárido Pernambucano | Edivania Granja da Silva Oliveira e Maria do Socorro Tavares

O eurocentrismo na formação universitária e obstáculos na garantia de direitos sociais dos povos indígenas | Lara de Souza Tonin

Los pueblos indígenas en Colombia, proyecciones educativas desde la invasión española hasta los derechos constitucionales del siglo XX y las políticas públicas contemporáneas | Fundación Canto Ancestral

Acesso e interculturalidade na pós-graduação | Layla Jorge Teixeira Cesar

Desafios, resistência e perspectivas de acadêmicos Indígenas do Instituto de Natureza e Cultura: um relato de experiências do I Diálogo Intercultural Universitário na fronteira Brasil, Colômbia e Peru | Kaio Anderson Fernandes Gomes, Marinete Lourenço Mota e Uerica Estevão Gomes

Descolonizando saberes: Um despertar com a terra no estudo de outras epistemologias | Aida Brandão Leal e Rafaela Werneck Arenari

A interculturalidade como instrumento da educação do século XXI: dilemas e desafios | Alcioni da Silva Monteiro, Suely Aparecida do Nascimento e Kellyane Lisboa Ramos

Formação Docente

Prácticas de Enseñanza y Procesos de Aprendizaje en el Sistema Educativo: Interculturalidad, su tratamiento entre los/as estudiantes de las Carreras de Formación Docente del Instituto N° 806 | Sonia Liliana Ivanoff e Verónica Silvia Peralta

Formação de professores na perspectiva intercultural | Evanir Gomes dos Santos

Jornadas míticas do tornar-se professor: travessias de um processo de formação de professores e professoras indígenas em São Gabriel da Cachoeira | Eglê Betânia Portela Wanzeler

4 de julho | 8 às 12h

Acesso e Permanência na Formação Superior

Contradições, desencontros e desafios para a consolidação de ações afirmativas e permanência de estudantes indígenas na educação superior | Gabriel Dias Vidal Azevedo, Mateus William Martins Gomes e Umberto Euzébio

Etnopoliticas Educacionais na Universidade Federal do Maranhão: políticas compensatórias para estudantes indígenas e afroindígenas | Verissa Einstein Soares do Amaral

A inserção indígena no ensino superior: desafios e perspectivas | Débora Nascimento de Castro, Taciara Soares Castro e Maria Antônia Vidal Ferreira

Bolsa Permanência, apoio financeiro aos estudantes indígenas da UFRR | Valternúbia do Perpetuo Pereira Nolvaz

Permanência estudantil de indígenas e negros na Universidade do Estado da Bahia | Naiane Costa de Jesus Santos Lima

Indígenas no Ensino Superior em Pernambuco: tensões, desafios e diálogos interculturais | José Tarisson Costa Da Silva e Maria da Penha da Silva

Ensino superior indígena na universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará: Acesso e permanência, avanços e desafios | Natália Lopes da Silva

Concepções dos acadêmicos indígenas do curso bacharelado em antropologia quanto as dificuldades enfrentadas durante sua formação | Tiago da Silva Almeida, José dos Santos Guimarães Neto e Edilanê Mendes dos Santos

4 de julho | 14 às 18h

Educação Escolar e Críticas Interculturais

A educação escolar e a questão indígena: entraves e perspectivas | Débora Vogel da Silveira Dutra

Direito à diferença no espaço escolar da educação indígena Warao | Bárbara Andresa de Souza Balieiro, Jesus Desiderio Nunez Paredes, Marcos Vinícius da Costa Lima, Maria do Socorro da Silva, Núlcia Odaleia Costa Azevedo e Omar Jose Rodriguez Sinfontes

Narrativas e interculturalidade na educação básica: diálogos com a América Profunda no espaço escolar | Laura Nelly Mansur Serres

(Des)colonizando a educação: uma análise etnográfica da educação escolar indígena em Sidrolândia/MS | Ana Carolina Bezerra dos Santos e Jacira Helena do Valle Pereira Assis

Reflexões acerca da Educação Escolar Indígena na Aldeia Pupunha em Humaitá-AM | Kellyane Lisboa Ramos e Eulina Maria Leite Nogueira

Desafios da Formação Social Indígena na Amazônia | Maxim Repetto

5 de julho | 8 às 12h

Experiências de Interaprendizagens na Escola

A implicação do corpo nos processos de ensino e aprendizagem – Quais contribuições os saberes e as práticas indígenas têm a oferecer a educação de uma identidade decolonial? | Izis Guimarães Mueller e Aline Accioly Sieiro

Povos tradicionais e indígenas – o multiculturalismo e suas controvérsias em uma escola no município de Manaquiri/AM | Emison Oliveira da Silva

Proyecto educativo comunitario y perspectiva educativa de procesos autónomos territoriales del pueblo Wounaan de Colombia | José Alejandro Vargas e Orlando Moya Ortiz

A instituição escolar nas comunidades Mebengokre do Pará: diglossia e resistencia | Adriana da Gama Vidal

A aprendizagem das crianças indígenas | Luana Robles Vieira

A disciplina língua indígena entre os Kiriri | Vanessa Coelho Moraes

A pintura corporal do povo indígena Xukuru do Ororubá-PE como ferramenta-objeto do processo de ensino-aprendizagem: um relato de experiência | Maria Marcela Lima de Moura e Andreza Rodrigues da Silva

Escola Estadual Indígena Mbya Arandú: novas alternativas para a educação escolar indígena em busca de autonomia étnica e comunitária | Mayara Vieira da Silva

O ensino da Matemática como fortalecimento da identidade do povo indígena Xukuru do Ororubá-PE: um relato de experiência | Maria Marcela Lima de Moura, Andreza Rodrigues da Silva e Tiago Beserra Maciel

Ensino de Física Intercultural na Educação Indígena Pataxó | Leonardo Diego Lins, Sandra Valéria Silva Lins e Maira Cavalcanti Coelho

Educação Escolar Indígena e o Ensino de Ciências: algumas reflexões a partir dos pressupostos da perspectiva intercultural e da decolonialidade | Yasmin Lima de Jesus e Edinéia Tavares Lopes

Mongetá e Gwatá: aprendendo a caminhar. Um estudo sobre a relação entre os saberes tradicionais Guarani Nhãdewa e a educação escolar indígena realizada na Escola Municipal Pluridocente Indígena Mboapy Pindó – Aracruz – ES | Glaudertone Andrade de Barcéllos e Augusto Cândido Andrade de Barcéllos

ST 64 | História, Memória e Territorialidade: afirmação das vozes indígenas
4 de julho | 8 às 10h

Os significados da força de trabalho dos índios na capitalidade do Rio de Janeiro Colonial no século XVIII: a expansão da cafeicultura no Vale do Paraíba | Augusto Drummond Dias Neto

“O Patriota”: registro das plantas medicinais indígenas de Minas Gerais | Carla Cristina Barbosa

As resistências e os protagonismos dos povos indígenas nas ditaduras do Brasil, Chile e Argentina (1967-1979) | Rodrigo Lins Barbosa

A formação de um movimento pan-indígena no Brasil no contexto da ditadura militar (décadas de 1970 e 1980) | João Gabriel da Silva Ascenso

Reflexões sobre os Kaingang e a Ditadura Militar no Rio Grande do Sul | Amanda Gabriela Rocha Oliveira

4 de julho | 10 às 12h

A temática indígena no Brasil dos anos 1990 e as problematizações sobre os indígenas Xukuru no romance “A Lenda dos Cem” de Gilvan Lemos | Flávio Joselino Benites

Literatura indígena: oratura, memória e preservação | Joel Vieira da Silva Filho e Cristian Souza de Sales

Relatos autobiográficos en contextos de desigualdad y diversidad socioeducativa | Soledad Aliata

Currículo e cosmologia: educação e xamanismo nas escolas indígenas do Rio de Janeiro | Danielle Bastos Lopes

A Lei N° 11.645/08 e a Inclusão da História dos Povos Indígenas | Samara Gomes de Oliveira e Raimundo Lima dos Santos

4 de julho | 14 às 16h

Artes e identidades indígenas em perspectiva: conhecer para reconhecer | Poliene Soares dos Santos Bicalho

Nuestra musica guambiana | Gregorio Alberto Yalanda Muelas

Reafirmação do ser indígena: toantes, linhas e cantos na Residência Indígena na Universidade Estadual de Feira de Santana | Andeson Cleomar dos Santos

Ere Muya: Historias da Cobra Grande | Renata de Andrade Ribeiro

4 de julho | 16 às 18h

Calendário Maya na Guatemala contemporânea: entre unidade e diversidade | Thiago José Bezerra Cavalcanti

Etnogeografia Macuxi: a memória do lugar e o lugar da memória na produção do espaço amazônico da Comunidade Indígena Raposa | Éder Rodrigues dos Santos, Enoque Raposo e Márcia Falcão

Narrativas etnoecológicas do Povo Pataxó: uma análise bibliográfica e documental | Flávio Henrique de Oliveira Santos e Karla Cunha Pádua

Relações diferenciadas: perspectivas indígenas e não indígenas acerca do território | Maria Carolina Arruda Branco e Vicente Cretton Pereira

5 de julho | 8 às 10h

Entre memória, território e perseguição: a insistente luta pela terra dos Kaingang em Votouro/Kandóia (RS) | Clémentine Maréchal

Entre memórias e história: o povo indígena Tiriyó na fronteira com o Suriname (1959-1980) | Joanan Marques de Mendonça

Os Awá no contexto de um novo processo de territorialização | Zeneide Pereira Cordeiro e Josanne Cristina Ribeiro Ferreira Façanha

A retomada como território de resistência indígena: uma reflexão a partir do contexto daTerra Indígena Pataxó de Coroa Vermelha | Samara Carvalho Santos